Os países liberais que você precisa conhecer um dia

Conheça os países liberais em que a frase "sexo, drogas, rock'n'roll" é uma verdade. Eles possuem regras totalmente diferentes do Brasil.

Os países liberais que você precisa conhecer um dia
Se você gosta de viajar, com certeza já ouviu alguma história sobre estes países

A legislação de muitos países é diferente da brasileira, e as vezes é possível se impressionar com o que é permitido em certos lugares. Mas até que ponto essa tal liberdade é uma decisão certa ou errada por parte de países liberais. Confira a lista e se surpreenda com estes fatores. 

Países liberais: conheça o que não é absurdo nestes locais

De porte de armas, a liberação de drogas e nudismo. Conheça o ranking dos 5 países liberais do mundo e qual a diferença em comparação com o Brasil. 

1. Holanda

A Holanda sempre foi considerado um dos países liberais por ter legalizado a prostituição e inclusive tem um bairro destinado a essa prática. Voltaram aos jornais alguns anos atrás após a liberação do consumo de maconha e venda de diversos produtos com a planta. O governo holandês acredita tanto que são as pessoas que devem decidir o que fazer da sua vida, inclusive decidir se devem se drogar, ou não, mas estão sempre por perto com propagandas incentivado o oposto. Ensinar e dar embasamento para fazer o correto é a forma que o Governo encontrou para não tirar a liberdade das pessoas, ao contrário da maior parte dos países que proíbem e punem quem descumpre.

2. Estados Unidos


Os Estados Unidos é sem dúvida considerado um dos países liberais do mundo. É um pouco difícil dizer exatamente tudo que é liberado no país, por que cada estado cria as suas leis. De maneira geral, o que chama mais atenção é o fato de ser um dos únicos países desenvolvidos que libera a compra e porte legal de armas e é um dos orgulhos americanos. Com a a “Lei seca” de 1920 a 1933, onde era proibido o álcool, e foi o período de maior consumo de álcool na história do país, os americanos aprenderam que não se pode contrariar a vontade do povo. Povo esse que tem o direito de votar, mas não a obrigação. A liberdade começa nos Estados Unidos, quando você pode optar se quer exercer sua cidadania. 

3. Uruguai

O Uruguai é um dos países liberais, pois esteve tanto nas páginas dos jornais pelo mundo como em 2013, quando o então presidente Pepe Mujica conseguiu o feito de legalizar a produção, a distribuição e venda de maconha sob controle. A maior parte dos país criticaram a ação, mas desde então a decisão vem sendo mantida com sucesso, e o número de mortos ligados ao consumo de maconha foi zero no país. Outra coisa que o ex-presidente Pepe Mujica levou ao país foi a bandeira da liberdade de expressão e a igualdade, hoje os uruguaios tem mais voz no país. 

4. República Tcheca

paises liberais


O país que proibiu o consumo de absinto em 1915 foi o mesmo a liberar e hoje é uma das bebidas mais famosas entre os turistas, com essas e outras coisas a República Tcheca entrou para a lista dos países liberais. Alem dos “ilícitos”, a prostituição e quase tudo que envolva sexo faz parte da cultura do país. A prostituição é liberada no país, mas o aliciamento não. Ou seja, as pessoas tem a liberdade e o direito sobre o seu corpo, e devem saber o que fazer com ele. Você se engana se pensa que essa liberdade toda atrasa os países, por coincidência ou não, os países mais liberais quase sempre estão entre os mais desenvolvidos e com melhor qualidade de vida. Importante lembrar que a máxima desses países é que a sua liberdade nunca atrapalhe a liberdade do outro.

Saiba o que fazer em caso de dano ou extravio de bagagem

5. Espanha

A Espanha entra nesta como um dos países liberais da Europa. Sexualidade não é um tema tabu, além disso, é comum encontrar mulheres fazendo top less nas praias espanholas. O Governo também apoia as praias de nudismo e a  aceitação social do casamento gay é alta. Recentemente os espanhóis também encabeçaram uma lista de  “melhores amantes”, elaborada com 15 mil mulheres. Um quarto da população da Espanha classifica seu desempenho sexual como excelente. Estudo recente com  9 850 pessoas no país revelou que 90% dos homens e das mulheres espanholas vivem satisfeitos sexualmente.

Veja também:

Gostou? Compartilhe!
Redação E-konomista Redação E-konomista

O E-konomista é um portal on-line que busca fornecer dicas sobre economia em diversos aspectos da vida. Caso queira contactar a nossa redação, envie um e-mail para o info@e-konomista.com.br.

Receba mais informações como esta!

Receba a nossa newsletter

Ao submeter os seus dados receberá a newsletter, ofertas e publicidade enviado por e-konomista.com.br e pelos nossos Parceiros e aceita os Termos e Condições e a Política de Privacidade. Os dados submetidos serão compartilhados com os nossos Parceiros.

Enviar