Mentiras da internet: 7 notícias falsas que causaram alvoroço

As mentiras da internet surgem motivadas pelo humor, enganam muita gente e acabam viralizando. Conheça as mais famosas.

Mentiras da internet: 7 notícias falsas que causaram alvoroço
Mentiras da internet são compartilhadas como se fossem verdade

Já ouviu falar em hoax? São as tão disseminadas mentiras da internet, algumas exaustivamente compartilhadas por anos a fio. Podem ser criadas por páginas de humor ou mesmo empresas motivadas por campanhas de marketing. Não importa o objetivo real, o fato é que muitos desavisados acreditarão nelas como verdade absoluta.

Pegadinhas do Mallandro

A web é terreno fértil para o surgimento e propagação de notícias falsas, como de outros conteúdos. Mesmo com o Google à mão, sempre vai ter quem caia nas mentiras da internet. Pensando nisso (e querendo que mais ninguém seja assim tão enganado), selecionamos 7 hoaxes que circularam ou ainda circulam, por mais absurdos que pareçam. 

1. Coréia do Norte na Copa de 2014

mentirasdainternet

Mentiras da internet envolvendo a Coréia do Norte não são novidade, mas continuam pegando muita gente. O ano passado surgiu a notícia de que a Coréia do Norte tinha participado da Copa do Mundo e até goleado os Estados Unidos e o Japão. A coisa parecia tão real que até surgiu um video da seleção do país em campo durante a competição. A farsa foi desvendada, mas não antes de ser divulgada por grandes veículos de comunicação.

2. Namoro entre mãe e filha

mentirasdainternet

Outra notícia que bombou em 2014 foi de um suposto relacionamento incestuoso entre mãe e filha. Mary e Vertasha Carter, além da relação parental, viviam um tórrido caso de amor e não se envergonhavam disso. O caso chocou a maioria dos internautas, comoveu alguns e deixou outros com a pulga atrás da orelha. Pouco tempo depois, a história foi identificada como um hoax publicado por um site sensacionalista apenas para alavancar os acessos.

3. Recarregar o iPhone no microondas

mentirasdainternet


Não, não fomos nós que inventamos esta. E sim, algumas mentiras da internet podem ser bem maldosas. De acordo com diversos sites de notícias, uma nova atualização do software iOs permitiria recarregar a bateria do smartphone no microondas usado o recurso Wave. Obviamente e infelizmente, sempre há alguém disposto a testar. Os resultados, você podem imaginar, não foram animadores, uma vez que tal opção não existe.

4. Whatsapp pago

mentirasdainternet


Levanta a mão quem nunca recebeu uma mensagem dizendo que, a partir de um dia qualquer, o dito aplicativo passaria a ser pago? Antes do Whatsapp, a mesma notícia se espalhou com finado MSN e até com o Facebook. O alvoroço foi tanto que a rede social criada por Mark Zuckerberg faz questão de estampar na sua página de login que será sempre gratuita. Pois é, há mentiras da internet que pegam pelo lado mais fraco: o bolso!

5. Causa da morte: leitura


mentirasdainternet


Em 2012, alguns portais publicaram uma notícia assustadora de um jovem de 25 anos que morreu depois de passar 12 horas lendo. Carlos Espíndula estaria em fase de produção do TCC, que todo mundo sabe que é um período tenso, e ainda sofreria pressões aterradoras do seu orientador. O fato, entretanto, não passou de mais uma das mentiras da internet e foi divulgado pelo site de humor Enfu!.

6. Ex-paquita que morreu da Aids

mentirasdainternet

Há muitos anos circula uma carta de uma ex-paquita da Xuxa que, segundo a descrição, foi ditada a partir do seu leito de morte. A jovem, identificada como Patrícia, narra o percurso tortuoso depois do envolvimento com drogas. Como se não bastasse o trágico vício, ela ainda infectou-se com o vírus HIV. Aparentemente, o objetivo do relato é conscientizar para os perigos da toxicodependência, mas a história não é verídica e nunca houve uma paquita chamada Patrícia.

 

7. Na hora errada

mentirasdainternet


Mentiras da internet motivadas pelo atentado às Torres Gêmeas também não faltaram. Uma das mais lembradas é a famosa foto do turista sem sorte. Ao que parece, o homem estava no último andar de um dos edifícios e foi clicado bem na hora que um dos aviões estava prestes a colidir. O registro foi tão exaustivamente compartilhado que acabou por ser investigado. A farsa foi logo descoberta porque fico comprovado que o tal andar não tinha área de observação parar turistas, ou seja, tudo não passou de montagem.
 


Veja também:

Gostou? Compartilhe!
Receba mais informações como esta!

Receba a nossa newsletter

Ao submeter os seus dados receberá a newsletter, ofertas e publicidade enviado por e-konomista.com.br e pelos nossos Parceiros e aceita os Termos e Condições e a Política de Privacidade. Os dados submetidos serão compartilhados com os nossos Parceiros.

Enviar