Qual a melhor idade para fazer intercâmbio

O mercado oferece programas de intercâmbio no exterior para os mais diversos perfis. Mas será que há uma melhor idade para fazer intercâmbio?

Qual a melhor idade para fazer intercâmbio
Existem opções para qualquer idade para fazer intercâmbio

Cada vez mais as empresas exigem inglês fluente e até mesmo outro idioma como diferencial, e assim aqueles que tiveram vivência no exterior ganham muitos pontos em uma entrevista. O melhor é que não há idade para fazer intercâmbio: existem opções para crianças, adolescentes, jovens e adultos que buscam desde diversão até qualificação profissional.

Segundo a Brazilian Educational & Language Travel Association (Belta), em 2013 cerca de 202 mil brasileiros deixaram o país para estudar. A parcela de adultos com mais de 25 anos que buscam intercâmbio tem crescido e se tornado significante, segundo informações de agências de intercâmbio.

Idade para fazer intercâmbio

A decisão de fazer um intercâmbio envolve muito planejamento, economia e responsabilidade, independente da idade. Deve-se levar em consideração qual o objetivo daquela viagem: estudar outro idioma, se graduar no exterior ou fazer um curso de férias são algumas das opções.

Estudantes do Ensino Médio, com idade entre 14 e 18 anos, costumam já ter idade para fazer intercâmbio e cursam o High School no exterior. As matérias e conteúdos ministrados em sala de aula serão assimilados em outro idioma, portanto é preciso ter um conhecimento básico da língua para não ficar atrasado nos estudos. A interação com pessoas da mesma idade estimula o estudante a focar nas conversas no idioma local.

Ganhe um tablet para aprender inglês oferta limitada

Algumas agências de intercâmbio oferecem viagens curtas para crianças e pré-adolescentes, nas quais eles conhecem a Disney por até quatro semanas e podem aproveitar o período de férias para não prejudicar os estudos. Cursos de idiomas e aulas sobre habilidades especificas são indicadas a partir dos 15 anos, quando o aluno tem mais autonomia e algum conhecimento prévio para adentrar a área.

Na graduação, alguns alunos escolhem cursar uma universidade em outro país ou fazer parte do curso no exterior para vivenciar outro idioma enquanto corre atrás do diploma. A partir dos 17 anos, quando o aluno sai do Ensino Médio, ele já pode procurar por essa opção.

Após a graduação o intercambista pode procurar por especializações em outros países. Dessa forma ele terá a vivência de termos comuns à sua área em outro idioma, além de contato com profissionais de outros cantos do mundo.

Melhor fase para aproveitar a experiência

Parece clichê afirmar, mas não existe uma idade para fazer intercâmbio ideal para que a experiência seja melhor aproveitada: o importante é que ele esteja seguro de sua decisão

Um aspecto importante a se considerar é a maturidade. Se os pais decidirem investir num intercambio para a criança ou pré-adolescente é bom avaliar se esses tem o mínimo de independência para se virar em situações cotidianas, como pedir informações ou conversar com estrangeiros. Além disso, devem estar a vontade com a decisão, e caso demonstrem medo, hesitação ou ansiedade melhor deixar para o futuro.

O adolescente precisa ter consciência de que passará um período longe de casa, da família e dos amigos. Ele terá mais independência, mas ainda assim terá que responder às regras da casa onde ficará hospedado e depender do subsidio financeiro dos pais. Ao mesmo tempo, ele vive uma fase de experiências na qual conhecer novas culturas e fazer amizade é essencial para sua formação como pessoa e profissional.

Jovens e adultos acima de 18 anos podem aproveitar melhor o lazer e curtição da viagem. A pressão de estar sozinho em outro país e se virando por contra própria – muitas vezes em empregos inferiores à sua formação – pode provocar tristeza e ansiedade, mas tendo em mente o objetivo final da viagem as dificuldades se tornarão pequenas e motivos de histórias quando voltar para o Brasil.

Ganhe um tablet para aprender inglês onde quiser.

Veja também:

Gostou? Compartilhe!
Receba mais informações como esta!

Receba a nossa newsletter

Ao submeter os seus dados receberá a newsletter, ofertas e publicidade enviado por e-konomista.com.br e pelos nossos Parceiros e aceita os Termos e Condições e a Política de Privacidade. Os dados submetidos serão compartilhados com os nossos Parceiros.

Enviar