Veja como consultar o lote do Imposto de Renda 2016

Veja as datas do lote do Imposto de Renda de 2016 e saiba quando a Receita pagará as restituições:

Veja como consultar o lote do Imposto de Renda 2016
Veja o que é importante saber sobre os lotes do IR

A Receita Federal espera que 28 milhões de contribuintes entreguem a sua declaração anual de Imposto de Renda em 2016. Entre esses contribuintes, pouco mais de 200 mil costumam ter valor a restituir por conta da dedução de impostos provenientes, principalmente, das despesas com saúde e educação dos seus dependentes. Quando isso acontece, a Receita Federal paga as restituições mês a mês, o qual chamamos de lote do Imposto de Renda. Dia 15 de junho de 2016 será liberado o primeiro lote de restituições.

O que acontece se você sonegar os impostos

Lote do imposto de renda: o que você precisa saber

Após o dia 15 de junho de 2016, cada lote do imposto de renda será liberado no dia 15 dos meses subsequentes, até 15 de dezembro desse ano. A liberação dos lotes leva em conta os critérios de atendimento preferencial. Os demais lotes do imposto de renda são destinados aos contribuintes por ordem de entrega da declaração. Ou seja, quem declarou antes e tem imposto a restituir, também vai receber antes. Mas há exceções.

Prioridades e exceções

Para o recebimento do lote do imposto de renda, os contribuintes que terão prioridade no recebimento são aqueles com mais de 60 anos ou com deficiência física e mental. Esses receberão as suas restituições já a partir de 15 de junho. O restante das restituições é pago por ordem de entrega da declaração de Imposto de Renda.

No entanto, os contribuintes que caírem na malha fina da Receita Federal e tiverem imposto a restituir deverão esperar mais tempo para receberem os seus valores. O lote do imposto de renda para esses cidadãos é feito em um período extra-oficial, denominado lote residual. A Receita Federal libera o lote do imposto de renda residual a partir do começo do ano subsequente e credita os valores na conta indicada pelo contribuinte no momento da declaração do IR.

Correção dos valores

Independentemente do lote do imposto de renda (comum ou residual), o contribuinte que for restituído terá o pagamento feito com correção de acordo com a taxa básica de juros (Selic) na data do depósito. Atualmente, a Selic está em 14,15% ao ano e será aplicada para restituições das declarações de 2016.

Para declarações de Imposto de Renda com restituição em atraso- opção disponível apenas a partir de 2008 - é aplicada a Selic acumulada no período, com a soma das taxas ano a ano. Dessa maneira, o contribuinte que declarar o seu IR de 2009 em atraso e tiver imposto a restituir, terá mais de 78% da sua restituição descontados pelo acúmulo da taxa básica de juros no período.


Veja também:

Gostou? Compartilhe!
Gabriela Ventura Gabriela Ventura

Natural de São Paulo, estudante de Publicidade e Propaganda na USP. Não tem hobbies fixos nem rotina, é apaixonada pelo imprevisto. Foi fazer intercâmbio em Lisboa e... estendeu a estadia por tempo indeterminado.

Receba mais informações como esta!

Receba a nossa newsletter

Ao submeter os seus dados receberá a newsletter, ofertas e publicidade enviado por e-konomista.com.br e pelos nossos Parceiros e aceita os Termos e Condições e a Política de Privacidade. Os dados submetidos serão compartilhados com os nossos Parceiros.

Enviar