O que fazer em caso de enchente: 8 dicas essenciais de segurança para o motorista

Os alagamentos continuam fazendo vítimas fatais em todo o Brasil, e sempre nas estações chuvosas. Reduza os riscos e saiba o que fazer em caso de enchente.

O que fazer em caso de enchente: 8 dicas essenciais de segurança para o motorista
Saiba o que fazer em caso de enchente

O período de chuvas está chegando, e com ele aumenta a preocupação dos motoristas com um problema recorrente nas cidades brasileiras: o que fazer em caso de enchente. Enquanto as autoridades preferem culpar a natureza para não fazer nada a respeito, no Japão até os terremotos têm seus impactos minimizados, graças ao elevado desenvolvimento da tecnologia e de ações preventivas. Como não estamos no Japão, resta saber, no caso dos motoristas, o que fazer em caso de enchente, ou seja, tomar medidas para evitar danos ao carro e para preservar a segurança de seus ocupantes.

O que fazer em caso de enchente?

Um carro é avaliado como PT (Perda Total) quando o valor gasto para repará-lo equivale a mais de 75% do seu valor de mercado. No caso dos alagamentos, saber o que fazer em caso de enchente é fundamental para evitar o temido prejuízo. No geral, casos de perda total se configuram quando o nível da água alcança o painel de instrumentos, mas enquanto isso não acontece, saber o que fazer em caso de enchente é fundamental para evitar maiores prejuízos. Podemos destacar as seguintes precauções em caso de alagamentos:

1. Nunca tentar dar partida se o carro morrer

Uma vez que o motor pare ao passar por uma área inundada, jamais, em tempo algum, sob hipótese nenhuma deve-se dar a partida no carro. Caso tente, o motorista desavisado será responsável direto por um calço hidráulico, ou seja, será o fim do motor.

2. Sustente a primeira marcha

Passando por uma região alagada na primeira marcha e na mesma rotação, evita-se que a água se infiltre no motor e a consequente queima de componentes eletroeletrônicos.

3. Jamais atravesse uma via desconhecida

Se a rua pela qual se está passando não é conhecida, o ideal é não forçar a passagem. Isso evita afundamento em buracos submersos e colisões em eventuais obstáculos embaixo d’água.

4. Keep Calm and aumente a cautela

Pode ser que o carro apresente sinais luminosos no painel, acusando anormalidades na bateria, injeção eletrônica e em freios ABS. Veículos com tração nas 4 rodas podem também apresentar pane no funcionamento da tração, no entanto, todos são sinais normais em caso de passagem por uma área alagada. O que fazer em caso de enchente, nesse caso, consiste em manter a calma e permanecer em velocidade constante.

Enchente

5. Não tenha pressa

Pode ser que a água suba abruptamente. Não insista, tente encontrar um lugar mais alto para estacionar o veículo e aguarde a chuva passar.

6. Nada de ar condicionado

Outro fator de risco para a ocorrência de calço hidráulico é manter o ar condicionado ligado. Caso insista, o motorista poderá fazer com que entre água na tomada de ar do motor.

7. Respeite o nível máximo de água

Carros não são navios, tampouco submarinos. No máximo, a água pode alcançar até a metade da roda. Acima disso, os riscos de danos aumentam exponencialmente caso o motorista ignore o que fazer em caso de enchente .

8. Passou pela enchente? Ainda não acabou!

Mesmo que tenha tido êxito em passar pelo alagamento, o ideal é levar o veículo imediatamente para uma oficina. Embora o carro possa funcionar, é possível que tenha havido contaminação do óleo do motor, de transmissão e do cânister. Fora o sistema de ventilação, que deverá passar por uma completa vistoria para eliminar fungos e outros germes.

Veja também:

Gostou? Compartilhe!
Receba mais informações como esta!

Receba a nossa newsletter

Ao submeter os seus dados receberá a newsletter, ofertas e publicidade enviado por e-konomista.com.br e pelos nossos Parceiros e aceita os Termos e Condições e a Política de Privacidade. Os dados submetidos serão compartilhados com os nossos Parceiros.

Enviar