As multas mais comuns nas férias

Evite multas e perda de pontos na sua carteira nacional de habilitação. Mais vale investir em segurança do que se arriscar a causar um acidente nas rodovias.

As multas mais comuns nas férias
Saiba o que não fazer ao pegar a estrada.

Com o início do ano e o período de férias seguindo a todo vapor, é comum motoristas pegarem a estrada sem se importar muito se estão cometendo uma infração de trânsito. Afinal, são muitos detalhes para se preocupar, conservação do carro, combustível, as horas dentro do veículo e as despesas com pedágio. Quem vai ligar se algum detalhe não estiver conforme a lei determina?

As multas mais comuns nas férias

Pode não parecer, mas um simples passeio com o amado cãozinho no banco da frente pode render uma multa indigesta. Além dessa, existem outras multas que são típicas dos motoristas que pegam a estrada nas férias. Veja quais:

1. Deixar de acender os faróis baixos

  • Pontos na CNH: 4
  • Multa: R$ 130,16

Ok, essa é uma determinação que passou a valer recentemente, com ampla repercussão na mídia. Mesmo assim, há quem ainda pense que a suspensão da lei 13.290/16, que vigorou por apenas um mês, continua valendo. Ledo engano, por isso, ao pegar a estrada, ligue os faróis baixos, ou as lâmpadas de Led (DRL), caso seu carro seja equipado com elas.

2. Carga excedendo o comprimento ou largura da caçamba

  • Pontos na CNH: 5
  • Multa: R$ 195,23

Toda carga que exceder em 60% a distância entre eixos após o eixo traseiro resultará em punição para o motorista. Para ilustrar, equivale dizer que numa Saveiro, cuja distância entre eixos é de 2,752 metros, nenhum objeto a ser transportado pode “sobrar” mais do que 1,65 metros para trás. Para ajudar, a lei permite que a tampa da caçamba permaneça abaixada, desde que não impeça de se visualizar a placa.

Existem carros com extensores de caçamba, a maioria já adaptada para se adequar à lei, como é o caso dos extensores para o Fiat Toro e Renault Oroch.

Recebi uma multa injustamente, como recorrer?

3. Excesso de altura no bagageiro

  • Pontos na CNH: 5
  • Multa: R$ 195,23

Mais ou menos como no caso dos veículos com caçamba, ao transportar cargas no bagageiro, elas não poderão ultrapassar os limites de comprimento e largura do carro. Exceto se a carga for de bicicletas, a altura máxima é de 50 cm.

4. Bicicleta escondendo a placa traseira

  • Pontos na CNH: 7
  • Multa: R$ 293,47

Há motoristas que fazem por descuido, mas o fato é que transportar bicicletas na tampa traseira do carro, de forma que a placa fique escondida dá multa, e bem pesada. Nesse caso, para evitar a autuação, é necessário usar placa extra, em suporte exclusivo equipado inclusive com iluminação.

5. Conduzir animal solto no colo

  • Pontos na CNH: 4
  • Multa: R$ 130,16

A cena é fofa e deixa muita gente comovida, mas trata-se de uma infração de trânsito que rende uma salgada multa. Deixar o cãozinho no colo, solto e no banco da frente, e pior, com a cabeça para fora pegando ar é proibido. A regra é clara: transportar pessoas ou animais soltos à esquerda é infração.

O correto e seguro é levar o dog no banco de trás preso a um cinto de segurança exclusivo para cães. A boa notícia é que transportar seu bichinho de estimação de forma totalmente segura e conforme a lei determina não sai tão caro. Um cinto de segurança para cães custa entre R$ 25,90 e R$ 79,90. Mais barato do que se for pagar a multa.

Veja também:

Gostou? Compartilhe!
Julio Benck Julio Benck

Jornalista em permanente formação, entende que toda profissão tem sua arte e uma beleza característica, é só saber encontrar.

Na Web: