15 maneiras efetivas de economizar dinheiro

Não é fácil criar o hábito de poupar, mas também não é impossível. Listamos algumas dicas para te ajudar a economizar sem fazer cortes no orçamento. Confira!

15 maneiras efetivas de economizar dinheiro
Siga essas dicas para aprender a poupar e deixar de gastar excessivamente.

Ganhar dinheiro é difícil, mas gasta-lo é extremamente fácil. Às vezes o salário que demoramos um mês para receber é torrado antes mesmo do dia 30, e aí bate o arrependimento por ter gastado demais e o desespero por não saber como se virar até o próximo quinto dia útil. É então que o salário cai e começa tudo de novo.

Não tem jeito: economizar é hábito, e quanto antes você começar, maiores serão as chances de uma vida financeira saudável e menos sofrida. Não é preciso fazer grandes cortes e nem se tornar mão de vaca, basta adaptar a rotina para não deixar escapar nenhum centavo a mais do que o necessário.

15 formas de economizar sem sofrer

Sabe aquela máxima de “vou guardar o que sobrar no fim do mês"? Se você deseja economizar esqueça ela. Primeiro porque dificilmente sobra dinheiro quando o mês acaba, e segundo que, se sobrar, as chances de você querer gasta-lo em outra coisa são grandes. Confira essa lista com dicas efetivas para economizar:

1. Tenha objetivos
Economizar por economizar é importante, mas para quem não tem o hábito de poupar definir uma meta ajuda a ter foco e disciplina. Pode ser desde uma viagem dali a três meses até o financiamento de uma casa, desde que tenha como método poupar uma quantia por mês. Se puder, defina três objetivos, de curto, médio e longo prazo.

2. Divida o valor do seu sonho
Tendo em mente quais são seus objetivos, pense em quanto você vai gastar para atingi-los e divida esse valor pela quantidade de meses que faltam para realizá-lo. Por exemplo, se você deseja comprar um carro de R$ 18 mil daqui três anos precisará economizar R$ 500 por mês durante esse período. Deposite esse dinheiro em uma poupança ou investimento que renda juros.

3. Contabilize os pequenos gastos
O dinheiro do parquímetro, a gorjeta para o manobrista, o chocolate na hora do almoço, a água durante a caminhada. Esses pequenos gastos geralmente são ignorados no orçamento mensal, mas quando somados podem resultar em uma quantia maior do que você imagina. Não deixe de anotá-los para saber onde você mais gasta e onde pode cortar.

4. Deixe cofrinhos espalhados
Aquelas moedinhas que vieram de troco na padaria vivem sambando no seu carro, não é? Deixe um cofrinho ou porta-moedas nos lugares onde costuma “esquecer” dinheiro, como na lavanderia (reviste os bolsos antes de colocar a roupa na maquina), na sala (as moedas sempre caem no vão do sofá), no quarto e no carro, e comece a usa-lo nas pequenas compras.

5. Pague à vista
A maioria das lojas oferece desconto para pagamento à vista. Faça proveito disso e, se tiver condições, deixe o cartão de crédito em casa e compre em dinheiro vivo. Faça uma pesquisa de preços antes para investir na oferta mais vantajosa.

6. Peça desconto
Muita gente tem vergonha de pedir desconto nas lojas, com medo de parecer muquirana ou até de mostrar que não tem condições. Besteira: as lojas têm interesse em vender e o máximo que poderão dizer ao consumidor é que não é possível abaixar o preço. E se isso acontecer você pode buscar melhores ofertas em outros lugares.

7. Use cupons e pague no boleto em compras online
Alguns sites de e-commerce oferecem cupons de desconto para quem está visitando o site pela primeira vez ou para quem nunca comprou na loja. Além dos cupons, também é possível economizar pagando à vista no boleto, já que a maioria dos sites oferece 10% de desconto nessa modalidade de pagamento.

8. Poupe assim que receber
Como dissemos, não funciona falar que vai economizar o valor que sobrar no fim do mês. Então assim que o salário cair na conta retire a porcentagem que deseja guardar e deposite na poupança. Se preferir, faça uma poupança programada, onde todo mês o banco automaticamente tira a parcela que você definir e investe na poupança.

9. Use milhas de companhias aéreas
Se você é fiel a uma companhia aérea e voa com frequência com certeza tem milhas acumuladas. Usufrua desse benefício que já foi pago por você para conseguir descontos e até voos de graça.

10. Compre em grandes quantidades
Estamos falando de produtos que você usa com frequência e que não tem chances de estragar, como sabonetes, papel higiênico, fraldas descartáveis, cotonetes, detergente, sabão em pó, etc. Se souber de uma promoção que vale a pena compre em grandes quantidades e estoque. Só não vale comprar aquilo que não precisa, ok?

11. Aproveite as liquidações
Após o Natal os supermercados fazem promoções e as lojas realizam a tradicional queima de estoque. Não, não estamos falando para você só comer panetone no dia 27 de dezembro, e sim que vale a pena aproveitar que o chester baixou de preço e comprar alguns para congelar ou deixar para trocar de celular depois que as festas passarem. O mesmo vale para roupas: durante os saldões de fim de estação as peças têm descontos de até 70%!

12. Leve marmita ou coma em casa
Quem come fora gasta muito mais do que quem leva marmita para o trabalho. Se você ainda não se convenceu te damos uma ideia: durante um mês, prepare as próprias refeições e guarde na poupança o valor excedente que gastaria comendo fora. Você vai se surpreender com o valor no fim do mês.

13. Use transporte publico e caronas
Coloque os gastos com gasolina e manutenção na ponta do lápis e veja se vale a pena ir para o trabalho todo dia de carro. Se sim, converse com os colegas para fazerem um rodízio de caronas e dividirem os gastos no fim do mês. Se não, aproveite o Vale Transporte da empresa e gaste em passagens de ônibus, metrô ou trem.

14. Compre medicamentos genéricos
Os medicamentos genéricos costumam ser tão bons quanto a versão original. Antes de comprar, porém, tire dúvidas com seu médico, e caso ele libere o uso peça que prescreva a versão mais em conta, que muitas vezes custa metade do preço da original.

15. Faça uma horta caseira
Além de ser mais saudável e servir como um hobby, a horta caseira ajuda a economizar nas compras com frutas, verduras, legumes e temperos. O sabor de uma comidinha plantada na própria casa se torna ainda mais gostoso.

Veja também:

Gostou? Compartilhe!
Na Web:

Receba mais informações como esta!

Receba a nossa newsletter

Ao submeter os seus dados receberá a newsletter, ofertas e publicidade enviado por e-konomista.com.br e pelos nossos Parceiros e aceita os Termos e Condições e a Política de Privacidade. Os dados submetidos serão compartilhados com os nossos Parceiros.

Enviar