Erros que todo mundo comete um dia ao se exercitar

Seja na musculação ou no treino aeróbico, é preciso ter muito cuidado para não machucar o corpo. Veja os erros mais comuns ao se exercitar e corrija-os!

Erros que todo mundo comete um dia ao se exercitar
Confira os erros mais comuns que as pessoas fazem nos treinos

FIQUE EM FORMA SAUDÁVELsaiba como




Fazer exercícios físicos é muito mais do que uma busca por um corpo em boa forma, mas sim uma necessidade para manter a nossa saúde e nosso organismo funcionando corretamente. O problema é que muita gente acaba se exercitando de forma errada e prejudica o corpo mais do que o beneficia. Seja qual for o exercício que você estiver praticando, ele precisa ser feito com consciência para que se atinja os objetivos pretendidos e não machuque o corpo. Confira os erros mais comuns que as pessoas cometem ao se exercitar e fuja deles!
 

ALIMENTAÇÃO SAUDÁVEL
Faça o cadastro no E-konomista e receba as melhores dicas e informações sobre como manter uma alimentação saudável no email.

Não cometa os mesmos erros ao se exercitar

 

1. Não respirar corretamente 

Acha que a respiração correta é uma bobagem? Então certamente está cometendo esse erro, que atrapalha o seu desempenho durante o exercício.  Ao respirar corretamente você oxigena os seus músculos e trabalha o seu fôlego, seu corpo suporta mais ao exercício e você ganha em resistência. Durante todos os tipos de exercício é preciso ter em mente duas coisas:

  • A respiração deve ser abdominal: quando inspiramos não devemos encher o peito de ar, e sim o abdomen. É preciso perceber que sua barriga se enche de ar aos inspirar, ao invés de inflar o peito. Para que essa respiração se torne natural, é preciso praticar. Se você se policiar e se concentrar em praticar essa respiração, logo ela se torna automática.
  • Deve-se inspirar pelo nariz e expirar pela boca: quando estamos em um exercício intenso como uma corrida, dá vontade de inspirar e expirar pela boca, mas é preciso se esforçar para puxar o ar pelo nariz, pois o ar entra nos pulmões aquecido e filtrado.

2. Não respeitar o intervalo entre as séries

Eles são essenciais. Esse descanso de 1 a 3 minutos que o seu personal pede que você faça não é porque você está fraco e precisa recuperar, o seu músculo precisa desse descanso entre as séries. Por quê? É nesse intervalo em que há a liberação de hormônios importantes para o crescimento muscular, o aumento da força e a queima de gordura: o GH e a testosterona.

3. Alongar só depois dos exercícios

errosmaiscomunsaoseexercitar


O alongamento já foi tema de debate entre os profissionais da educação física. Alguns defendem que só deve alongar antes, outros só depois, alguns dizem que é melhor antes e depois e outros sugerem que nem se faça. Mas o que é mais seguro para o seu corpo e previne lesões é: se for fazer exercícios intensos, como uma corrida de 30 minutos, ou praticar musculação é recomendado que você alongue antes. Dessa forma você prepara o músculo para uma extensão maior do que a necessária no dia a dia e também os deixa mais aquecido, depois é melhor não alongar, o repouso é melhor para a recuperação do músculo.

O alongamento pós exercício é recomendado quando você termina o exercício e seus músculos estão muito tensos. Eles foram sobrecarregados – provavelmente porque você intensificou o treino ou porque não se alongou antes – então é melhor alongar, de forma leve, antes do repouso.

4. Achar que ficar na esteira muito tempo vai te emagrecer

Se você comeu e bebeu tudo que não podia no final de semana e acha que ficar na esteira o dobro do tempo na segunda feira vai compensar, você está cometendo um dos erros mais comuns. Um período longo de exercício aeróbico de baixa intensidade não vai te emagrecer, além de ser um sofrimento desnecessário (que você olha pro relógio da esteira a cada 10 segundos). Se o seu objetivo é perder peso, o mais indicado são treinos curtos e intensos com intensidade variada, ou seja, o treino intervalado. Você deve alternar entre intensidades entre muito altas (até 90% da frequência cardíaca máxima) e baixas a médias (até 70%) em períodos de até 30 minutos.

5. Não comer nada depois de se exercitar

errosmaiscomunsaoseexercitar


Tem gente que acha que não comer nada depois do exercício irá favorecer o seu emagrecimento e saúde, um dos erros mais comuns que as pessoas cometem ao se exercitar. Como o músculo trabalhou intensamente, ele precisa se recuperar e precisa de energia para isso. É recomendado uma alimentação leve mas balanceada com carboidratos e proteínas após os exercícios físicos. Não vale também sair pra tomar uma cervejinha com tiragosto, pois seu corpo irá se recuperar mal (devido ao álcool) e repor a energia com gordura, o que não faz bem pro seu corpo.

6. Querer resultados imediatos

Esse é sem dúvida o erro mais comum. Muitas pessoas entram na academia e acham que com um mês já terão perdido peso e/ou ganhado massa muscular. O seu corpo não vai se transformar de uma hora para outra, é preciso ir adaptando os exercícios à sua rotina para que ele vá também se adaptando à forma que você quer deixá-lo, sem pressa. Tomar suplementos e/ou fazer dietas radicais não são as formas mais saudáveis de deixar seu corpo em forma, podem prejudicar a sua saúde e fazer um efeito momentâneo. O corpo começa a dar sinais de estar saudável e exercitado com pelo menos 6 meses de treino consecutivos.

Os erros de postura na musculação que prejudicam o corpo

errosmaiscomunsaoseexercitar


A presença de um personal na musculação é essencial para que não cometamos erros de postura que machucam o nosso corpo e retardam os efeitos desejados do treino. Veja as indicações abaixo e reconheça se você está fazendo errado ou não.

  • Extensor de joelhos

Esse aparelho é ótimo para fortalecer os principais músculos da perna. Mas é preciso ter cuidado com a postura. Você precisa estar com as costas bem eretas, apoiadas, e os seus pés devem estar paralelos o tempo todo. Se você se senta de modo desleixado acaba sobrecarregando as costas e pode prejudicar os joelhos se os pés não estiverem paralelos.

  • Remada ou puxada no pulley

É um ótimo exercício para os braços e para a postura. Fique atento para: apoiar completamente o pé no aparelho, não estender totalmente as pernas, manter a coluna ereta, encostar o triângulo na barriga (e não no peito) e manter os cotovelos fechados, junto ao tronco. Assim você não sobrecarrega as articulações nem ganha dores nas costas

  • Legpress

Esse é o melhor aparelho para deixar as pernas torneadas. Para fazê-lo corretamente é preciso estar com a coluna totalmente apoiada e vigiar os joelhos para que eles não fiquem nem voltados para fora, nem para dentro. Eles têm de estar paralelos para que não haja sobrecarga e a coluna também precisa ficar totalmente apoiada para não fazer um esforço errado e desnecessário. As pernas não devem estender totalmente.

  • Supino reto

Parece ser fácil: é só suspender a barra e colocar no lugar, certo? Errado. Fazer esse exercício sem cuidado pode lesionar a coluna, os ombros e os punhos. Ao deitar-se, certifique-se de que seu olhar fique bem em baixo da barra e, na hora de trazê-la junto ao corpo, faça isso na linha da clavícula e não na linha dos mamilos. Os cotovelos devem ser mantidos na linha do ombro, assim a musculatura é trabalhada de uma maneira muito mais eficiente e não prejudica seus ligamentos. E não se esqueça de manter o abdômen contraído e os punhos neutros, sem flexioná-los para frente ou para trás.

  • Pulley costas

Quem deseja ter as costas bem definidas, costuma apostar no pulley de costas, mas é um exercício fácil de fazer errado. Muita gente puxa a barra para trás da cabeça, e para encaixá-la acaba deslocando o pescoço para frente. Isso é muito prejudicial pois sobrecarrega a cervical, causa desvios na coluna e sobrecarga na articulação dos ombros. Se você não consegue puxar a barra para trás da cabeça sem inclinar o pescoço é melhor trazê-la à frente do corpo com a coluna bem alinhada.

  • Abdominal

É um exercício que fortalece e muito o abdomen mas tem que tomar cuidado para não machucar as costas e o pescoço. Ao fazer abdominal é preciso vigiar-se para não encostar o queixo no peito, o exercício deve levantar a parte superior do tronco e não só o pescoço, que deve estar estável para não prejudicar a coluna. O abdômen não pode estar relaxado, ou você estará trabalhando as costas de forma indevida, mantenha o abdômen contraído durante todo o movimento.

  • Agachamento

O maior risco ao fazer esse exercício, que fortalece muito as pernas é desalinhar a coluna. Tem gente que coloca o corpo ereto e acaba sobrecarregando as costas, é preciso ter uma leve inclinação para frente e arrebitar o bumbum para trabalhar somente as pernas. E cuidado também com os joelhos, se ultrapassar a linha dos pés haverá sobrecarga na lombar e na torácica, além de prejudicar os joelhos.
 

Mantenha uma alimentação saudável com as dicas do E-konomista sobre Bem Estar.


Veja também:

Gostou? Compartilhe!
Ana Luiza Fernandes Ana Luiza Fernandes

Ana Luiza Fernandes é brasileira, natural de Minas Gerais, formada em Comunicação Social com ênfase em Jornalismo e hoje cursa Mestrado em Ciências da Comunicação pela Universidade do Porto, Portugal. Possui trabalhos na área de Jornalismo Cultural, Fotografia, Documentário e Assessoria de Imprensa e é apaixonada pela profissão desde criança.

Receba mais informações como esta!

Receba a nossa newsletter

Ao submeter os seus dados receberá a newsletter, ofertas e publicidade enviado por e-konomista.com.br e pelos nossos Parceiros e aceita os Termos e Condições e a Política de Privacidade. Os dados submetidos serão compartilhados com os nossos Parceiros.

Enviar