9 itens de segurança que não podem faltar no seu carro

Mudanças na legislação aumentaram a lista de itens de segurança que devem estar presentes no carro. O equipamento tem de estar sempre em bom estado e pode salvar vidas.

9 itens de segurança que não podem faltar no seu carro
A ausência ou mau estado de itens de segurança obrigatórios rende multa

Pague menos pelo seu seguro auto, encontre aqui a alternativa mais barata.


 

Não é raro vermos especialistas alertarem para a importância dos itens de segurança do carro. A lei também começou a mudar para tornar algumas destas peças obrigatórias, uma vez que reconhecidamente agem no sentido de preservar a integridade física do condutor e demais ocupantes do carro. Toda essa preocupação é muito recente e o Brasil ainda tem muitos passos a dar para reduzir a taxa de mortalidade no trânsito.

 

O mercado também começou a seguir a tendência. Além de oferecer os novos itens de segurança que passaram a ser obrigatórios, desenvolveram outros que podem ser adquiridos como opcionais. O grande “inconveniente” é o preço. Ainda que seja justo pagar mais para ter um veículo mais seguro, o consumidor demora muito a digerir esta ideia. Afinal, bom mesmo seria ter mais por menos.


 

MAIS SEGURANÇA
Aumente a sua segurança e do seu carro com um rastreador veicular.  Saiba quanto custa.

Itens de segurança que não podem faltar

A presença dos itens de segurança obrigatórios no carro é prevista na legislação de trânsito, que vai sendo modificada ao longo dos anos. É preciso ter em conta o ano de fabricação do veículo, mas, via de regra, a ausência ou falta de conservação desses componentes resulta em uma multa pesada ao proprietário. Confira quais são essas peças e como devem estar.

 

1- Cinto de segurança

itens de segurança

Até 1984, o cinto de segurança não fazia parte dos itens de segurança obrigatórios, de acordo com a legislação nacional de trânsito. Só carro fabricados a partir deste ano é que deveriam trazer o acessório de fábrica. O componente deve estar em pleno funcionamento, bem ajustado e com a trava firme. Além disso, o motorista deve lembrar de usá-lo mesmo nos mais curtos trajetos, assim como todas as outras pessoas que estiverem no carro.



Veja aqui como saber se está na hora de trocar o pneu do carro
 
 
 

2- Extintor de incêndio

O extintor é um daqueles itens de segurança até pequenos, mas que podem evitar situações desastrosas. O proprietário deve mantê-lo sempre dentro do carro, no local adequado, respeitando as instruções. É preciso ter atenção também à data de validade do elemento e se ele está corretamente acondicionado.


Sabia que trocar o filtro de ar e óleo economiza gasolina?

 

3- Triângulo e estepe

Essa dupla dinâmica também integra a lista dos itens de segurança obrigatórios e é muitas vezes totalmente esquecida pelos condutores. A maioria deles até se esquece que deveria ter um pneu reserva e que o triângulo é fundamental na sinalização em caso de acidentes. Ambos devem estar em perfeito estado de conservação e o estepe não pode ser um pneu careca, já usado.

 

4- Iluminação

O carro deve estar sempre visível e ser capaz dar sinais aos outros condutores, por isso faróis e lanternas são também itens de segurança obrigatórios. Todas as lâmpadas devem estar em perfeito funcionamento. Luz fundida, farol partido ou lanterna apagada são motivos mais do que suficientes para uma multa nada amigável.

 

5- Encosto de cabeça

itens de segurança

Parece até um certo luxo ter aquele local exclusivo para encostar a cabeça, mas a questão é outra. Ficou comprovado que, em caso de acidentes, um ajuste eficaz dessa peça, evita situações bem graves como a tetraplegia. Desde 1998, o encosto de cabeça é obrigatório nos bancos dianteiros laterais. Nos traseiros e centrais é opcional. O descumprimento a essa norma resulta em multa e 5 pontos a menos na carteira.


Veja também quais são os carros mais vendidos no Brasil

 

6- Pneus

Talvez fosse até redundante dizer que os pneus são itens de segurança obrigatórios porque eles estão sempre no lugar, caso contrário, o carro não anda. Mas a questão vai muito além. Os quatro precisam estar em perfeitas condições para que não hajam surpresas desagradáveis. Pneus carecas aumentam drasticamente o risco de acidentes (e de multas).

 

7- Retrovisores

Você já tentou dirigir com pelo menos um retrovisor mal ajustado? Certamente a experiência não foi muito boa. São esses pequenos espelhos que garantem a visibilidade do motorista, especificamente na parte traseira. Como itens de segurança obrigatórios, devem estar fixados no local correto e não podem estar sequer trincados.


 

8- Air bags

itens de segurança

Desde 1997 os air bags vinham sendo cotados como itens de segurança obrigatórios, mas só muito recentemente ganharam esse status. Todos os carros fabricados no Brasil a partir de 2014 devem ter air bags frontais para motorista e passageiro, uma garantia extra em caso de colisões.


Confira alguns pequenos reparos no carro que você mesmo pode fazer.

 

9- Freios com ABS

Como os air bags, os freios com ABS foram durante anos oferecidos como itens de segurança opcionais e só há pouco tempo tornaram-se obrigatórios. O eficiente sistema antitravamento de rodas garante uma condução ainda mais defensiva para o motorista. O componente deve sempre ser verificado nas revisões e manutenções para garantir o seu pleno funcionamento.


Qual a melhor opção para moto, rastreador ou seguro?

 

Novidades que virão

Com uma maior atenção à prevenção de acidentes, as autoridades preparam-se para continuarem a aumentar a lista de itens obrigatórios. Apesar de alguma resistência inicial dos condutores por conta do preço, é fundamental que as alterações sejam cumpridas e vigiadas. Em alguns anos, provavelmente, o nosso trânsito deixará de ser tão perigoso.

 

A próxima alteração em vista é a obrigatoriedade dos encostos individuais de cabeça e cintos de três pontos também para os bancos traseiros. Isso já pode ser visto em alguns modelos, mas com um caráter opcional. A medida começa a ser implantada a partir de 2018, apenas para carros novos ou importados, e se tornará gradativamente mais abrangente.



 

Já pensou em poupar fazendo um consórcio de carros? Veja como é fácil.




Veja também:

Gostou? Compartilhe!
Receba mais informações como esta!

Receba a nossa newsletter

Ao submeter os seus dados receberá a newsletter, ofertas e publicidade enviado por e-konomista.com.br e pelos nossos Parceiros e aceita os Termos e Condições e a Política de Privacidade. Os dados submetidos serão compartilhados com os nossos Parceiros.

Enviar