Planejamento do orçamento doméstico diminui endividamento familiar

Com a expansão da classe média brasileira, e o aumento do crédito e do poder de consumo, uma das grandes preocupações do governo tem sido a educação financeira dos cidadãos. Para diminuir e evitar o endividamento familiar, a melhor solução é saber gerir o orçamento doméstico.

Planejamento do orçamento doméstico diminui endividamento familiar
45% do orçamento doméstico da classe C comprometido com dívidas
  • Mais investimentos e menos dívidas: falta de planejamento financeiro é a principal causa de endividamento familiar da classe média.

Segundo informações do Banco Central, cerca de 45% do orçamento doméstico de uma família de classe média no Brasil está comprometido com dívidas e prestações. Isto significa que o brasileiro gasta muito mais do que aquilo que ganha. Este dado é preocupante porque, com tantas dívidas, fica difícil poupar.

 

Mas é importante diferenciar o tipo de dívida ou parcela. Os gastos com as prestações de um consórcio de carro ou financiamento de imóvel, podem ser considerados mais um investimento do que uma dívida se forem operações financeiras bem planejadas. Diferente do que acontece com o cartão de crédito ou com pequenas parcelas de produtos que poderiam ter sido comprados à vista, se o consumidor tivesse o hábito de poupar e aproveitar as facilidade do mercado para quem tem condições de pagar em cash. Por isso, é importe ter em vista o que é gasto e o que é dívida. Pagar a prazo e com juros o que, com um pequeno esforço, poderia ser comprado à vista, é endividar-se.

 

De acordo com os especialistas em finanças pessoais, o montante máximo de endividamento familiar, incluindo prestações diversas e parcelas de financiamentos e consórcios, não deve ultrapassar um terço do rendimento total da família. A orientação é para não acumular muitas prestações, pois qualquer imprevisto pode tirar o orçamento doméstico do eixo.

 

PLANEJAR E GERIR O ORÇAMENTO DOMÉSTICO

Quando entramos no mercado de trabalho e começamos a gerir a nossa própria vida financeira, é fundamental termos já metas definidas e um planejamento do orçamento doméstico para que não nos percamos nos imprevistos e tentações de consumo do dia a dia, e para que façamos mais investimentos e menos dívidas. O preceito fundamental é pensar que para poupar, não importa quanto você ganha, mas quanto gasta! 

 

 

CONTROLE O ORÇAMENTO DOMÉSTICO

Confira as 6 dicas do e-konomista para aprender a planejar e gerir bem as suas finanças.

 

1. Traçar objetivos e metas:

Defina o que você deseja comprar ou fazere quando, saiba o valor e comece a poupar. Quanto mais dinheiro você tiver para este fim, menos auxílio financeiro precisará pedir ao banco e menos juros pagará. 

 

2. Faça uma poupança:

A poupança deve ser um hábito quase obrigatório na sua vida. O ideal é que a sua poupança receba mensalmente 10% do seu salário. Lembre-se, a poupança é uma reserva financeira a longo prazo. Faça poupanças separadas para a realização de desejos a curto e médio prazo. Por exemplo, se deseja fazer uma viagem no fim do ano, faça uma poupança viagem. 

 

3. Evite dívidas:

Não acumule pequenas prestações. Aproveite bonificações ou décimo terceiro para trocar de celular, por exemplo. Lembre-se, sempre que adquirir um nove bem parcelado, a sua disponibilidade financeira será menor, ou seja, readeque o orçamento.

 

4.  Consumo racional:

Se for comprar um carro ou uma casa, pense que este bem deve estar dentro do seu padrão de vida. Pense que uma casa muito grande representa gastos adicionais com manutenção, IPTU mais caro, etc. Reflita se você realmente pode dar este passo.

 

5. Não desperdice:

Economizar não é ser mão de vaca, mas sim valorizar o seu trabalho e o seu dinheiro. Reveja o orçamento doméstico e analise se está gastando dinheiro à toa. Por exemplo, pagar 250 canais no pacote da TV a cabo e só assistir 20 é desperdício de dinheiro. 

 

6. Faça uma planilha financeira:

A melhor forma de saber para onde vai o seu dinheiro, é colocando as contas no papel. Para isso, faça uma planilha financeira e defina os gastos e investimentos do seu orçamento doméstico. No site do Governo Federal, você pode baixar uma excelente planilha financeira para lhe ajudar a controlar os gastos e melhorar a sua saúde financeira.

Gostou? Compartilhe!
Redação E-konomista Redação E-konomista

O E-konomista é um portal on-line que busca fornecer dicas sobre economia em diversos aspectos da vida. Caso queira contactar a nossa redação, envie um e-mail para o info@e-konomista.com.br.

Quer fazer mais pelo seu dinheiro?

Assine a nossa newsletter e fique por dentro de dicas e informações atuais e relevantes para o seu bolso.

Ao submeter os seus dados receberá a newsletter, ofertas e publicidade enviado por e-konomista.com.br e pelos nossos Parceiros e aceita os Termos e Condições e a Política de Privacidade. Os dados submetidos serão compartilhados com os nossos Parceiros.

Assinar