O que é IRRF: como calcular, vencimento e restituição

Entenda como funciona o IRRF, como calcular o imposto e o salário líquido após o desconto. Saiba também quando é o vencimento e quem tem direito à restituição.

O que é IRRF: como calcular, vencimento e restituição
Veja como calcular o IRRF e o salário líquido após o desconto

O Imposto de Renda Retido na Fonte - IRRF - é um dos principais descontos mensais no salário de quem trabalha com carteira assinada. O Imposto de Renda é devido pelo contribuinte, mas a obrigação de retenção do valor é do empregador. O valor da contribuição varia conforme o salário do empregado.

Como calcular o IRRF

Para calcular o IRRF é fundamental saber qual será o desconto para o INSS - que varia entre 8% e 11%. Para isso pode consultar a tabela de INSS vigente em 2015 no site da Previdência Social

O cálculo do IRRF deverá ser feito em duas fases: 

1ª fase: Depois de descontado o valor de contribuição para o INSS, sobre o restante é calculado o valor do IRRF. O número de dependentes também irá influenciar na conta. Para cada dependente  (cônjuge, filho ou enteado até 21 anos, filho ou enteado até 24 se for universitário ou estiver cursando escola técnica) é abatido R$ 189,59 mensais.

Vamos tomar como exemplo uma pessoa cuja o salário bruto é de R$ 3mil por mês, neste caso alíquota de INSS aplicada será de 11%, que irá corresponder a R$ 330,00 de contribuição. Vamos considerar que essa pessoa tenha um único dependente e, por isso, terá direito ao abatimento de R$ 189,59 mensais. O cálculo será o valor bruto do salário - INSS - desconto de dependentes = Valor de IRRF. 

Exemplo: R$ 3mil (salário bruto) - R$330,00 (INSS) - R$ 189,59 (dependente) = R$ 2.480,41 (salário-base para o cálculo do IRRF).

2ª fase: Sobre o salário-base será aplicada a alíquota correspondente, que neste caso é de 7,5%. O resultado será R$ 186,03 do salário.  Por fim, deve-se subtrair a parcela a deduzir (conforme a tabela indica), que no caso é de R$ 142,80. O Imposto de Renda pago é de R$ 43,23.

Para chegar a conclusão de qual será o valor do salário líquido basta subtrair os valores de desconto ao salário bruto: R$ 3mil (salário bruto) - R$ 330 (INSS) - R$ 43,23 (IR) =  R$ 2.626,77 (salário líquido).

Tabela IRRF 2016

Veja a tabela vigente no ano de 2016 (referente aos meses de 2015).

 

Salário Alíquota (%) Valor a deduzir (R$)
Até R$ 1.903,98 0 Isento
De R$ 1.903,99 a R$ 2.826,65 7,5% R$ 142,80
De R$ 2.826,66 a R$ 3.751,05 15% R$ 354,80
De R$ 3.751,06 a R$ 4.664,68 22,5% R$ 636,13
Acima de R$ 4.664,68 27,5% R$ 869,36

 

Vencimento do imposto

O empregador tem de fazer o recolhimento do IRRF até o último dia útil do segundo decêndio do mês subsequente ao mês trabalhado. Ou seja, até o dia 10 do mês seguinte ao do respectivo pagamento de salário.

Como funciona o recolhimento do IRRF

O recolhimento do Imposto de Renda de pessoa física é de responsabilidade das fontes pagadoras. Ou seja, é obrigação da empresa recolher e apurar o imposto dos empregados aos quais efetua pagamentos. As alíquotas aplicadas variam de 7,5% a 27,5% do salário mensal.

Assim como o INSS, o Imposto de Renda é um imposto obrigatório descontado diretamente do salário do trabalhador. Enquanto que o INSS é calculado a partir do valor bruto salarial, o IRRF é calculado já tendo em conta o desconto feito para a Previdência Social. Isso quer dizer que, primeiro desconta-se o INSS, e do valor restante é que se faz o desconto do IRRF.

Quem tem direito à restituição do IRRF

Todos os anos os contribuintes tem de fazer a Declaração de Ajuste Anual do Imposto de Renda da Pessoa Física. Com base na declaração é feito o ajuste de contas entre o contribuinte e o fisco. Assim, tem direito a restituição aquelas pessoas que descontaram Imposto de renda a mais durante o ano anterior.

Quem tem direito a receber a restituição do Imposto de Renda Retido na Fonte tem que estar atento aos pagamentos. A Receita Federal faz a restituição em sete lotes - entre Junho e Dezembro. 

O pagamento pode ser creditado diretamente na conta bancária. Quando há erro no preenchimento desses dados, o valor volta para o Banco do Brasil e, nesse caso, é necessário ir fazer o saque pessoalmente.

Veja também:

Gostou? Compartilhe!
Poliana Oliveira Poliana Oliveira

Nasceu em Brasília, cresceu em Goiânia e vive há oito anos em Portugal. Formada em Jornalismo pela Escola Superior de Comunicação Social, em Lisboa. Trabalha na área de Marketing Digital. Adora cães, cinema, dança e viagens.

Receba mais informações como esta!

Receba a nossa newsletter

Ao submeter os seus dados receberá a newsletter, ofertas e publicidade enviado por e-konomista.com.br e pelos nossos Parceiros e aceita os Termos e Condições e a Política de Privacidade. Os dados submetidos serão compartilhados com os nossos Parceiros.

Enviar