Tive a mala extraviada no aeroporto, e agora?

Imprevisível e certamente um incômodo desnecessário, ter a mala extraviada no aeroporto exige equilíbrio e jogo de cintura para reavê-la. Saiba como proceder

Tive a mala extraviada no aeroporto, e agora?
Saiba o que fazer se tiver sua mala extraviada no Brasil ou no exterior

Longe de casa, horas incontáveis de voo e no momento em que as bagagens passam pela esteira, você espera até o último momento – e nem sinal da sua. Você saberia o que fazer caso tivesse sua mala extraviada no aeroporto?

Até mesmo os mais cuidadosos estão sujeitos a uma situação de perda ou extravio, onde as causas mais frequentes acontecem exclusivamente por culpa da companhia aérea. Mas e agora? Todos deixaram a sala de desembarque o como fazer para recuperar a mala extraviada?

Passos para recuperar uma mala extraviada

Encabeçando o segundo lugar no ranking de reclamações da Agência Nacional de Aviação Civil (Anac), os problemas com bagagem, incluindo casos de mala extraviada, apenas comprovam a dor de cabeça que tantos passageiros são obrigados a passar enquanto viajam a trabalho ou lazer.

Infelizmente, ainda não existe uma fórmula que permita evitar que isso aconteça, mas se quiser aumentar suas chances de reaver a bagagem ou ao menos ser indenizado por isso, é preciso seguir alguns cuidados antes mesmo do embarque.

Declare e identifique

Antes de mais nada, identifique corretamente a sua bagagem. Coloque seu nome, endereço e telefone de uma forma que seja difícil de retirar. Em seguida, caso acredite ser necessário, é possível fazer uma espécie de seguro da bagagem.

Para isso, vá até o balcão da companhia aérea antes de despachar a mala, e pague uma taxa negociada entre você e a empresa – eles poderão abrir a bagagem e revistar o conteúdo para fechar em um valor. Com essa segurança, se tiver a mala extraviada, o valor declarado pelo viajante será reembolsado.

Outro recurso em seu favor é guardar todas as notas fiscais dos produtos que comprou em viagem, e ainda fotografar a mala e seu conteúdo.

Tomando providências

Assim que constatado que sua bagagem realmente não vai chegar, não deixe a área do aeroporto. Dirija-se imediatamente ao balcão da companhia aérea em questão e solicite o preenchimento do Registro de Irregularidade de Bagagem (RIB). Se não conseguir, procure o SAC via email para documentar a reclamação. Ainda dentro do aeroporto, registre uma segunda queixa no escritório da Agência Nacional de Aviação Civil.

Antes de partir para uma indenização, a empresa terá o prazo de até 30 dias para devolver os seus pertences no endereço fornecido, se o voo for doméstico. Se internacional, o prazo é de 21 dias.

Caso a bagagem não seja encontrada dentro do prazo fornecido, é hora de cobrar uma indenização por parte da companhia aérea, de forma que o dano precisa ser reparado integralmente, de acordo com o Código Civil. Entretanto, muitas empresas brasileiras ainda estipulam limites para indenizar o passageiro que teve sua mala extraviada ou danificada, sendo esse valor variável entre R$ 43 e R$ 2,2 mil por quilo de bagagem.

Fique atento e tente chegar em um acordo sobre o valor oferecido. Não havendo sucesso na negociação, é possível ainda tentar uma negociação administrativa através do acionamento do Procon ou recorrer diretamente à Justiça.

Extravio estrangeiro

Se a viagem foi por uma companhia estrangeira, as leis brasileiras só valem mediante contrato firmado no Brasil. Deste modo, atente-se sobre a Convenção de Varsóvia, uma determinação efetuada em diversos países onde a companhia é obrigada a arcar com US$ 20 por quilo de bagagem extraviada.

Na ausência de contratação de um seguro para voos internacionais, especialistas do Instituto de Defesa do Consumidor (Idec) aconselha aceitar a indenização padrão, pois o custo-benefício para brigar na justiça de outro país pode ser muito maior.

Veja também:

Gostou? Compartilhe!
Heloísa von Ah Heloísa von Ah

Formada em Comunicação em Computação Gráfica e Design de Games, é apaixonada pela profissão que exerce. Uma aficionada por tecnologia, gatos e cinema underground.

Receba mais informações como esta!

Receba a nossa newsletter

Ao submeter os seus dados receberá a newsletter, ofertas e publicidade enviado por e-konomista.com.br e pelos nossos Parceiros e aceita os Termos e Condições e a Política de Privacidade. Os dados submetidos serão compartilhados com os nossos Parceiros.

Enviar