Negócios que dão certo em quase todo bairro

Os comércios de bairro são nichos de mercado que têm crescido com a crise financeira. Conheça 5 ideias de negócios que dão certo nos bairros.

Negócios que dão certo em quase todo bairro
Veja 5 ideias de negócios que dão certo para montar no seu bairro

Existe um nicho de mercado que cresce fora dos shoppings e esses são os típicos negócios que dão certo em bairros, especialmente em tempos de crise. Quase toda vizinhança tem pequenos pontos de comércio que são essenciais para os seus moradores, aquela padaria que serve o pão quentinho às 6h da manhã, a manicure que funciona aos domingos, a academia que abre bem cedinho para dar tempo de exercitar antes de ir ao trabalho. 

5 ideias de negócios que dão certo dentro dos bairros

1. Cabelereiro e estética

A preocupação com a imagem tem feito os brasileiros gastarem cada vez mais dinheiro com estética. Os salões de cabelereiro, barbeiros, manicures, depilação, sobrancelhas têm lucrado com isso, e normalmente você tem que ligar com antecedência se quiser ser atendido. Isso quer dizer que está sobrando cliente naquele estabelecimento. Que tal oferecer um bom serviço, a um bom preço para os moradores do seu bairro? Esse é o tipo de comércio que gera fidelidade e se você tiver um bom serviço pode garantir clientes por anos (e que ainda indicam para os amigos). É comum ouvir: “Eu só corto o cabelo com o Ricardo”, “Eu faço a unha com a Maurília, lá no bairro, ela é ótima”, “Só o João faz minha barba do jeito que eu gosto”. Atenda a demanda dos seus clientes e eles voltarão.

2. Comércio de alimentos

As famílias gastam uma boa parcela de seu ordenado com a alimentação. Seja nas padarias, nos mercados ou nos estabelecimentos que servem comidas prontas, eles são sempre necessários para atender a demanda dos moradores. As mercearias/padarias são essenciais: você está fazendo um almoço no domingo e faltou molho de tomate. Corre lá na mercearia e compra! Bateu aquela fome de madrugada e a pizzaria do centro é cara e demora pra entregar: dá um pulo naquela aqui do bairro. E com a correria do dia a dia mal dá tempo de preparar as refeições, por isso as lanchonetes, pizzarias, creperias e restaurantes de comida a quilo ou marmitex são excelentes exemplos de negócios que dão certo nos bairros.

3.   Pequenos consertos e reformas

Pequenos serviços e reparos em casa são sempre necessários, e em tempos de crise o famoso “quebrou, compra outro” ganhou fama de consumismo e agora voltamos a querer consertar o que não está funcionando. Ainda bem, o meio ambiente e os pequenos negócios de bairro agradecem. Por isso quem faça pequenos reparos elétricos, hidráulicos, conserte máquinas de lavar, ferro de passar roupa, ajeite antena de TV a cabo e outras infinidades de coisas que precisam ser feitas em casa são profissionais requisitados e hoje em dia é preciso ter confiança para receber alguém em sua casa.

4. Academias

Novamente, a preocupação com o bem estar faz parte dos negócios que dão certo em bairros. Aqui entra a preocupação com a estética e com a saúde. As academias de ginástica são bons negócios para bairros pois as pessoas podem se deslocar rapidamente até lá antes ou depois de irem ao trabalho, sem precisar gastar tempo e dinheiro com o deslocamento até o local de se exercitar. O que costuma acontecer é de montarem academias muito deficientes nos bairros, e muita gente acaba preferindo gastar mais dinheiro e tempo para ir exercitar no centro e nos shoppings. O ideal é investir na customização: seu bairro tem muitos idosos? Prepare aulas, fisioterapia e profissionais que saibam acompanhar o exercício para a terceira idade. Tem muitos jovens interessados em malhar?  Equipe bem a sala de musculação. Tem muitas senhoras que gostam de aulas diversas? Prepare salas e profissionais de pilates, zumba, spinning, etc.

5. Escolas de arte

Esse é um exemplo de negócios que dão certo principalmente em bairros onde há muitas famílias com crianças. Os pais têm a preocupação de integrar os filhos às artes, por isso é recorrente que eles coloquem as crianças em escolas de música, de teatro, de dança, de pintura, etc. Se essas escolas estiverem no seu próprio bairro, melhor ainda.

Comodidade e confiança são os principais pilares

Na padaria do centro você encontra uma variedade enorme de tipos de produtos de panificação, mas lá tem fila, é mais caro e você gasta mais tempo para comprar. É aqui que os comércios de bairro ganham o cliente. A comodidade de estar logo ali, o conforto de já conhecer o dono e ser chamado pelo nome e ainda a possibilidade de oferecer produtos sobre demanda. Imagine a situação:

(Cliente) – Oh Joana, não tem café em pó aqui na padaria não?
(Vendedora) – Oh Senhor Manuel, não tem, mas na semana que vem eu compro, pode deixar!

Você sabe o que o seu cliente precisa e se você não oferecer esse produto ele vai buscá-lo em outro lugar. Assim, você pode ir adaptando o seu comércio para customizar o serviço a seus clientes. Mantendo bons preços, a confiança de sempre e customizando o negócio para atender os clientes – assim funcionam os negócios que dão certo nos bairros.

Veja também:

Gostou? Compartilhe!
Redação E-konomista Redação E-konomista

O E-konomista é um portal on-line que busca fornecer dicas sobre economia em diversos aspectos da vida. Caso queira contactar a nossa redação, envie um e-mail para o info@e-konomista.com.br.

Receba mais informações como esta!

Receba a nossa newsletter

Ao submeter os seus dados receberá a newsletter, ofertas e publicidade enviado por e-konomista.com.br e pelos nossos Parceiros e aceita os Termos e Condições e a Política de Privacidade. Os dados submetidos serão compartilhados com os nossos Parceiros.

Enviar