Intercâmbio gratuito em 2016: dicas, programas e oportunidades

Quer fazer um intercâmbio gratuito em 2016? Fique por dentro de todas as informações e fontes para garantir a sua experiência internacional neste ano:

Intercâmbio gratuito em 2016: dicas, programas e oportunidades
Saiba quais programas oferecem bolsas de intercâmbio grátis

Fazer um intercâmbio no exterior e ter a experiência de uma nova cultura, novo idioma e novas oportunidades profissionais e acadêmicas é a ambição de muitos brasileiros. No entanto, muita gente acha que essa oportunidade é só para quem pode bancar financeiramente os custos de uma vida no exterior. Se você pensa assim, é hora de mudar os seus conceitos. É possível fazer um intercâmbio gratuito em 2016, sem precisar gastar nada do seu bolso.

Existem diversas oportunidades de se estudar no exterior com bolsas que financiam todos os seus gastos, incluindo passagem, moradia, alimentação, custos com a universidade e etc.

Vantagens de fazer um intercâmbio grátis

Quando você se dispõe a viver uma experiência no exterior, irá ter a oportunidade não só de alavancar a sua carreira profissional – pois a convivência em um país estrangeiro é um diferencial no seu currículo –, como terá experiências pessoais que te farão crescer muito, ter contato com novas culturas e pessoas diferentes, o que irá abrir a sua cabeça, te tornar uma pessoa melhor e ainda te dar características positivas que o mercado de trabalho está de olho.

É fácil conseguir umintercâmbio gratuito em 2016?

Não exatamente. As bolsas disponíveis de intercâmbio, tanto as governamentais quanto as oferecidas por instituições privadas, são destinadas a alunos que têm bom desempenho em seus cursos, ou seja, é preciso ter excelência acadêmica. As vagas são disputadas por muitos estudantes e, quem tiver melhores notas, boa frequência e um currículo acadêmico superior conseguem bolsas que financiam todos os custos. Mas é preciso não desistir. Se o aluno não conseguiu no primeiro processo seletivo a que se candidatou é preciso ter persistência, nem todos conseguem de primeira.
Ganhe um tablet para aprender inglês oferta limitada

As bolsas pagam todos os custos?

Nem todas. Depende da instituição e do processo seletivo ao qual o aluno irá se submeter para tentar seu intercâmbio gratuito em 2016. Todos avaliam a qualidade da experiência acadêmica do aluno, e aqueles que possuem dificuldade financeira para custear o seu período de intercâmbio, costumam receber bolsas integrais – ou seja, recebe um valor em dinheiro que é possível custear os gastos necessários com documentos, passagens, moradia, alimentação e subsistência no país destino, além custear também os gastos com a universidade.

Mas algumas bolsas não são integrais, são parciais. Ou seja, só conseguem bancar alguns gastos do estudante, sendo necessário ter um auxílio financeiro dos pais ou responsáveis (ou ter uma reserva financeira). É preciso ficar atento ao valor que será destinado ao estudante para conferir se será um intercâmbio grátis, com todos os custos bancados, ou se será parcialmente financiado.

Programas de intercâmbio grátis

 

intercambiogratis

 

1. Ciência Sem Fronteira

Já conhecido por muita gente, o Programa Ciência Sem Fronteiras é um projeto do Governo Federal que envia estudantes do ensino superior para um período de experiência no exterior. Com convênios em praticamente todas as universidades públicas do país, o projeto faz sucesso pela facilidade na inscrição e pelos requisitos mínimos. Para participar basta comprovar excelência acadêmica e em alguns casos comprovar fluência no idioma do país de destino.

O programa custeia todos os gastos do estudante do exterior e é destinado à diversas áreas da ciência, tecnologia e engenharia. Confira no site todos os detalhes sobre esse programa e fique atento às datas para se inscrever.

2. Conexão Cultura Brasil

Os alunos das áreas de humanas e artes não estão excluídos da possibilidade de bolsas para intercâmbio grátis. O Ministério da Cultura tem hoje o projeto Conexão Cultura Brasil que tem por meta enviar alunos de graduação de cinema, artes plásticas, arquitetura, publicidade, moda, teatro, jornalismo e vários outros cursos para um experiência acadêmica no exterior.  A primeira edição do programa contemplou 460 bolsas distribuídas para diferentes universidades em países como Espanha, Inglaterra e Itália. As bolsas são preferencialmente para a Europa, local com as melhores universidades voltadas para essas áreas. Os alunos costumam dizer que o valor das bolsas não é tão alto quanto os do Ciências Sem Fronteiras, mas são suficientes para bancar os gastos básicos dos alunos. As inscrições para o processo seletivo estão abertas e tem data limite até 16 de setembro. Confira tudo sobre o programa no site do Ministério da Cultura.

3. Bolsas Santander Universidades

O Banco Santander oferece desde 2001 o Programa Santander de Bolsas Ibero-Americanas, que dá bolsas de estudos de 6 meses a alunos da graduação com interesse em um intercâmbio grátis. Já foram contempladas com as bolsas Santader mais de 2.600 alunos e segundo o banco, neste ano de 2015 será investidos mais 600 milhões de euros em bolsas.

O programa, que tem parceria com diversas universidades brasileiras, oferece bolsas no valor de 3 mil reais para um período de 6 meses. O valor é repassado para as universidades filiadas para que elas façam o processo seletivo. Para garantir a bolsa é preciso ter excelência acadêmica e frequência às aulas. Ao selecionar os candidatos, as universidades passam integralmente o valor aos alunos, que devem administrar os 3 mil reais durante o período no país de destino. Lembramos que as bolsas não custeiam todo o valor do estudante, já que os custos com documentação, passagem, moradia, alimentação e demais gastos superam os 3 mil reais na grande maioria dos países estrangeiros. A Bolsa Santander é um auxílio econômico aos alunos que desejam estudar fora. O número de bolsas distribuídas por ano varia, portanto, é preciso ficar atento ao edital para se candidatar. Fique atento, pois as inscrições costumam ter início no mês de fevereiro. Para tirar todas as dúvidas e ver as bolsas que o programa Santander Universidades oferece, consulte o site.

4. Programas de mobilidade internacional da própria universidade

Muitas universidades brasileiras, especialmente as federais, possuem processos seletivos de mobilidade estudantil próprios. As universidades possuem parcerias com universidades estrangeiras e fazem processos seletivos – independentes dos programas governamentais – para dar bolsas de intercâmbio grátis aos seus alunos, sem diferenciação de cursos e departamentos. Procure saber se a sua universidade tem esse tipo de programa, pois a concorrência é bem mais baixa do que os programas do Governo Federal. Fique atento também ao valor das bolsas concedidas.

Como se preparar para conseguir um intercâmbio gratuito em 2016

  • Tenha uma boa média na faculdade: se o seu desempenho na universidade anda bem, ótimo. Continue com boas notas e terá boas oportunidades. Se anda mais ou menos, ainda dá tempo de se dedicar mais e melhorar o seu coeficiente de rendimento para tentar uma bolsa de intercâmbio grátis.
  • Invista no conhecimento de uma língua estrangeira: se você já tem em mente o país que quer fazer o seu intercâmbio grátis é bom ter pelo menos o nível básico de conhecimento do idioma local. Se você ainda não tem país destino, é recomendável ter um bom nível de inglês e/ou espanhol. Corre que dá tempo!
  • Ficar atento: consulte regularmente os sites das universidades, embaixadas e outras instituições que divulgam e promovem bolsas de estudos. Nunca se sabe quando elas estarão disponíveis, além disso, as inscrições ficam abertas por períodos curtos. Deixe os sites salvos em favoritos e consulte sempre!
  • Carta de recomendação: tem um professor preferido na Universidade? Peça a ele uma boa carta de recomendação. É extremamente positivo apresentar uma recomendação de um mestre da sua universidade ao tentar uma vaga de intercâmbio grátis. É bom também você passar a carta para o idioma do país onde quer morar, ou para o inglês.
  • Redija uma proposta de estudo inteligente e criativa: relate de forma realista como você planeja utilizar os conhecimentos obtidos na universidade através de sua bolsa de estudo –, na sua vida pessoal e profissional. Isso é importantíssimo e vai imediatamente te separar da pilha dos alunos comuns. Traduzir também é importante.
  • Invista: em atividades extracurriculares, cursos de capacitação e atividades filantrópicas. Elas poderão ser um diferencial no seu currículo.
  • Procure ex-intercambistas: os alunos que já foram aprovados no processo seletivo ao qual você está se candidatando e peça dicas, conselhos sobre como se preparar para melhorar suas chances de ser aprovado. É bom também perguntar sobre o estilo de vida e como foram as experiências dele no país de destino.
  • Pesquise: é importante saber sobre o país que você quer ir fazer o intercâmbio grátis. Tente conhecer pessoas que moram lá através da internet. O conhecimento e interesse no país contam pontos durante a entrevista.

Intercâmbio mais barato

Se você já tentou passar por processos seletivos sem sucesso ou não tem o perfil para conseguir as bolsas, pode tentar fazer um intercâmbio para países onde o custo de vida é mais barato, e mesmo assim ter boas experiências profissionais para o seu currículo, e pessoais para a sua vida.

Os lugares mais baratos para fazer intercâmbio segundo pesquisa do Correio 24horas são:  Malta, Cidade do Cabo (África do Sul), Nova Déli (Índia), Buenos Aires (Argentina) e Salamanca (Espanha). Para conferir a qualidade de vida nesses locais, você pode acessar o site Numbeo.com, lá você vai encontrar informações interessantes, como nível de criminalidade, condições do trânsito, qualidade de vida, valores de diárias em hotéis e satisfação em relação a serviços de saúde, por exemplo.

Ofertas de pacotes de viagem e hospedagem na palma da mão. Baixe o app grátis e fique de olho nas oportunidades!

Intercâmbio gratuito em 2016

Para garantir o seu intercâmbio gratuito em 2016, fique atento aos processos seletivos. Disponibilizamos aqui as fundações e programas que fornecerão bolsas para o ano que vem:

Fundação Estudar

Inscrições: até 31 de março
Resultado final: até o fim de junho

Podem participar pessoas entre 16 e 34 anos. Existem quatro categorias de bolsas elegíveis: graduação no Brasil, graduação no exterior, pós-graduação no exterior (mestrado, doutorado e pós-doutorado) e intercâmbio acadêmico ou duplo-diploma no exterior durante a graduação.

Mais informações: http://www.estudar.org.br/www.estudar.org.br

Ciência sem Fronteiras

Inscrições: variam de acordo com o programa
Iniciativa do governo federal que prevê promover o intercâmbio de alunos de graduação e pós em diferentes países com objetivo de manter contato com sistemas educacionais.

Mais informações: www.cienciasemfronteiras.gov.br

Fundação Carolina

Inscrições: abrem, anualmente, em meados do mês de dezembro
São bolsas de estudo na Espanha destinadas a estudantes latino-americanos para cursos de pós-graduação. Há vagas também para programas de doutorado e pós-doutorado.

Mais informações: www.fundacioncarolina.es

Fundação Lemann

Inscrições: variam de acordo com a universidade

Oferece bolsas de estudos em algumas das melhores universidades do mundo por meio do programa Lemann Fellowship. São as próprias instituições de ensino que selecionam os bolsistas e realizam o processo de admissão e concessão das bolsas. Para se candidatar a uma bolsa Lemann Fellowship é preciso primeiro ser admitido em uma das universidades que participam do programa e, posteriormente, participar do processo interno utilizado pela instituição de ensino para selecionar os alunos que irão receber o incentivo.

Mais informações: www.fundacaolemann.org.br

Global Scholarship Alliance

Inscrições: não há data limite

Oferece programas de bolsa de estudos para os enfermeiros internacionais que combinam as bolsas de estudo em universidades americanas com treinamento prático e restrito emprego no campus da universidade de filiados a instituições de saúde.

Mais informações: http://globalscholarship.net/fn/

Instituto Ling

Inscrições: até 9 de maio
Resultado final: 3 de agosto

Oferece bolsas de mestrado e pós exclusivamente para alunos brasileiros já aprovados em universidade de primeira linha no exterior.

Mais informações: www.institutoling.org.br

Laspau

Inscrições: até 21 de agosto
Resultado: 15 de dezembro

São 500 bolsas de estudos de doutorado pleno para brasileiros nas universidades dos Estados Unidos. O processo seletivo será conduzido pela Laspau, organização sem fins lucrativos afiliada à Harvard University. As bolsas, para início do curso em 2016, fazem parte do programa Ciência sem Fronteiras e são voltadas para as áreas de ciência, tecnologia, engenharia e matemática.

Mais informações: www.laspau.harvard.edu/pt-br

Nuffic Neso Brazil

Inscrições: até 1º de abril
Resultado final: 12 de maio

Oferece bolsas de estudo para brasileiros interessados em estudar na Holanda, por meio do programa do Orange Tulip Scholarship (OTS). É necessário ter excelência acadêmica. As oportunidades são para os programas de graduação e pós-graduação (MBA  e mestrado) nas áreas de  negócios, comunicação, design, direito, finanças, ciências sociais, ciências da saúde, ciências naturais, T.I, engenharia, turismo e indústria criativa.

Mais informações: www.nesobrazil.org

Santander Universidades

Oferece bolsas que variam de acordo com o destino do estudante. O prazo de inscrições também muda. Consulte o site, veja a bolsa do Santander Universidades que te atende e inscreva-se.

Mais informações:  http://www.becas-santander.com/

Ganhe um tablet para aprender inglês onde quiser.

Veja também: 

Gostou? Compartilhe!
Ana Luiza Fernandes Ana Luiza Fernandes

Ana Luiza Fernandes é brasileira, natural de Minas Gerais, formada em Comunicação Social com ênfase em Jornalismo e hoje cursa Mestrado em Ciências da Comunicação pela Universidade do Porto, Portugal. Possui trabalhos na área de Jornalismo Cultural, Fotografia, Documentário e Assessoria de Imprensa e é apaixonada pela profissão desde criança.

Receba mais informações como esta!

Receba a nossa newsletter

Ao submeter os seus dados receberá a newsletter, ofertas e publicidade enviado por e-konomista.com.br e pelos nossos Parceiros e aceita os Termos e Condições e a Política de Privacidade. Os dados submetidos serão compartilhados com os nossos Parceiros.

Enviar