Os 12 países mais seguros, prósperos e felizes no mundo

O índice da prosperidade, lançado pelo The Legatum Institute, aponta quais são os países mais seguros e prósperos do mundo. Conheça os que mais se destacaram.

Os 12 países mais seguros, prósperos e felizes no mundo
O que faz destes os países mais seguros e prósperos do mundo?

VEJA QUANTO CUSTA FAZER INTERCÂMBIOe planeje o seu

Nesta última segunda feira – dia 2 de Novembro – o The Legatum Institute, em Londres, lançou o anual índice da prosperidade, uma pesquisa que aponta quais são os países mais seguros e prósperos do mundo.

Foram analisados 142 países, nos quais a quantidade de dinheiro em cada um foi um fator de prosperidade, porém, para o instituto, muito mais do que isso foi avaliado. A organização comparou 89 variáveis para chegar a esta lista, incluindo o PIB per capita, pessoas a trabalhar em período integral e outros pontos intrigantes como o número de servidores de internet seguros e quão descansadas as pessoas se sentiam em seu dia a dia.

Os países do estudo foram desmembrados em oito subcategorias, sendo elas: economia, empreendedorismo e oportunidade, governo, educação, saúde, proteção e segurança, liberdade pessoal e capital social. Conheça quais são os 12 países mais seguros, felizes e prósperos do mundo, abaixo. Para saber as demais posições no ranking, acesso o site da pesquisa, clicando aqui.

Os melhores países para trabalhar e juntar dinheiro

1. Noruega

paisesmaisseguros


O país considerado mais próspero do mundo chegou ao seu auge em 100 anos, passando de um dos países mais pobres da Europa para um sinônimo de riqueza e igualdade social. Esteve no topo do ranking em prosperidade pela pesquisa londrina por sete anos e, desde que esta foi lançada, a Noruega ocupa o top 10 em todos as sub categorias abrangentes.

2. Suíça

A suíça tem se mantido em segundo lugar no índice de prosperidade pelo terceiro ano consecutivo, porém, em primeiro lugar em governo e economia. Com um custo de vida bastante alto, os suíços tem retorno garantido em segurança, sendo um dos países mais seguros do mundo. Saúde, educação, transportes e emprego a todos, sob um dos maiores salários mínimos da Europa são outros pontos altos. Com consciência coletiva, em recente votação a respeito de tornar a Suíça titular do maior salário mínimo do mundo, 76,3% da população votou contra, alegando a medida um risco para o desemprego no país.

3. Dinamarca

paisesmaisseguros


O terceiro lugar da lista é conhecido pelo prazer da população em pagar os impostos. Baseado em uma relação de confiança, os dinamarqueses têm a certeza que, pagando seus impostos corretamente, terão serviços públicos de qualidade e sempre à disposição para usufruírem, como escolas, centros de saúde e transportes amparados por uma segurança eficaz. Essa consciência fiscal da população acaba também por ser um incentivo ao fisco em ser completamente transparente em relação à aplicação do dinheiro.

Segundo a ONU, os dinamarqueses estão entre a população mais feliz do mundo, mas estão em 16º lugar entre os mais saudáveis. Na pesquisa de prosperidade, a Dinamarca ganha medalha de prata em empreendedorismo e oportunidades.

As 5 melhores cidades pequenas do mundo para viver no mundo

4. Nova Zelândia

Em quarto lugar, a Nova Zelândia é a nação não-europeia mais próspera do mundo. Com alto custo de vida, a qualidade da mesma é espetacular. Com uma população hospitaleira e um país com inúmeras belezas naturais, o país se esforça para manter estas características da melhor maneira possível. Tranquilidade, segurança, igualdade social e serviços públicos eficazes e bem distribuídos são apenas alguns dos fatores que fazem da Nova Zelândia merecedora desta posição no ranking. Resultados das subcategorias da pesquisa de prosperidade entregam ao país o primeiro lugar em liberdade e o segundo em capital social e governo.

As cidades mais caras do mundo para viajar

5. Suécia

paisesmaisseguros


Além do quinto lugar no ranking de países mais prósperos, a Suécia acumula muitos outros “troféus” como o 12º melhor IDH, dono de 3 das 100 melhores universidades, o primeiro lugar em empreendedorismo e oportunidades e um dos países mais felizes e sustentáveis do mundo.

TUDO SOBRE O SEU INTERCÂMBIO
Cadastre-se e receba as melhores dicas, informações e promoções sobre estudar no exterior. Comece já a planejar o seu intercâmbio.

Inovadores em tecnologias, empreendedores e investidores em meio ambiente, o país em que cerca de 93% da população se locomove a pé, de bicicleta ou transportes públicos possui tudo – ou quase tudo, porque nada é perfeito – o que alguém busca para passar toda a vida: segurança, educação, visão de futuro, preservação do ambiente, consciência coletiva, saúde e um dos governos menos corruptos do mundo. 

6. Canadá

Considerado o país com o maior nível de alfabetização do mundo e também da maior expectativa de vida, o Canadá ocupa o sexto lugar em prosperidade. A terra eleita primeiro lugar em liberdade afirma, em 80% de sua população, ter mais experiências positivas do que negativas no país. Prezando pelo meio ambiente, tecnologia, desenvolvimento pessoal, profissional e em segundo lugar no quesito educação mundial, o Canadá é promissor a alcançar melhores posições nos próximos anos.

As cidades mais baratas do mundo para viajar

7. Austrália

paisesmaisseguros


Com estilos de vida para todos os tipos de pessoa, a Austrália oferece luxo e badalação ao mesmo tempo que também permite que sua população desfrute de uma simples e tranquila vida afastada dos centros. Ambos, com direitos à segurança e a usufruir de um eficaz sistema de serviços públicos. Pouco afetado pela crise mundial, a Austrália se mantem com baixíssimos índices de desemprego e ainda com déficit de profissionais como engenheiros e mão de obra para o turismo, lembrando que, para conseguir um bom emprego no país, é essencial um bom nível de instrução acadêmica – o país ficou em primeiro lugar em educação pela Prosperity. Com forte senso cívico, a Austrália já esteve no topo do ranking entre os países mais felizes do mundo por três anos consecutivos e foi eleito o segundo melhor país para se viver em 2014.

8. Holanda

O oitavo lugar em prosperidade e quarto entre as melhores qualidades de vida do mundo, a Holanda consegue posição de prestígio mesmo sendo um dos países bastante afetados pela crise mundial. Isso se dá pela qualidade de vida e retorno dos impostos em investimentos a serviços públicos. Em geral, o custo para se viver na Holanda não é dos mais altos, sendo a maior parte dessas despesas, as voltadas para moradia. Comer, passear, estudar, ir de um lugar a outro, praticar esportes e usufruir do país são tarefas prazerosas e acessíveis a quase todos, devido à baixa desigualdade social.

Ofertas de pacotes de viagem e hospedagem na palma da mão. Baixe o app grátis e fique de olho nas oportunidades!


9. Finlândia

Com um sistema educacional impecável e reverenciado, a Finlândia ocupa o nono lugar em prosperidade. As escolas finlandesas, exemplo para o restante do mundo, além do ensino gratuito, também oferecem serviços médicos, dentários e alimentação, além de uma grade de docentes com os 10% mais bem colocados entre os graduados, mas fica em quarto lugar de acordo com a escala mundial em educação.

Como resultado da base educacional, o país é de uma segurança inexplicável. Respeito ao meio ambiente, priorização pela qualidade de vida e olhar sempre no futuro – seja a termos tecnológicos ou para a criação de novas gerações – a Finlândia é um país próspero e promissor para melhores posições no ranking.

Qualidade de vida: as melhores e piores cidades do mundo

10. Irlanda

paisesmaisseguros


Além da já conhecida cultura e paisagens belíssimas, a Irlanda ocupa o décimo lugar com destaque para segurança, ficando em quarto lugar nas subcategorias da pesquisa da prosperidade. Transportes públicos eficientes e acessíveis e muita oportunidade para start-ups e setores tecnológicos, a Irlanda tem sido a escolha de muitos empreendedores e jovens estudantes para alavancar a carreira com devido reconhecimento e salários compatíveis com a função.

11. EUA

Eleito o primeiro lugar em saúde, o décimo primeiro em prosperidade possui, como qualquer outro país dessa amplitude, prós e contras. Jornadas de trabalhos são pensadas a partir de quanto tempo o funcionário terá de ficar com sua família. Raramente horas extras e horários absurdos são oferecidos. Nos EUA, é possível conviver em harmonia com as mais diversas culturas, ganhar bons salários e ter poder de compra, independente se possui uma baixa formação. Quanto aos contras, acredite, a saúde é uma das maiores reclamações devido aos custos altíssimos para consultas e tratamentos.

As cidades mais coloridas do mundo para se conhecer

12. Islândia

paisesmaisseguros


Segundo lugar em segurança mundial, a Islândia também se destaca em oportunidades de emprego, apresentando uma baixa taxa de desemprego (apenas 4% da população), mesmo depois da crise mundial – a qual se recuperou com rapidez - e conta com 99% de alfabetizados. Recursos naturais, incentivo à sustentabilidade, educação e serviços públicos de qualidades são mais motivos para um dos países mais seguros do mundo estar também entre os mais felizes e prósperos.

Vai fazer um intercâmbio? Teste o seu inglês antes de embarcar.


Veja também:

Gostou? Compartilhe!
Heloísa von Ah Heloísa von Ah

Formada em Comunicação em Computação Gráfica e Design de Games, é apaixonada pela profissão que exerce. Uma aficionada por tecnologia, gatos e cinema underground.

Receba mais informações como esta!

Receba a nossa newsletter

Ao submeter os seus dados receberá a newsletter, ofertas e publicidade enviado por e-konomista.com.br e pelos nossos Parceiros e aceita os Termos e Condições e a Política de Privacidade. Os dados submetidos serão compartilhados com os nossos Parceiros.

Enviar