Os 8 melhores cursos técnicos para o mercado de trabalho

Veja quais são os melhores cursos técnicos com média salarial inicial e projeção para 10 anos de carreira.

Os 8 melhores cursos técnicos para o mercado de trabalho
Confira os mais indicados para entrar ou se reposicionar no mercado

O curso técnico é destinado a todos os alunos que já concluíram o ensino fundamental, podendo ser realizado durante ou depois do ensino médio. Um dos propósitos do ensino técnico é a qualificação dos alunos para inserção imediata no mercado de trabalho, porém o curso também pode ser uma alternativa para quem quer se qualificar ou se reposicionar no mercado. Os melhores cursos técnicos são aqueles onde há mais demanda por profissionais – e falta de mão de obra qualificada no país e geralmente têm duração entre 1 ano e meio e 2 anos.
 

Melhores cursos técnicos – os mais promissores

O MEC fez um levantamento de todos os cursos técnicos disponíveis no Brasil. Atualmente, são 185 opções divididas em 12 áreas do conhecimento: Ambiente, Saúde e Segurança; Apoio Educacional; Controle e Processos Industriais; Gestão e Negócios; Hospitalidade e Lazer; Informação e Comunicação; Infraestrutura; Militar; Produção Alimentícia; Produção Cultural e Design; Produção Industrial; Recursos Naturais. Mas, entre todas essas áreas do conhecimento, quais serão os melhores cursos técnicos para o mercado de trabalho em 2016? O objetivo deste artigo é selecionar as melhores opções e descrever a ementa dos cursos e principais disciplinas. Quer saber quais são os melhores cursos técnicos? Veja abaixo.

1. Técnico em Informática (Programação)

Hoje, é um dos melhores cursos técnicos para quem quer se desenrascar na área de TI, que é um setor que preza mais o conhecimento do que um diploma de graduação. Um aluno aplicado com conhecimentos em Java, por exemplo, pode ter um salário inicial de R$ 3.000. O curso é oferecido por escolas técnicas estaduais e pelo Senac em todo o Brasil.

Onde estudar:

2. Técnico em Mecatrônica

É o curso que forma o profissional que atua no projeto, na execução, na instalação e na manutenção de máquinas e equipamentos automatizados e sistemas robotizados. Ele também opera equipamentos, utiliza softwares específicos e linguagens de programação adequadas; coordena equipes e oferece treinamento operacional; programa e opera máquinas; realiza manutenções preditiva, preventiva e corretiva, em conformidade com as normas técnicas. (descrição retirada do site do Centro Paula Souza). O salário de auxiliar começa em R$ 2,3 mil e, após 10 anos de experiência, fica em torno de R$ 6,1 mil.

Onde estudar:

3. Técnico em Radiologia

O Técnico em Radiologia é o profissional de saúde que realiza exames radiográficos nos serviços de radiologia e diagnóstico por imagem, tais como: mamografia, hemodinâmica, tomografia computadorizada, densitometria óssea, ressonância magnética nuclear e ultra-sonografia. Também assiste o paciente/cliente na realização de procedimentos de medicina nuclear e radioterapia. Processa filmes radiológicos, prepara soluções químicas e acompanha a utilização de meios de contraste, observando os princípios de proteção radiológica, avaliando reações adversas e agindo em situações de urgência. O salário inicial é de R$ 1.794, mas costuma haver adicional de periculosidade por exposição a radiação.

Onde estudar:

4. Técnico em Manutenção de Aeronaves

O Técnico em Manutenção de Aeronaves é o profissional que monta, desmonta, instala e executa manutenção em estruturas, motores, hélices, sistemas de combustível, hidráulicos e pneumáticos, de trem de pouso, de proteção contra fogo, de oxigênio, de ar condicionado e pressurização, elétricos e eletrônicos em aeronaves. Interpreta documentação e instruções técnicas, em português e em inglês. Ensaia sistemas, componentes e equipamentos. Utiliza recursos de informática para controle de procedimentos e de operações. O salário inicial é de R$ 2.500 e pode chegar aos R$ 7.000 conforme a progressão na carreira.

Onde estudar:

5. Técnico em Construção Naval

O Técnico em Construção Naval desenha estruturas e peças para embarcações, avaliando e orientando o uso dos materiais e o processo construtivo em um estaleiro, além de participar da supervisão, instalação e manutenção de equipamentos, sistemas e máquinas marítimas, além de realizar inspeções, ensaios, testes e reparos em embarcações e seus componentes. A desvantagem é para quem mora na cidade de São Paulo, já que a maioria dos cursos depende do litoral para ministrar as aulas. Salário inicial de R$ 2.500 e progressão para R$ 7.000 após 10 anos de carreira.

Onde estudar:

Os sinais que o seu emprego não te prepara para a carreira dos seus sonhos

6. Técnico em Estruturas Metálicas

O objetivo é capacitar profissionais da área técnica da construção civil, visando trabalhos em projetos e cálculos de estruturas metálicas para diversas finalidades. O curso é voltado às necessidades do mercado de engenharia estrutural, tendo como objetivo fornecer conhecimentos teóricos e práticos nos variados modelos estruturais de edificações.

Onde estudar:

7.Técnico em Eletrotécnica

O técnico instala, opera e mantém elementos de geração, transmissão e distribuição de energia; participa da elaboração e do desenvolvimento de instalações elétricas e de infraestrutura para sistemas de telecomunicações em edificações; planeja e executa a instalação e a manutenção de equipamentos e instalações; aplica medidas para o uso eficiente da energia e de fontes energéticas alternativas. Participa do projeto e instala sistemas de acionamentos elétricos. Executa a instalação e manutenção de iluminação e sinalização de segurança. O salário varia entre R$ 1.151 e R$ 8.019, dependendo da experiência.

Onde estudar:

8.Técnico em Construção Civil – Desenho/Edificações

Desenvolve atividades relativas ao estudo do planejamento de projetos e de obras, sob a óptica de aspectos técnico-econômicos, socioambientais, urbanísticos, históricos e legais. Analisa projetos e define a metodologia de trabalho, dimensionando a equipe de desenhistas e determinando os prazos para de elaboração. Prepara orçamentos. Executa desenhos técnicos de projetos. Utiliza, no desenvolvimento de suas atividades, ferramentas gráficas tradicionais, computacionais e maquetes.

Onde estudar:

 


Veja também:

Gostou? Compartilhe!
Gabriela Ventura Gabriela Ventura

Natural de São Paulo, estudante de Publicidade e Propaganda na USP. Não tem hobbies fixos nem rotina, é apaixonada pelo imprevisto. Foi fazer intercâmbio em Lisboa e... estendeu a estadia por tempo indeterminado.

Receba mais informações como esta!

Receba a nossa newsletter

Ao submeter os seus dados receberá a newsletter, ofertas e publicidade enviado por e-konomista.com.br e pelos nossos Parceiros e aceita os Termos e Condições e a Política de Privacidade. Os dados submetidos serão compartilhados com os nossos Parceiros.

Enviar