8 coisas que você não vai querer que aconteçam no seu casamento

Toda noiva quer que seu grande dia seja perfeito, mas imprevistos acontecem. Veja os fatos mais constrangedores que podem acontecer no casamento e como evitá-los.

8 coisas que você não vai querer que aconteçam no seu casamento
Os maiores pesadelos de qualquer noiva durante o seu casamento

ECONOMIZE NOS SERVIÇOS DA SUA CONTA BANCÁRIA saiba como

Toda noiva quer que no dia do seu casamento tudo saia perfeito. São meses de preparação, muito dinheiro gasto e as expectativas de uma vida inteira sobre esse evento. Por mais que um outro imprevisto acabe quase sempre por acontecer, existem algumas cenas que você não vai querer que se passe no seu casamento, e muitas delas são perfeitamente evitáveis. Veja como.

Check list de casamento para organizar o grande dia, mês a mês

8 constrangimentos que nenhuma noiva quer passar no seu casamento

constrangimentosnocasamento


1. Pisar no vestido

O maior dos constrangimentos, o maior pesadelo de uma noiva. Você está linda, a igreja inteira está olhando para você, seu noivo e o padre te esperam no altar e... você pisa no vestido e cai como um saco de batatas no meio do tapete vermelho. Para piorar: o casamento está sendo filmado. Não há nada mais desconcertante. E muitas vezes, o riso de alguns convidados é inevitável e você nem pode ficar brava, afinal de contas, deve mesmo ser engraçado e difícil de segurar.

Solução: Nada de vestido longo demais. É melhor que ele esteja um dedinho mais curto do que você queria para garantir que não irá pisar. É muito importante fazer a prova do vestido na costureira com o sapato ou sandália que irá usar no dia do casamento para saber exatamente a altura que você vai estar naquele dia.

2. Faltar comida ou bebida no buffet

A festa está correndo bem quando alguém da organização te chama e diz: acabou a bebida/comida. Por mais que os buffets façam as contas da quantidade média que cada pessoa consome por casamento, não dá pra controlar se por acaso um convidado trouxe alguém a mais para a festa ou se alguns deles estiveram tão esfomeados que comeram por 3.

Solução: Você deve sempre arredondar para cima.  Se o buffet te sugeriu 200 bem casados, peça 250. É melhor sobrar do que faltar, mesmo se o orçamento estiver apertado, a vergonha de acabar a comida ou bebida na festa não tem preço. Além disso, alguns buffets fazem consignado de bebida e comida por garantia: você só paga se consumir. Com bebidas isso é bem comum, com comidas você pode ter que optar por congelados. Por mais que seja melhor os petiscos e salgados sairem na hora, fresquinhos, é melhor optar por congelados assados na hora do que não ter o que servir para os convidados. Combine também com o buffet que, se por acaso, a comida/bebida começar a escassear antes do previsto, te avisem com antecedência para que dê tempo de tomar uma decisão como ir comprar mais bebidas em uma distribuidora ou mais petiscos em um restaurante ou padaria, por exemplo.

Serviços mal feitos: o que fazer quando algo não sai como o esperado no dia do casamento

3. Chover em casamento aberto

Já pensou? Parece coisa de filme mas acontece também na vida real. Se o seu sonho é casar em um ambiente aberto, com o ceú como teto da sua cerimônia, precisa se precaver para que nada estrague esse sonho. A chuva em cima de uma casamento pode arruinar tudo. Por mais que seja levinha, é complicado, pois tem há itens que não podem molhar, como a Bíblia, a hostia, a roupa branca da noiva, etc. E o sol muito forte também pode ser difícil. Não dá para participar do casamento de óculos de sol, até o posicionamento do sol tem que ser visto para que os noivos, convidados e padre não fiquem com o olho enrugado a cerimônia inteira pelo sol batendo diretamente em sua direção, nem que todo mundo fique suando muito e derretendo as maquiagens por estar no sol.

Solução: Previsão do tempo e saber como se ele se comporta em sua cidade. Se você quer se casar ao ar livre, escolha uma época do ano que as chuvas são escassas e, de preferência, as temperaturas não estejam nas alturas.  É preciso também ir antes ao local para ver onde o sol estará na hora marcada do casamento para não atrapalhar a visão de todos os envolvidos. Às vésperas do casamento, cerca de 15 dias antes, comece a consultar diariamente as previsões do tempo. Somente em datas mais próximas, os metereologistas conseguem afirmar com maior precisão como o tempo irá se comportar. Com essa antecedência você conseguirá pensar em alternativas, como: tendas para aguentar uma chuva leve ou um sol à pino.  Se a previsão for de chuva forte, é melhor mudar o local ou trocar de data, não arrisque estragar o tão esperado dia.

Veja o que dá para evitar de constrangimentos no dia do casamento

4. As daminhas ou porta aliança não quererem entrar

DICA DO E-KONOMISTA
Na hora de planejar o casamento dos seus sonhos, atenção para que as suas finanças não se transformem num pesadelo. Usar o cartão de crédito certo pode lhe ajudar, confira!

Normalmente as daminhas e porta aliança de um casamento são crianças pequenas que nós queremos que leve graciosidade à cerimônia. É realmente a maior fofura os pequenos entrando até o altar. O problema é que tem criança que na hora H resolve não ir. Seja por medo, por vergonha ou por qualquer outro motivo, muitas crianças acabam ficando nervosas e não se pode obrigá-las a ir.

Solução: Pense em um plano B. Caso a criança não vá, já deixe combinado com alguma amiga ou parente a incumbência de levar as alianças para o altar. Há vídeos  de noivas que, ao ver a aflição da criança, descem do altar e vão até lá e trazem a criança de mãos dadas. É bonito, mas se a criança não for mesmo assim vai ser chato. Algumas noivas pedem também os avós para levar as alianças, o que também fica muito bonito e emocionante.

Veja outros 7 problemas que podem arruinar o seu casamento

5. Ficar com a maquiagem toda borrada de choro

O casamento é um momento muito emocionante, é realmente difícil segurar as lágrimas diante de uma cerimônia como essa. Até as noivas mais duras costumam marejar os olhos em algum momento do casamento. Se você é daquelas que choram fácil então, é preciso ficar atenta para não entrar na igreja uma princesa e sair um panda.

Solução: Maquiagem a prova d’água, não tem outro remédio. Elas são mais caras sim, mas é melhor evitar que as fotos do seu casamento estejam com você toda borrada de maquiagem, certo? Você pode também ter uma “amiga-assistente” que te ajude a manter-se bem maquiada durante todo o evento, por isso peça a ela que tenha à mão uma bolsinha de maquiagens de urgência.

Existem também os erros de organização que podem arruinar o casamento

6. Um dos convidados beber demais e “pegar mal” na festa

Acontece com muita frequência em casamentos de algum convidado exagerar na bebida, já que é tudo de graça e com fartura. Você está conversando e os garçons enchendo seu copo a cada gole, é preciso ter certa prudência para não se embriagar. É claro que todo quer comemorar, ficar alegre e festejar o acontecimento, mas tem sempre aquele parente que já é conhecido por beber umas e outras a mais.

Solução: Olho nele(a). Se você já sabe quem é que tem tendência a beber demais e “pegar mal”, peça à pessoa mais próxima à ele(a) que ajude a moderar na bebida. Se isso não resultar, o jeito vai ser fazer um combinado com os garçons: “Está vendo aquele senhor? Menos bebida para ele. E coloca uns 2 dedinhos de água nesse whisky ”. A última coisa que você precisa é de alguém fazendo algazarra ou até passando mal no meio da pista, dá o maior climão, todo mundo fica desconfortável. Se há alguém sem limites, o melhor é previnir.

Já sabe onde passar a Lua de Mel?Baixe o app grátis e fique de olho nas oportunidades de passagens e hospedagem!

7. Ficar desconfortável com o vestido e/ou sapatos    

constrangimentosnocasamento


É óbvio que você quer ficar linda no seu grande dia, mas não deixe o conforto de lado em prol da beleza, tente balanciar os dois elementos. Há noivas que escolhem vestidos e sapatos  lindos mas muito desconfortáveis e no meio da festa já estão fartas de tanto aperto. É preciso ponderar na hora da escolha do vestido e do sapato/sandália porque você vai ficar várias horas usando aquele traje.

Solução: É claro que escolher um vestido e um sapato confortáveis é a melhor solução. Hoje em dia existem vestidos de noiva que tiram a saia volumosa, para que a noiva tenha mais conforto durante a festa sem perder o glamour na cerimônia. E tirar a sandália durante a festa para colocar as havaianas personalizadas pode até ser clichê, mas é mega confortável e vai ser um alívio para as noivas – e também para as convidadas. Aposte no seu conforto, seu dia tem que ser bonito mas também prazeroso.

Stress pré-casamento: veja se você apresenta alguns dos sinais

8. Convidados indesejados

É muito difícil evitar “penetras” em festa de casamento. Sempre tem um engraçadinho que quer aproveitar para comer e beber às custas dos outros, sem nem conhecer o casal.

Solução: Primeiro: normalmente, os penetras vêm à convite de algum convidado da festa. Aquele +1 que não pediu para levar ninguém e acaba carregando uma pessoa e pode atrapalhar sua festa. No seu grande dia, você quer estar rodeado de pessoas queridas para você, não por desconhecidos. Então, peça aos seus convidados que tenham bom senso e que se desejarem levar mais alguém, consultar os noivos para ver se é possível. Quando a situação foge do controle e há “penetras” demais, pode comprometer até o buffet. Nesses momentos, vale até pedir aos seguranças que, educadamente, convidem os penetras a se retirarem. Segundo: Se há alguém que você não deseja ver em seu casamento, não convide e deixe isso muito claro às pessoas relacionadas à essa pessoa. Um primo com quem você não se dá bem, ou a mulher de um tio que você não gosta, etc. Você não vai querer, no seu grande dia, lidar com pessoas que você não gosta. Alguns familiares fazem pressão: “mas ele é da família”. Se você quiser engolir o sapo, ok, mas saiba que você não é obrigada, é o seu grande dia e você vai bancar todos os convidados, está em seu direito de escolher quem vai ou não.

Encontre a conta bancária ideal para você. Saiba mais.


Veja também:

Gostou? Compartilhe!
Ana Luiza Fernandes Ana Luiza Fernandes

Ana Luiza Fernandes é brasileira, natural de Minas Gerais, formada em Comunicação Social com ênfase em Jornalismo e hoje cursa Mestrado em Ciências da Comunicação pela Universidade do Porto, Portugal. Possui trabalhos na área de Jornalismo Cultural, Fotografia, Documentário e Assessoria de Imprensa e é apaixonada pela profissão desde criança.

Receba mais informações como esta!

Receba a nossa newsletter

Ao submeter os seus dados receberá a newsletter, ofertas e publicidade enviado por e-konomista.com.br e pelos nossos Parceiros e aceita os Termos e Condições e a Política de Privacidade. Os dados submetidos serão compartilhados com os nossos Parceiros.

Enviar