Nutricionista cria projeto que reúne pessoas apaixonadas por viagens e gastronomia

“Nós vamos em busca daquilo que não está nos guias de viagem. É pra quem quer ir além do cartão postal”

Nutricionista cria  projeto que reúne pessoas apaixonadas por viagens e gastronomia
No roteiro da viagem não entra nem local muito procurado nem cardápio tradicional, "mainstream"

Sabores, aromas, cores, texturas. Carol Morais, autora do livro Projeto Verão Pra Vida Toda, escolheu a nutrição como profissão por todos esses atrativos e fascínios que a comida tem aliados aos seus benefícios, mas num certo momento da vida, resolveu trocar o jaleco e o consultório por algo que a colocasse mais próxima das pessoas de realidades diferentes.
 

O projeto "Mexer Panela & Conhecer Gente"

Tudo começou quando ela passou a viajar não só pelo Brasil, mas também no exterior, e se deparou com a necessidade e desafio de adaptar as receitas que fazia com ingredientes regionais. Daí veio o gosto por experimentar o que cada culinária local tem de melhor e surgiu o projeto Mexer Panela & Conhecer Gente.
 



 

A ideia é exatamente o que fica claro no nome: viajar e cozinhar enquanto se conhece pessoas. “É uma troca muito rica”, afirma a nutricionista. O projeto tem como foco desbravar o mundo a partir dos seus sabores, aliando gastronomia ao turismo, mas de uma forma ainda pouco comum. 
 

GANHE
UMA VIAGEM
veja como concorrer
  • Tailândia
  • Marrocos
  • Vietnã

O último é um local pelo qual a nutricionista confessa ter uma grande paixão: “as pessoas associam o país a guerra, mas o Vietnã é muito mais que isso. Eles têm uma culinária rica em sabores frescos. Você não se sente pesado após uma refeição, pelo contrário, fica disposto, cheio de energia. O que seria o ideal depois de uma refeição, não é”? Ela conta que o primeiro passo para começar as excursões em grupo foi estudar e reconhecer o terreno, para assim montar um plano de viagem. Tento tudo mapeado, foi hora de voltar com o grupo.

Como funcionam as excursões

No roteiro da viagem não entra nem local muito procurado nem cardápio tradicional. Para conhecer um lugar através da comida Carol tenta fugir do que define como “mainstream”. “Buscamos o contato com os nativos e vamos àqueles lugares que só quem é dali conhece. Queremos o sabor genuíno e com isso aprendemos sobre o modo de viver das pessoas, conhecemos gente, vamos aos locais em que os alimentos são cultivados”, afirma a nutricionista. Ela informa que na última viagem haviam pessoas do Rio de Janeiro, Buenos Aires e Goiânia. Por serem pessoas interessadas tanto em viagens como em gastronomia, automaticamente houve afinidade e assim acabaram surgindo novas amizades.

 



Sao dias de imersão pura, com aulas para que os participantes aprendam a fazer alguns pratos locais e não só, também os costumes do povo. Se os cidadãos locais comem com a mão, é assim que o grupo come também. Se for com talheres ou até hashis, também não tem escape, segundo informa Carol.

 

O projeto da nutricionista que sonhou em levar a nutrição de forma mais atrativa para o público almeja oferecer mais do que um “must see” e um “must eat”, muito corriqueiro nos pacotes de viagem. “Nós vamos em busca daquilo que não está nos guias de viagem. É pra quem quer ir além do cartão postal”, define em poucas palavras o que mais a motiva nessa empreitada que tem considerado fantástica.
 

É por esse alto grau de envolvimento que Carol enfatiza que o Mexer Panela & Conhecer Gente não é pra qualquer um. Tem que ter disposição em participar de forma ativa nas incursões. “Não é para quem quer o mundo 'gourmet' ou à la carte, para quem quer fazer turismo gastronômico ou de luxo. Tem que ter coragem pra se envolver com o que é local”. Ela indica ainda que é uma atividade ideal para quem gosta de andar de bicicleta: "tem tudo a ver com o projeto".

Viajar e comer: quanto custa esta combinação?

 


Carol conta que as próximas viagens já estão marcadas e têm como destino o Peru para participar do Festival Mistura, e depois voltar ao Marrcos e novamente o Vietnã. Ela afirma que o preço desse tipo de pacote de viagem varia conforme o destino, a época do ano e o roteiro. O pacote com 5 dias e 4 noites no Peru, por exmeplo, sairia pelo valor de 1.240,00 dólares, segundo informado no próprio perfil do Instagram da nutricionista.

 
Fique por dentro de dicas para economizar nas suas viagens nacionais e internacionais.


Veja também:

Gostou? Compartilhe!
Nataly Lima Nataly Lima

Formada em comunicação pela PUC-SP e mestre em jornalismo pela Universidade do Porto, Nataly tem focado seu trabalho em editorias como cultura, tecnologia, marketing digital e turismo. Em 2015 fundou o site Já Fez as Malas, sobre intercâmbio e viagens internacionais para brasileiros.

Receba mais informações como esta!

Receba a nossa newsletter

Ao submeter os seus dados receberá a newsletter, ofertas e publicidade enviado por e-konomista.com.br e pelos nossos Parceiros e aceita os Termos e Condições e a Política de Privacidade. Os dados submetidos serão compartilhados com os nossos Parceiros.

Enviar