Melhores sites e dicas para montar um PC online

Querendo montar um PC e não sabe por onde começar? Veja as dicas e saiba os melhores sites para comprar componentes.

Melhores sites e dicas para montar um PC online
Gamers, editores e arquitetos preferem montar um PC a comprar pronto

ECONOMIZE NOS SERVIÇOS DA SUA CONTA BANCÁRIA saiba como

Há quem diga que montar um PC é coisa do passado. Isso é verdade. Mas não é ao mesmo tempo. Para quem quer suprir as demandas do dia a dia com um desempenho eficiente e suficiente, certamente a oferta de notebooks e tablets vai cair como uma luva. Mas há um nicho de mercado que ainda prefere montar um PC e ter alto desempenho em vídeo, processador e memória: são os gamers, os programadores, os editores de imagem, som e vídeo e os que buscam alta performance e personalização por um preço relativamente inferior ao praticado no mercado. Se você é um deles, saiba o que levar em conta na hora de montar um PC e onde encontrar peças online.

Melhores celulares do mercado: comparativo de custo-benefício

Algumas dicas valiosas para montar um PC

O site CanalTech explica direitinho como montar um PC e resumimos um artigo do site sobre o assunto para ensinar algumas regrinhas básicas antes de sair por aí às compras de componentes. Por onde começar, o que combinar, como economizar, sites que vendem peças avulsas e tudo o que você precisa saber para montar um PC de qualidade. Confira abaixo e mãos à obra.

Regra número um: cheque a compatibilidade dos componentes

Não é só encaixar pecinhas nos devidos lugares. Não adianta buscar um alto desempenho em todos os componentes e não verificar se são compatíveis na hora de colocar tudo para rodar. Componentes incompatíveis podem anular o funcionamento. Podem até mesmo passar despercebidos, mas decerto afetam o desempenho de uma super-máquina. Por isso, quando montar um PC tenha em mente a compatibilidade em primeiro lugar.

Regra número 2: não invista só na prioridade

De que adianta ter um processador com 2GB de RAM, a melhor das placas de vídeo e uma CPU básica? É o mesmo que colocar um motor de alta potência dentro de um carro popular: os demais componentes não terão desempenho suficiente para mantê-lo em funcionamento, não é mesmo?

Seguindo essa linha de raciocínio, pense no processador que quer ter. Por que colocar um Core i5 com SSD e não um Core i7 com Disco Rígido? Combine básico com básico, intermediário com intermediário e avançado com avançado, mas jamais misture-os. Isso pode não dar resultado ou comprometer a performance.

Regra número 3: comece pela placa mãe

Primeiro você escolhe a Plataforma: AMD ou Intel. Depois o soquete. Ao escolher o soquete, você também precisará escolher uma CPU compatível com ele e o chipset. O chipset é o que vai determinar quantos pentes suporta a placa-mãe, com quantos canais, qual a velocidade máxima de operação, quantidade de portas SATA, slots PCI e possíveis upgrades.

FIQUE POR DENTRO
Cadastre-se para receber todas as novidades e informações publicadas no site. É gratuito!

Regra número 4: para que você quer utilizar o PC?

Comprar uma CPU avançada ou uma memória RAM com mais canais de memória e SSD e placa-mãe melhores? Em muitos casos, a compra da CPU mais avançada só vai oferecer 20% a mais de desempenho e ser muito mais cara.

Optando pela RAM, SSD e placa-mãe melhores, além de ter desempenho superior, ainda dá para economizar e investir num sistema de refrigeração do PC, essencial a longo prazo. O alto desempenho libera calor, e o calor compromete a vida útil do PC. Quem vai montar um PC deve saber onde posicionar os fans e coolers para evitar danos.

Regra número 5: a escolha da fonte

Algumas fontes vêm com especificações absurdas como “450 watts, 220 watts reais”. Não caia nessa. Fontes que anunciam um desempenho melhor do que o que podem oferecer, certamente não são confiáveis.

Procure também uma fonte em que é possível fazer upgrades futuros. Se você vai montar um PC que requer 350 watts, invista numa fonte de 600 para não ter que comprar outra quando fizer uma mudança. Geralmente, os 600 watts são suficientes para cobrir upgrades e não precisa avançar mais do que isso.

Regra número 6: economize no que pode

Sair de um processador básico para o intermediário tem um bom custo-benefício e realmente dá para perceber o valor do upgrade. Mas no caso de pular do intermediário para o alto desempenho, os processadores vão custar muito mais caro e a performance não vai ser tão melhor. É o mesmo que escolher um protetor solar: do fator 20 para o 30, o preço é mais caro mas a proteção é perceptível. Já do 30 para o 50, o valor aumenta muito e não faz tanta diferença.

Se a placa de vídeo que você quer não vai caber agora no seu orçamento, não vai valer a pena comprar uma separada, mas básica. Deixe uma margem para o upgrade e adquira uma placa de vídeo integrada ao processador, que pode te deixar satisfeito e sem gastar dinheiro à toa.

Regra número 7: não economize em componentes cruciais

O gabinete não vai só abrigar as peças. Ele precisa de isolamento elétrico e dissipadores de calor para não sobreaquecer a máquina. Se você vai investir na montagem do PC, não deixe a carcaça de lado se não quiser ter problemas futuros.

Outro componente importante é a placa mãe. USB 3.0 e SATA III são recursos que, hoje, podem tornar uma placa que não os tenha muito mais barata e aparentemente atrativa, mas no futuro poderão comprometer a atualização do PC.

Nas configurações atuais, uma boa memória RAM vai contar com os padrões DDR3 ou, mais atualmente, o DDR4. As frequências vão variar entre os 1066MHz e 3000MHz, mas um modelo de qualidade certamente contará com um dissipador. Muito além de garantir que as memórias funcionem com uma temperatura menor, o dissipador também as protege de pancadas e diminui o calor gerado pelos outros componentes, como a CPU, garantindo uma vida útil maior e menor necessidade de manutenção a médio prazo.

Como ganhar dinheiro com o celular velho

Mãos à obra – sites para montar um PC

Agora que você já captou as principais dicas para começar a montar um PC, confira os melhores sites para comprar os componentes.

Pichau

Dá para comprar as peças avulsas ou montar um computador inteiro no site. Quem não é familiarizado tem uma ferramenta no site que acompanha todo o processo de compra de acordo com o seu perfil: gamer, empresa, do seu jeito etc. Você começa escolhendo o processador e depois o próprio site redireciona à compra das peças. Eles montam o PC e entregam em até 8 dias úteis. Clique aqui e veja.

Mega Mamute

Hardwares de diversas marcas e modelos e tudo o que é necessário para montar um PC no mesmo site. O site é desenvolvido para os mais experientes na compra de componentes e não tem tanta assistência quanto o Pichau, mas vale pela liberdade de escolher o que prefere e comparar preços sem a necessidade de comprar todas as peças na mesma loja. Clique aqui e veja.

KaBuM!

Uma variedade enorme de componentes. Só de placas de vídeo, são 391 opções disponíveis no site. Há 192 placas de rede e 223 modelos HDs de até 10TB. Com a diversidade, há uma chance grande de encontrar aquela peça que você procura e boas promoções. Clique aqui e veja. 

Balão da Informática

A diferença é que este é um site que não é focado na venda de componentes de PC, mas isso não afeta o estoque de produtos que têm. Dá para encontrar tudo e mais um pouco no site. Clique aqui e veja. 

Encontre a conta bancária ideal para você. Saiba mais.


Veja também:

Gostou? Compartilhe!
Gabriela Ventura Gabriela Ventura

Natural de São Paulo, estudante de Publicidade e Propaganda na USP. Não tem hobbies fixos nem rotina, é apaixonada pelo imprevisto. Foi fazer intercâmbio em Lisboa e... estendeu a estadia por tempo indeterminado.

Receba mais informações como esta!

Receba a nossa newsletter

Ao submeter os seus dados receberá a newsletter, ofertas e publicidade enviado por e-konomista.com.br e pelos nossos Parceiros e aceita os Termos e Condições e a Política de Privacidade. Os dados submetidos serão compartilhados com os nossos Parceiros.

Enviar