Mudar de emprego aos 40 faz sentido?

Vale a pena mudar de emprego aos 40 anos? Saiba quais as vantagens e desvantagens dessa mudança e dicas de especialistas para tomar a decisão de forma correta

Mudar de emprego aos 40 faz sentido?
Veja dicas de especialistas para mudar de emprego aos 40

Você está trabalhando em uma mesma área já há muitos anos e vem o pensamento: “é isso mesmo que eu quero da minha vida?”. Já passou por isso? Saiba que você não é o único, querer mudar de emprego no fim dos 30 anos ou princípio dos 40 é mais comum do que se imagina, de acordo com os especialistas. Veja a avaliação dos prós e contras de mudar de emprego aos (ou depois dos) 40 anos e como se preparar para uma mudança como essa.  

Vale a pena mudar de emprego depois dos 40?

Para muitas pessoas, mudar de emprego depois dos 40 pode ser libertador e para outras não pode funcionar muito bem. O que acontece é que somos obrigados a decidir uma profissão quando somos muito jovens, antes mesmo de atingir a maioridade, portanto a maior parte das pessoas não é madura o suficiente para saber de fato a que quer se dedicar profissionalmente pelo resto da vida. Ao chegar entre os 37 e 45 anos e já ter anos de mercado, a dúvida aparece, o profissional se vê infeliz com a escolha e quer mudar de emprego. Segundo o coach de carreira, Maurício Sampaio, essa sensação é tão forte que é considerada normal pelos estudiosos no assunto. Mas como decidir se vale a pena? Veja as dicas dos especialistas.

As áreas com menor probabilidade de emprego em 2016

Como analisar se vale a pena mudar de emprego

Em tempos de crise, essa análise precisa ser ainda mais profunda. A oferta de empregos retraiu e, por mais que o profissional tenha experiência,  o medo de abandonar a estabilidade para procurar maior prazer na profissão pode ser algo difícil. Veja o que os especialistas recomendam que os profissionais ponderem e façam caso queiram mudar de emprego nessa fase da vida.

1. Faça um balanço

É preciso parar, analisar, refletir e agir novamente. O profissional precisa pensar o que valeu e o que não valeu a pena na atual carreira, onde colocar mais esforços e tomar decisões estratégicas para viver com plenitude nos próximos anos. É preciso ter a consciência dos prós e contras (em termos pessoais, profissionais e financeiros) que a mudança implica.

ENCONTRE A OPORTUNIDADE
QUE VOCÊ
PRECISA

2. Verifique se essa mudança irá determinar a sua qualidade de vida

O mais comum nessa vontade de mudar de emprego é o profissional estar satisfeito financeiramente mas sentir-se culpado por se dedicar demais ao trabalho e menos a si mesmo ou à família. Ele desprende mais tempo a ganhar o seu orçamento do que a vivê-lo e aproveitar a vida: aí vem o sentimento de culpa, de estar perdendo a vida dentro de um escritório. A dica do coach Maurício Sampaio é analisar se a escolha de mudar de emprego irá lhe trazer um alívio, lhe provocar prazer em trabalhar (o que não tem no atual emprego) e significar uma válvula de escape para algo que vai lhe esgotar em pouco tempo. Sente-se assim? Tem um motivo a mais para ponderar mudar de emprego aos 40.

3. Mudar de emprego para ganhar menos

Em muitos casos isso irá acontecer: o ordenado de quem muda de emprego aos 40 abaixa, e isso assusta muitos profissionais. Vale a pena? Você precisa avaliar se está disposto a ganhar menos para assumir essa mudança e ter maior prazer no trabalho. Para Ylana Miller, sócia-diretora da Yluminarh e professora da Ibmec, por vezes é necessário “dar um passo para trás” visando novas perspectivas profissionais. O ideal é avaliar se a nova oportunidade está alinhada ao seu plano de carreira, mesmo que isso custe uma redução salarial, momentânea ou não. Essa atitude deve ser planejada e pautada nos valores, crenças e necessidades de cada um. Muitas vezes o profissional quer mudar de emprego mas não quer (ou não pode) ter uma redução salarial, portanto é preciso refletir e pesar os prós e contras entre um trabalho e outro. Quando vale a pena mudar de emprego para ganhar menos? Quando o seu salário não está te trazendo a felicidade que você imaginava e você precisa de mais tempo/prazer do que dinheiro para ser feliz.

Teletrabalho vale mesmo a pena?

4. Analisar o mercado

Você está decidio a mudar de emprego? Então é hora de analisar o mercado. Ver as ofertas que estão disponíveis, as médias salariais, as perspectivas de crescimento e evolução profissional que essa nova carreira pode lhe trazer. É preciso mais do que um bom currículo, uma boa rede de contatos (netwworking) e marketing pessoal serão essenciais na sua colocação em uma nova área. Procure conhecer profissionais da área, ver os prós e contras da nova profissão para não trocar 6 por meia dúzia. Verifique se mudar de emprego será ideal para esse momento de sua vida.

5. Esteja preparado para a mudança

Os especialistas alertam: não vai ser fácil. É um processo de readaptação quando o nosso corpo e mente já se preparam para estabelecimento e manutenção. É preciso saber enfrentar uma mudança de horários, de ritmo e de colocação dentro de uma empresa – muda toda a dinâmica de uma vida. Essa mudança pode ser muito boa como pode ser sofrida. Esteja preparado para ela (e se achar que não está, pense duas vezes antes de mudar de emprego), busque apoio na família e amigos – isso será importante para que você persista em seu objetivo.
 

Baixe o aplicativo para ver as vagas de emprego do dia no seu smartphone


Veja também:

Gostou? Compartilhe!
Ana Luiza Fernandes Ana Luiza Fernandes

Ana Luiza Fernandes é brasileira, natural de Minas Gerais, formada em Comunicação Social com ênfase em Jornalismo e hoje cursa Mestrado em Ciências da Comunicação pela Universidade do Porto, Portugal. Possui trabalhos na área de Jornalismo Cultural, Fotografia, Documentário e Assessoria de Imprensa e é apaixonada pela profissão desde criança.

Receba mais informações como esta!

Receba a nossa newsletter

Ao submeter os seus dados receberá a newsletter, ofertas e publicidade enviado por e-konomista.com.br e pelos nossos Parceiros e aceita os Termos e Condições e a Política de Privacidade. Os dados submetidos serão compartilhados com os nossos Parceiros.

Enviar