Itens que o seu carro vai deixar de ter nos próximos anos

O futuro é agora, e componentes de carros outrora muito avançados vão perdendo a utilidade cada vez mais rápido. Veja quais são e por que deixarão de existir.

 

Itens que o seu carro vai deixar de ter nos próximos anos
Desapegue de dez itens que em breve não serão mais vistos nos carros

O avanço nas pesquisas e desenvolvimentos de tecnologias é um processo ininterrupto na sempre competitiva indústria automotiva. O que era item de alto valor agregado ontem, hoje já é comum e amanhã poderá ser obsoleto. Componentes como carburador, antena elétrica ou o hoje impensável afogador são o exemplo de que com o tempo é inevitável desapegar, cedendo espaço para novos equipamentos e peças que tornam o carro mais eficiente, econômico ou simplesmente mais bonito.

Os itens que cairão em desuso nos carros do futuro

Destacamos dez itens que tendem a desaparecer por completo das lojas de autopeças ou das prioridades na hora da revisão do carro. Confira:

1. Estepe

O estepe tradicional, aquele das mesmas dimensões das rodas e pneus, vem cedendo espaço para o estepe temporário. Como é mais fino, representa menos espaço ocupado na mala, menos consumo de combustível e de quebra é mais fácil de colocar, já que é pelo menos 10 kg mais leve. A única desvantagem é que ele não tem muita autonomia, e precisa ser rapidamente substituído por um conjunto roda / pneu normal.

Seguro Auto Caixa SeguradoraCote, personalize e contrate online

2. Injeção Eletrônica

Hoje, o sistema de injeção eletrônica que injeta combustível no coletor de admissão vem cedendo lugar para o que opera junto com a injeção direta. Tal dispositivo faz com que o combustível vá direto para o cilindro, proporcionando maior potência, além de consumo e emissões de gases reduzidos.

3. Painel com botões não digitais

O recurso touch screen é uma realidade para grande parte dos carros de passeio atuais, e deve substituir sem maiores problemas os botões feitos em materiais plásticos.

4. Câmbio manual em sedãs

Com a eficiência e segurança oferecida pelo câmbio automático atualmente, a versão manual vai ficando literalmente para trás. Tanto que modelos como Chevrolet Cruze e Nissan Sentra já aposentaram de vez o obsoleto recurso.

5. Direção hidráulica

Cada vez mais presente nos carros mais modernos, a direção elétrica é a evolução da direção hidráulica. Trata-se de um sistema que não requer manutenção, mais simples e de funcionamento 100% à parte do motor.

6. Painel analógico de instrumentos

As telas de TFT (Thin Film Transistor) são uma variação da tecnologia LED, e vêm ganhando a preferência dos motoristas e das montadoras para compor o visual do painel de instrumentos.

7. CD Player

As mídias em CD estão com os dias contados até para uso doméstico, e em carros não é diferente. Com veículos equipados com centrais multimídia e até aplicativos de música online, não faz sentido ter um reprodutor de Compact Disc.

Leia também: Qual o melhor carro popular de 2016?

8. Motores aspirados

Essa é uma tendência irreversível e muito bem vinda, a de carros com motores menores, mas mais potentes, eficientes, e o melhor, menos poluentes. Tudo graças a recursos que garantem melhor funcionamento com menos emissão de gases, como o turbo ou compressor.

9. Iluminação halógena

As lâmpadas de LED chegaram para ficar nas residências, e nos carros o mesmo fenômeno se repete. Nada mais natural, afinal, essas lâmpadas são mais econômicas, eficientes e iluminam melhor.

10. Tempo de garantia menor que três anos

Cada vez mais atentos ao pós-venda, os motoristas não abrem mão do período de garantia de pelo menos três anos. A única montadora que não oferece três anos é a Fiat, que dá um ano de garantia para o carro como um todo e três anos apenas para motor e câmbio.

Youse é o Seguro Auto Online da Caixa Seguradora. Barato, rápido, sem burocracia.

Veja também:

Gostou? Compartilhe!
Receba mais informações como esta!

Receba a nossa newsletter

Ao submeter os seus dados receberá a newsletter, ofertas e publicidade enviado por e-konomista.com.br e pelos nossos Parceiros e aceita os Termos e Condições e a Política de Privacidade. Os dados submetidos serão compartilhados com os nossos Parceiros.

Enviar