Quanto custa morar no Rio de Janeiro: média do aluguel e mais despesas

Quem nunca sonhou em ter um lugar ao sol na Cidade Maravilhosa? Veja quanto custa morar no Rio de Janeiro, uma das cidades mais caras do mundo.

Quanto custa morar no Rio de Janeiro: média do aluguel e mais despesas
Confira o gastos por trás do sonho de morar no Rio de Janeiro.

Quem nunca sonhou em ter um lugar ao sol na Cidade Maravilhosa? Terra de belezas naturais, oportunidades de emprego e empreendedorismo e, ainda com a violência, apresentam qualidade de vida e opções para todos os bolsos e perfis culturais. No entanto, o título de 11ª cidade mais cara do mundo para se viver pode fazer muitos desistirem do sonho. Veja quanto custa morar no Rio de Janeiro.

Veja também quanto custa morar em São Paulo

Quanto custa morar no Rio de Janeiro


Moradias

Dona do metro quadrado mais caro do Brasil, morar na cidade do Rio de Janeiro com qualidade não é pra qualquer um. No entanto, viver no Rio tem toda a possibilidade de cultura do Leblon, os esportes do Flamengo e Barra da Tijuca, os barzinhos e baladas da Lapa e a segurança do Leblon e da Lagoa. Veja alguns exemplos de onde os alugueis são mais caros e baratos e veja se está pronto para a mudança.

Mais caros

Entre os bairros mais caros e seguros do Rio de Janeiro podemos destacar, em primeiro lugar, Ipanema. O bairro cobra, em média, R$ 71,52 o metro quadrado e pode-se encontrar imóveis de dois dormitórios em 80 m2 para alugar por, no mínimo R$ 4.500 e no máximo R$ 10.285 mensais.

Em segundo lugar temos o Leblon, com o preço médio do metro quadrado de R$ 69,47. No bairro, um imóvel com a mesma metragem e dormitórios cotados em Ipanema custa, no mínimo, R$ 3.773,60 e no máximo R$ 8.300. O bairro da Lagoa também está entre os mais caros e seguros do Rio de Janeiro. Custando cerca de R$ 58 o metro quadrado, os dois dormitórios em uma área de 80m2 custa o mínimo de R$ 3.048 e o máximo de R$ 6.500. Outras opções ainda entre as mais caras estão os bairros da Gávea, Jardim Botânico e Botafogo.

Mais baratos

Já entre os bairros mais baratos do Rio podemos começar com o Méier, apresentando preço médio do metro quadrado de R$ 21,33 a aluguéis que vão de R$ 1.200 a R$ 2.400 para 80m2 e dois dormitórios; a seguir temos a Ilha do Governador, custando R$ 23,20 o metro quadrado e alugueis que vão de R$ 1.333 a R$ 2.500 nas mesmas configurações do anterior. Jacarepaguá também está entre os bairros mais baratos, custando R$ 23,48 o metro quadrado e com aluguéis que variam de R$ 1.173 a R$ 2.666 para dois dormitórios em 80m2. Outras opções com valores intermediários estão nos bairros do Recreio, Vila Isabel, Tijuca, Copacabana, Flamengo e Centro.

Alimentação

Uma vez que é possível bancar seus custos com habitação para morar no Rio de Janeiro, é hora de computar os gastos referentes a alimentação. Seja ela em restaurantes ou compras no supermercado, veja qual é a média para comer bem ao mês na cidade.

Em restaurantes

Um dos pontos que devem ser avaliados antes de morar no Rio de Janeiro é sobre sua necessidade ou exigência em comer fora, pois os custos podem estourar o orçamento. Em um restaurante econômico, por exemplo, um menu simples varia entre R$ 17 e R$ 32,41. Já para duas pessoas, em um restaurante intermediário, os gastos vão de R$ 70 a R$ 160. Deste modo, se comer fora faz parte de sua rotina, coloque também no papel os custos referentes à alimentação fora de casa.

Supermercados

Gasto crucial após as despesas com moradia. Afinal, quanto uma compra básica no supermercado pode custar por mês? Prepare-se, pois a média de gastos para uma pessoa sozinha em alimentação é de cerca de R$ 650, comendo confortavelmente. Como base, podemos destacar os custos de itens como um litro de leite, variando entre R$ 3 a R$ 3,80; um quilo de arroz, entre R$ 3 e R$ 4,50; uma dúzia de ovos, de R$ 4 a R$ 6 e cortes variados de carnes brancas ou vermelhas vão de R$ 18 a R$ 30 o quilo.

Transporte

Morar no Rio de Janeiro, além dos altos custos das mais variadas vertentes, este tópico merece atenção pois todos sabem que a vida em cidades como esta demandam muito tempo dentro de carros ou transportes públicos para se deslocar de um ponto a outro. Veja os custos:

Transporte Público e Táxi

Com o crescente aumento da gasolina, trânsito caótico e riscos de locomover-se com seu próprio veículo, a procura pelos transportes públicos tem considerável aumento. No entanto, nem assim a população está livre de uma deficiência na qualidade dos serviços, o que coloca em dúvida sobre o que preferir. Os valores em transportes públicos sofreram recente reajuste e, de R$ 3,40 foram para R$ 3,80. Os ônibus intermunicipais também aumentaram, passando de R$ 5,90 para R$ 6,50. Porém, se preferir pelo táxi, a bandeirada custa R$ 5,40 (comum), R$ 7 (especial), além do valor por quilômetro rodado: R$ 2,30 (bandeira 1) ou R$ 2,76 (bandeira 2). A hora parada ou de espera tem custo de R$ 28,98 (convencional) e R$ 50,40 (executivo).

Combustível

O povo brasileiro e sua frequente luta contra o aumento desenfreado do combustível. No período de 17 a 23 de Janeiro, a ANP divulgou a média dos preços de combustíveis na cidade do Rio. Como resultado, a gasolina é comercializada a R$ 3,82 o litro; o álcool, a R$ 3,20 e o diesel, a R$ 2,96.

Despesas Gerais

Além dos custos gerais já citados, morar no Rio de Janeiro demanda também gastos com contas de água, luz, telefone e também algum valor direcionado para hobbies e entretenimento. As contas básicas de luz e água ficam entre R$ 209 e R$ 600 em uma casa com duas pessoas e as de internet, com velocidade de 10MB tem como média os R$ 81. Quanto a atividades e entretenimento, um ingresso de cinema, por exemplo, tem custo de cerca de R$ 23 e R$ 30 para filmes 3D. Planos de academia também encarecem as despesas mensais, com valores que vão de R$ 90 a R$ 250.

Veja também:

Gostou? Compartilhe!
Heloísa von Ah Heloísa von Ah

Formada em Comunicação em Computação Gráfica e Design de Games, é apaixonada pela profissão que exerce. Uma aficionada por tecnologia, gatos e cinema underground.

Receba mais informações como esta!

Receba a nossa newsletter

Ao submeter os seus dados receberá a newsletter, ofertas e publicidade enviado por e-konomista.com.br e pelos nossos Parceiros e aceita os Termos e Condições e a Política de Privacidade. Os dados submetidos serão compartilhados com os nossos Parceiros.

Enviar