Você sabe quantos dias pode tirar ao casar? Entenda a licença-casamento

Depois do casamento, a lei garante ao casal dias de folga do trabalho sem descontos no salário. Veja quantos dias são e como funciona a licença-casamento.

Você sabe quantos dias pode tirar ao casar? Entenda a licença-casamento
Saiba quantos dias de folga você tem depois do seu casamento

Quando você está se casando a última coisa que você quer é ter que voltar ao trabalho no dia seguinte, certo? Para isso existe a licença-casamento, um direito que todo trabalhador tem de se ausentar do trabalho nos dias posteriores ao seu casamento sem haver qualquer desconto em seu salário, veja como funciona.

Licença-casamento – todos os trabalhadores podem tirar?

A Licença-casamento – também conhecida como licença-gala – é um direito de todos os trabalhadores que exercem funções sob o regime da CLT (Consolidação das Leis do Trabalho). Está garantido no Inciso II do Artigo 473 que o funcionário poderá deixar de comparecer ao trabalho por até 3 dias consecutivos ao matrimônio, tendo que provar união com a certidão de casamento.

5 lições que toda noiva aprende ao organizar seu casamento

Para funcionários que trabalham sob o regime estatuário, para funcionários públicos, professores ou empregados em condições diferentes da CLT, as diretrizes podem variar de Estado para Estado e até entre municípios.

faça o seu dinheiro render maisveja como

Quantos dias de licença?

As Leis do Trabalho garantem ao trabalhador 3 dias de ausência consecutivos sem qualquer desconto na folha de pagamento. Portanto, se o casal se casa no civil na sexta feira e a empresa que eles trabalham tem expediente no sábado, a licença-casamento começa já neste dia e durará durante o sábado, domingo e segunda-feira.  Eles precisam retornar ao trabalho na terça-feira. Se a empresa empregadora não tem expediente ao sábado, ou seja, tanto o sábado quanto o domingo são dias de folga, então a licença-casamento começa a contar na segunda-feira e o casal só precisa voltar ao trabalho na quinta-feira.

É possível negociar

Se você tem um bom relacionamento dentro de sua empresa, pode negociar e até conseguir estender a sua licença-casamento por mais dias para poder curtir a lua-de-mel. Muitas empresas entendem e compartilham a alegria do casal e concedem até uma semana de folga para a celebração do matrimônio, tudo pode ser conversado, mas a lei só garante 3 dias consecutivos.

O dia do casamento conta na licença?

Não, segundo Sérgio Pinto Martins, desembargador do Tribunal Regional do Trabalho, “os três dias consecutivos são os três subsequentes ao do casamento, não incluindo o próprio dia do casamento. Normalmente, o empregador concede o abono da falta do próprio dia do casamento”. A lei não menciona se o empregador é obrigado a comparecer no trabalho no dia do próprio casamento, mas é de praxe que as empresas liberem o funcionário de trabalhar neste dia. Converse com o seu patrão a respeito de forma amigável para conseguir mais dias para curtir o seu matrimônio.

Fique com as suas contas e finanças em dia, saiba tudo sobre impostos e benefícios.

Veja também:

Gostou? Compartilhe!
Ana Luiza Fernandes Ana Luiza Fernandes

Ana Luiza Fernandes é brasileira, natural de Minas Gerais, formada em Comunicação Social com ênfase em Jornalismo e hoje cursa Mestrado em Ciências da Comunicação pela Universidade do Porto, Portugal. Possui trabalhos na área de Jornalismo Cultural, Fotografia, Documentário e Assessoria de Imprensa e é apaixonada pela profissão desde criança.

Receba mais informações como esta!

Receba a nossa newsletter

Ao submeter os seus dados receberá a newsletter, ofertas e publicidade enviado por e-konomista.com.br e pelos nossos Parceiros e aceita os Termos e Condições e a Política de Privacidade. Os dados submetidos serão compartilhados com os nossos Parceiros.

Enviar