Os 7 motivos que fazem os brasileiros saírem do país

Confira quais são os motivos para os brasileiros deixarem a vida no país e correr atrás seja de um sonho, estudos, emprego ou até mesmo melhor qualidade de vida no exterior:

Os 7 motivos que fazem os brasileiros saírem do país
Os brasileiros querem investir em carreiras de estudo e trabalho no exterior

TENHA UM CARTÃO DE CRÉDITO SEM ANUIDADEcpara usar no Brasil e no exterior

Está comprovado por pesquisas que o Brasil é um dos 12 países mais cobiçados para se morar entre 65 nações, considerando principalmente a imagem cultural e o crescimento econômico. Porém, esta não é a percepção dos brasileiros que estão saindo do Brasil. Mas qual seria o destino e os motivos que levam os brasileiros terem vontade de sair do país e trabalhar no exterior? O E-Konomista apresenta uma lista com 7 pontos importantes que motivam essa mudança. Entretanto, antes de fazer as malas e se mudar para um novo país é preciso levar em consideração diversas situações para que não haja arrependimento. Sendo assim, veja o comparativo abaixo.

Motivos para mudar de país

1. Qualidade de vida

Este é um item de suma importância, quando é ponderado uma cidade para morar, estudar e até mesmo ter uma família. De acordo com o ultimo Índice de Progresso Social, o Brasil assumiu a 46ª colocação global, entre 132 países. Na escala de 0 a 100, em uma avaliação de mais de 50 parâmetros e considerando alguns pontos como: qualidade de vida, acesso à informação e educação e saneamento básico, por exemplo.

1º Nova Zelândia: 88,24
25º Costa Rica: 77,75
46ª Brasil: 69,97

2. Custo de Vida

O site Expatistan é uma ótima dica para quem quer comparar o custo de vida entre a cidade que mora e a que pretende mudar-se. A pesquisa, que considera itens como alimentação, moradia, vestuário, transporte, saúde e entretenimento, apontou que as três cidades mais caras do Brasil são: Rio de Janeiro (108ª), São Paulo (118ª) e Brasília (154ª).

Se compararmos, por exemplo, a vida no exterior:

Rio de Janeiro x Buenos Aires (Argentina) – 11% mais barato
São Paulo x Budapeste (Hungria) – 34% mais barato
Brasília x Cape Town (África do Sul) – 16% mais barato

Confira também a lista do E-konomista de países para morar e trabalhar.

3. Segurança

No consenso geral, dizem que morar em cidade do interior é mais seguro do que em uma metrópole, por exemplo. Mas, independente do local, o que importa mesmo é a sensação de tranquilidade na hora de sair de casa. A revista The Economist divulgou o ranking 2015 das cidades mais seguras do mundo. Foi considerado indicadores de segurança digital, saúde, infraestrutura e segurança pessoal, em uma escala de pontuação de 0 a 100.

1º Tóquio (Japão) – 85,63
2º Singapura (Singapura) – 84,61
35ª Rio de Janeiro (Brasil) – 63,52
40ª São Paulo (Brasil) – 62,33

4. Transporte

A mobilidade para ir ao trabalho, mercado e até mesmo para se divertir é muito importante na hora de considerar uma cidade ideal. De acordo com o site Inhabitat o melhor sistema de transporte público é da cidade de Tóquio, seguido de Nova Iorque e Londres. Já no quesito preço, podemos considerar que Londres, por exemplo, aparece em 5º lugar no ranking dos transportes mais caros, com média de preço de US$ 3,70 (ou R$ 10,40). Já a cidade com o preço mais barato foi Mumbai (Índia) com média de US$ 0,13 (ou R$ 0,36).

OPORTUNIDADE DE EMPREGO
O E-Konomista não brinca em serviço, e vai te ajudar a encontrar a oportunidade certa. Faça o cadastro gratuitamente e receba vagas no Brasil e no exterior.

Para que você possa comparar melhor, também foi feito uma pesquisa da representatividade do gasto de transporte público com relação ao salário mínimo. São Paulo aparece em primeiro lugar, com 16,95%. Em Istambul (Turquia) a representatividade é de 7,75%, por exemplo.

*Foi considerado a cotação do dólar à R$ 2,81.

5. Salários

Melhor do que sair em busca de um país para morar é ter um bom emprego a sua espera, concorda? O salário mínimo brasileiro, R$ 788,00, não é o pior entre os países do mundo. Porém, também está longe de ser um dos melhores. O E-konomista tem diversas dicas de países para trabalhar no exterior, que estão recrutando brasileiros ou até mesmo que falam português.

  • Os salários mínimos mais altos do mundo:

Nova Zelândia: R$ 5.044,48
Luxemburgo: R$ 5.856,64
Austrália: R$ 5.991,87

  • Os salários mínimos mais baixos do mundo:

Senegal: R$ 166,76
Moldávia: R$ 200,85
Ucrânia: R$ 200,85

A pesquisa foi realizada em Janeiro de 2015 e de acordo com a cotação do Banco Central.

Confira mais países que entraram para a lista

6. Impostos

Este sem dúvidas é um motivos que fazem com que os brasileiros queiram sair do Brasil, seja para viajar, fazer comprar ou até mesmo morar. De acordo com o levantamento da empresa PwC e Banco Mundial, entre 189 países, o Brasil não é o pior, mas…

1º Qatar: com 11,3%
177º Brasil: com 69%
189º Bolívia: com 83,7%

Confira o comparativo entre preços de carros no Brasil x EUA

7. Educação

Uma das grandes oportunidades de se morar em um país estrangeiro são os estudos e aprendizado de um novo idioma. Confira o ranking:

  • Ensino Médio: o estudo “Competitividade Brasil 2014” e as notas do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) classificaram os seguintes países:

1º Canadá 
2º Austrália 
3º Coreia
4º Polônia
5º Espanha
6º Rússia
7º Chile
8º Turquia
9º Brasil
10º México
11º Colômbia

  • Ensino Superior: de acordo com o ranking da Universitas 21 que avaliou 50 sistemas de ensino em 2014:

1º EUA
2º Suécia
3º Canadá e Dinamarca
5º Finlândia
38º Brasil
48º Indonésia
49º Irã
50º Índia

A melhor cidade do mundo para morar

De acordo com o The Economist, a melhor cidade do mundo para morar em 2015 é Toronto (Canadá). E no Brasil veja também as cidades com o maior número de ofertas de emprego.

Não deixe de se cadastrar no E-Konomista para receber gratuitamente vagas e oportunidades de trabalho no Brasil e no exterior.

Estudar inglês vai dar um up na sua carreira. Aprenda rápido!
   

Veja também:

Gostou? Compartilhe!
Receba mais informações como esta!

Receba a nossa newsletter

Ao submeter os seus dados receberá a newsletter, ofertas e publicidade enviado por e-konomista.com.br e pelos nossos Parceiros e aceita os Termos e Condições e a Política de Privacidade. Os dados submetidos serão compartilhados com os nossos Parceiros.

Enviar