10 mentiras que contam sobre ter um negócio próprio

Ter o próprio negócio não é fácil como muitos pintam, mas nunca deixe de acreditar que é possível.

10 mentiras que contam sobre ter um negócio próprio
Saiba todos os mitos do empreendedorismo e frases clichê que não são verdades

ECONOMIZE NOS SERVIÇOS DA SUA CONTA BANCÁRIA saiba como

Ter o próprio negócio é o sonho de muitos. Um dos maiores mitos na concepção de quem vê os empreendedores do lado de fora achar que os empresários de sucesso têm vida fácil. Como já diz o ditado popular, “todo mundo vê a pinga que eu tomo, mas ninguém vê os tombos que eu levo”. Um empreendedor tem que trabalhar muito e se deparar com muitas falhas e fracassos até chegar ao tão sonhado sucesso. E depois disso, os problemas só estão começando: com o sucesso, vêm as responsabilidades e a tarefa de não deixar a peteca cair.

As características que você precisa ter para abrir o negócio próprio

Desmitificando o empreendedorismo

O objetivo deste artigo é desmitificar essas concepções e mostrar que o trabalho é duro e a jornada não tem fim, mas nem por isso vai ser um mar de stress. Empreendedores nem sempre fazem o que amam, mandar não é fácil, não existe tanta liberdade quanto os outros pensam e ser o próprio chefe pode ser até pior do que ter um. Conheça a verdade por trás do empreendedorismo e veja se essa empreitada é – ou não – para você.

1. “Empresários só fazem o que amam”

A primeira mentira é acreditar que ser um empreendedor ou um empresário significa fazer o que ama, sempre. Desde pequenos nós somos ensinados que não podemos fazer só o que gostamos, e não é na fase adulta que vai ser diferente. É o mesmo que escolher um curso da faculdade: por mais que tenha tudo a ver com os seus objetivos e habilidades, sempre vai ter uma matéria ou outra que vai te tirar do sério e mesmo assim você precisará dela para ter o diploma, não é mesmo? Nem sempre o empresário vai fazer o que ama, por mais que ame o seu negócio. Ele pode gostar muito do planejamento e da comunicação institucional, mas também vai ter que lidar com finanças e impostos que podem não ser o seu forte.

2. “Empresários passam a vida estressados”

Empresários podem, sim, se estressar. No entanto, aqueles que têm planos definidos, processos definidos e todos os pormenores em dia, não terão tanta preocupação quanto aqueles que não se esmeram em simplificar processos. Outra coisa é saber lidar com a gestão do RH e determinar as demandas da empresa e o perfil dos funcionários que devem ser contratados para as funções em questão. Trabalhando em equipe, com processos otimizados e uma boa relação com clientes e fornecedores, o estresse pode até fazer parte de alguns momentos, mas jamais vai ser motivo para jogar a toalha.

3. “Ter o próprio negócio é muito arriscado”

Pode até ser arriscado, mas isso não significa que seja impossível. Com um plano de negócios em mãos, tudo fica mais fácil. Ou seja, arriscado é abrir um negócio sem pesquisar o mercado, a concorrência, os preços e a opinião de possíveis consumidores sobre o novo negócio. De posse de um plano de negócios realista, já é possível saber o risco e como será a aceitação do no mercado, antes mesmo de optar pela abertura.

O arriscado é investir à pressa e sem informações. Quem já tem clientes interessados na abertura do negócio e um planejamento feito não correrá tantos riscos. O segredo é ousar, mas sem arriscar. Ousar é planejar ter já o plano C e os desdobramentos possíveis. Arriscar é mal ter um plano.

Veja algumas ideias para começar um negócio próprio em 2016

4. “Empresários não são capazes de conseguir o próprio emprego”

Entender que ser empreendedor é um desafio tão ou mais difícil do que ter um emprego é o primeiro passo para decidir se quer entrar nessa empreitada. Trabalhar por conta própria não significa que a pessoa não é capaz de conseguir o próprio emprego. Muito pelo contrário: significa que essa pessoa não estará satisfeita em se envolver com apenas uma área e uma determinada função numa empresa e quer desbravar a gestão, a comunicação, o RH, a imagem da marca e a administração do próprio negócio.

Se, por um acaso, o negócio não vingar, a responsabilidade é do empreendedor. E, ao contrário de trabalhar numa empresa, o empreendedor não vai ser demitido e talvez também não tenha acesso aos recursos da previdência no caso de o negócio ruir. Por outro lado, caso queira conseguir o próprio emprego após abrir mão do próprio negócio, o empreendedorismo será uma característica muito valorizada pelas empresas quando essa pessoa for atrás de um emprego. Agora soa muito mais desafiador ter o próprio negócio, não é mesmo?

5. “Alguns empresários não têm um negócio sério”

QUER INICIAR O SEU PRÓPRIO NEGÓCIO?
Cadastre-se e receba as melhores dicas, informações e oportunidades para investir no negócio próprio.

Muitas pessoas confundem e acham que os microempreendedores individuais não têm um negócio sério ou não têm uma rotina de trabalho definida. Amigos convidam para uma cerveja no meio da tarde de um dia útil e não se conformam com o fato de o microempreendedor não poder porque está trabalhando. Isso acontece principalmente com quem trabalha em casa.

Todo prestador de serviços, microempreendedor ou microempresário tem, sim, um negócio sério e a partir do momento em que prestam um serviço para uma empresa ou pessoa física em troca de benefícios, automaticamente têm trabalho.

6. “Empresários têm que fazer tudo sozinhos e estão sempre sozinhos”

Visitar clientes, ir a reuniões, conferências, palestras e eventos faz parte da rotina de muitos empreendedores que gerem o próprio negócio sozinhos. O contato com clientes ou com outros profissionais da área nunca vai deixar o empreendedor estar sozinho. Além disso, sempre é possível se associar a um espaço de coworking para não estar sempre em casa: é um ambiente ideal para trocar ideias e trabalhar com outros empreendedores que estão na mesma situação.

Sobre fazer tudo sozinho, também é mito. O empreendedor que não tem sócios vai ter que dar o pontapé inicial ao seu negócio sozinho. Com o tempo, as demandas ficam maiores e, ao perceber que não dá conta de tudo sozinho, é sempre possível apelar para o know-how alheio, seja agregando sócios, funcionários ou parceiros à empresa.

Como criar negócios lucrativos com pouco investimento

7. “Empresários têm muita liberdade”

A liberdade é uma das maiores lendas que se contam por aí sobre os empreendedores. Um empreendedor sempre vai lidar com pessoas físicas ou jurídicas que também têm a própria rotina. No caso de lidar com uma empresa, é preciso estar disponível durante o horário comercial para responder e-mails. Logo, não vai ser uma opção trabalhar depois do meio-dia só porque apetece. Quando um empreendedor lida com outras empresas, é preciso respeitar os horários e estar sempre a postos. E é claro que isso não vai tornar o seu horário flexível.

8. “Ser o próprio chefe é muito bom”

Nem sempre é bom mandar em si mesmo. Isso porque alguns podem não cobrar demais e outros podem cobrar em excesso de si mesmos. De uma forma ou de outra, ambas as abordagens não são ideais. Lidar consigo mesmo é uma tarefa mais difícil do que lidar com outras pessoas, porque a auto-crítica sempre tem que estar em equilíbrio: não podemos estar sempre satisfeitos, mas também não podemos exagerar na cobrança conosco mesmos. Talvez por isso os cargos de presidentes em grandes companhias exijam tanta formação e experiência. Além de ser o próprio chefe, ainda é preciso gerir uma companhia. Disciplina, persistência, foco e conhecimento são as características necessárias para que um empreendedor consiga superar a difícil tarefa que é se obrigar a cumprir metas, prazos e objetivos com êxito:

  • Disciplina é a capacidade de se adaptar às demandas e criar uma rotina para alcançar objetivos.
  • Persistência é o que não vai deixar a peteca cair caso as coisas não corram como o esperado.
  • Foco é a capacidade de direcionar esforços à concretização de um objetivo definido.
  • Conhecimento é o que é preciso para chegar onde se quer.

Reunir todas essas qualidades nem sempre é fácil. Sempre vai faltar uma pecinha nesse quebra-cabeças, que só o empreendedor vai ser capaz de reconhecer o erro e aprimorar, sendo auto-crítico o suficiente para encontrar o que falta em si mesmo.

9. “Mandar é fácil, quero ver fazer”

Não, mandar não é fácil como pensam. É como ter várias engrenagens e colocar aquilo para funcionar. Uma peça pode emperrar contra a vontade de quem montou as engrenagens e atrasar tudo. Isso sempre vai depender de outra pessoa que, no caso, é o funcionário. Se ele está num mau dia e o desempenho está abaixo do esperado, ok, pode acontecer às vezes e isso vai atrasar o andamento de todo um processo. Mas quando isso acontece sempre, o empresário terá a difícil tarefa de adverti-lo sobre o ocorrido. No caso das demissões, pode ser muito difícil despedir um funcionário que tem potencial mas não o aplica.

Acredite, é doloroso para um chefe ter que despedir alguém com talento que, infelizmente, não atende à demanda da empresa e não está a fim de trabalhar. Por outro lado, também é ruim manter um funcionário que atrasa todos os demais. É preciso ter inteligência emocional, saber liderar equipes. No caso dos micro e pequenos empreendedores, muitas vezes o RH calha para o proprietário, que deve ter competências suficientes para escolher este ou aquele perfil para a função em questão.

8 dicas para abrir um negócio no exterior

10. "A concorrência vai te levar à falência" / "Negócios pequenos não podem competir com grandes"

No século XXI, qualquer ideia que não tenha concorrência pode ser considerada genial ou utópica. Quase sempre, vai haver concorrência direta ou indireta sobre o seu negócio. Por isso, não se desencoraje com comentários do tipo "você vai ser engolido pela concorrência" e coisas do gênero. Toda empresa que tem concorrentes, deve investir num diferencial - que pode ser o preço, a distribuição, o produto ou serviço ou a promoção deste ou até mesmo se focar em detalhes como o antedimento, a personalização e customização ou um segmento específico. Concorrência vai haver sempre e o empresário vai precisar de muitas informações para superar isso e oferecer um produto ou serviço de qualidade percebida superior.

Apenas a título de exemplo, quando a Magazine Luiza surgiu como pequenas lojas de eletrodomésticos, em Franca, nenhum dos integrantes da gestão desacreditou da expansão da rede e da possibilidade de competir com outras marcas grandes como Ponto Frio e Casas Bahia. Hoje, a rede de lojas já existe em todo o Brasil e tem tanta credibilidade quanto a concorrência. Todo negócio, no começo, era pequeno. Quem sobrevive e compete em pé de igualdade com os grandes, tem muitas chances de também ser grande um dia.

Se você não der o primeiro passo, nunca vai chegar ao sucesso

Então, o empreendedorismo é para você? Dê o primeiro passo, procure aconselhamento sobre o negócio, invista em formação pessoal. Existem cursos online gratuitos sobre as mais diversas áreas do conhecimento, basta apenas querer aprender mais e desenvolver as habilidades necessárias para dar o primeiro passo rumo ao sucesso.

Mas é importante destacar que as falhas e os fracassos vão fazer parte desse processo de aprendizado que te fará muito mais forte, o importante é ter persistência. Quem desiste a meio do caminho pode perder grandes oportunidades. No começo, é relevante não se deixar levar por quem desencoraja os seus planos, pois é só depois de feitos que será provado o quão valioso foi o seu esforço. E lembre-se “Se a oportunidade não bate à sua porta, construa uma porta.

Encontre a conta bancária ideal para você. Saiba mais.


Veja também:

Gostou? Compartilhe!
Gabriela Ventura Gabriela Ventura

Natural de São Paulo, estudante de Publicidade e Propaganda na USP. Não tem hobbies fixos nem rotina, é apaixonada pelo imprevisto. Foi fazer intercâmbio em Lisboa e... estendeu a estadia por tempo indeterminado.

Receba mais informações como esta!

Receba a nossa newsletter

Ao submeter os seus dados receberá a newsletter, ofertas e publicidade enviado por e-konomista.com.br e pelos nossos Parceiros e aceita os Termos e Condições e a Política de Privacidade. Os dados submetidos serão compartilhados com os nossos Parceiros.

Enviar