É permitido dirigir de salto alto?

Calçados que fiquem soltos no pé não são os mais indicados para o motorista; com isso fica a pergunta: é permitido dirigir de salto alto?

É permitido dirigir de salto alto?
Nem sempre elegância anda com segurança

Calçados são essenciais para a segurança no trânsito para dar firmeza nos pés do motorista. Ir a uma festa ou a um evento formal exige calçado específico. No entanto, não é todo calçado que é liberado pelo Código Brasileiro de Trânsito. Afinal, é permitido dirigir de salto alto?

Muitas mulheres têm o hábito de dirigir com sandália ou sapatos com plataforma. No entanto, o CBT diz que não é permitido dirigir de sapato de salto alto.

Dirigir de salto alto

O argumento é que o calçado pode ficar preso no tapete ou nos pedais. Com isso, o acelerador ou o freio podem ficar presos gerando acidentes e descontrole do veículo. Diante disso não é permitido dirigir de salto alto.

O que diz a lei?

O Artigo 252 do Código Brasileiro de Trânsito, inciso IV, diz que um motorista não pode usar calçado que não se firme nos pés ou que comprometa a utilização dos pedais. Ou seja, dirigir de salto alto não parece corresponder a esta descrição de segurança, por isso é considerado infração média, com pena de multa de R$ 130,16.

A infração ainda prevê o acréscimo de 4 pontos na Carteira Nacional de Habilitação (CNH).


Dirigir de chinelo

O caso do motorista que dirigir de chinelo fere o mesmo artigo 152 do CBT que o do salto alto. O que se proíbe, na lei, é a utilização de um calçado que não se firme nos pés. No caso do chinelo, a ausência de tira atrás dos calcanhares, que impeça a devida fixação, pode fazer com que o pé não firme no pedal, ficando proibido, portanto.

Multa

Do mesmo modo que o sapato de salto alto essa é uma infração média com multa de R$130,16 e acréscimo de 4 pontos na CNH.

Chinelo com tiras

Com isso, é fácil deduzir que um chinelo bem fixado no pé, com a tira nos calcanhares não tem problema. O Código Brasileiro de Trânsito está preocupado com a segurança do motorista e passageiros, por isso muito mais que o calçado, é bom entender que ele tem que se fixar nos pés.

Dirigir descalço

Bem, se não pode dirigir de salto alto e há restrições quanto ao tipo de sapato, logo é proibido dirigir descalço, não é mesmo?! Ledo engano. Ao contrário do que o senso comum indica, o condutor pode, sim, dirigir descalço.

A direção com os pés descalços pode ser mais firme e a resposta aos pedais melhor do que no caso de sapatos sem firmeza, como os chinelos, sandálias e sapatos de salto alto. Ficando permitido dirigir descalço. Veja o que mais diz a lei sobre dirigir descalço.

Gostou? Compartilhe!
Eduardo Pinheiro Eduardo Pinheiro

É jornalista e historiador, natural de Goiânia. Tem interesse por jornalismo cultural, jornalismo digital, temas do cotidiano e assessoria de imprensa.

Na Web: