Mercado Livre é seguro? Veja o que é preciso estar atento para uma compra segura

Veja se o Mercado Livre é seguro para anunciantes e compradores e o que fazer para aumentar a segurança da sua compra.

Mercado Livre é seguro? Veja o que é preciso estar atento para uma compra segura
Confira dicas e dados para evitar transtornos no site

O Mercado Livre é um site fundado em 1999 por Marcos Galperín, um argentino recém-formado em Stanford. O site permite que pessoas físicas e jurídicas anunciem, vendam, paguem e enviem produtos pela internet. Hoje, em 2016, o Mercado Livre já opera em 14 países e tem quase dois mil funcionários. Quem quer avaliar se o Mercado Livre é seguro deve estar atento à confiabilidade dos anunciantes. Neste artigo, vamos explicar como fazer uma compra segura no site e verificar a reputação dos vendedores.

Mercado Livre é seguro? Veja como verificar

Existem algumas críticas ao site que chegaram a ir para a Justiça, de vendedores que tiveram contas excluídas sem justificação do site e valores retidos no Mercado Pago (sistema de pagamento do site) que não foram ressarcidos aos anunciantes. O maior problema para avaliar se o Mercado Livre é seguro é a relutância que tem o site no contato direto com o público, que sempre fica por conta do anunciante. Principalmente para os anunciantes, esse é um ponto fraco do site, pois não há suporte direto e não há maneiras não-burocráticas de resolver até mesmo pequenos problemas.

QUER A
SUA INTERNET RÁPIDA
E BARATA?
mude já!

Segurança dos anunciantes

Ao todo, foram mais de 41 mil reclamações no site do Reclame Aqui referentes ao Mercado Livre. Nenhuma delas foi atendida pela plataforma. Não à toa, o site de compra e venda tem nota de 1,81 (entre 10 possíveis). Apesar de ser uma maneira fácil de comprar e vender, o Mercado Livre é seguro até que o vendedor comece a realizar muitas transações e o site imponha custos e tarifas para transações com cartões de crédito. Para vendedores que fazem muitas transações, talvez não seja o melhor meio de vender.

Como comprar no Alibaba: passo a passo

No Foro Central de Juizados Especiais Cíveis, já são mais de 300 processos abertos contra o site, principalmente por Danos Morais, rescisão contratual e devolução de dinheiro. Em 2010, um juiz deferiu uma liminar que concedia 60 dias ao Mercado Livre para implantação de canais de atendimento ao cliente de fácil acesso, com multa de R$ 100 mil por dia caso a exigência não fosse cumprida.

Para os compradores

Fizemos acima uma avaliação do site como um todo, que impacta mais os anunciantes do que os compradores, apesar de algumas falhas do site causarem transtornos para ambas as partes – como um caso de um pagamento que foi feito pelo comprador, mas o sistema não liberou para o vendedor, que por consequência não despachou a encomenda. A seguir, confira alguns meios de verificar se o Mercado Livre é seguro, de acordo com os anúncios e a reputação do vendedor no site.

Reputação do vendedor: Para quem quer avaliar a reputação dos vendedores do site, existe um mecanismo em todos os anúncios. A reputação fica logo abaixo da foto do produto e é baseada na avaliação dos compradores. Quanto mais vender, mais avaliações receberá e mais precisa será a nota obtida.

Essa ferramenta destaca a porcentagem de recomendação dos clientes que fizeram negócio com o vendedor, a quantidade de vendas realizadas, o destaque do vendedor no site consoante as vendas e há quanto tempo o usuário vende os seus produtos no site.

Descrição do produto: Quanto mais detalhada for a descrição do produto, melhor. Quando o vendedor especifica dimensões, cores, tamanhos e exemplifica com fotos no anúncio, significa que tem experiência com a venda do produto e é provável que seja um bom vendedor. Analise o anúncio depois de ver a reputação do anunciante.

Perguntas e respostas: Pelo fato de o Mercado Livre não se envolver com o que é comercializado, a pirataria é uma questão que deve ser cuidadosamente avaliada no site. Só depois de muitas compras e reclamações é que o cadastro do cliente que vende produtos falsificados é excluído.

Antes de comprar um produto que está com um preço muito atrativo, mas você duvida da originalidade, faça uma pergunta ao vendedor e não concretize a venda antes de obter a resposta. As perguntas podem ser feitas no fim da página, logo após a descrição do produto. Veja as perguntas de outros compradores e analise as respostas. 

Sempre que tiver uma dúvida, faça uma pergunta ao anunciante antes de efetuar a compra. Roupas, calçados, móveis e tudo o que dependa de cores e dimensões deve ser verificado com o anunciante antes do pagamento, especialmente se há mais de um modelo disponível no mesmo anúncio. Ele pode não ter em estoque o produto que deseja e pedir o reembolso é um transtorno que você pode evitar com a paciência.

Encontre a solução de internet banda larga com o melhor custo benefício.

Veja também:

Gostou? Compartilhe!
Gabriela Ventura Gabriela Ventura

Natural de São Paulo, estudante de Publicidade e Propaganda na USP. Não tem hobbies fixos nem rotina, é apaixonada pelo imprevisto. Foi fazer intercâmbio em Lisboa e... estendeu a estadia por tempo indeterminado.

Receba mais informações como esta!

Receba a nossa newsletter

Ao submeter os seus dados receberá a newsletter, ofertas e publicidade enviado por e-konomista.com.br e pelos nossos Parceiros e aceita os Termos e Condições e a Política de Privacidade. Os dados submetidos serão compartilhados com os nossos Parceiros.

Enviar