Índice de depreciação: saiba quanto o seu carro desvaloriza por ano

A partir do momento em que sai da concessionária, o seu carro começa a desvalorizar. Conheça como funciona o índice de depreciação.

Índice de depreciação: saiba quanto o seu carro desvaloriza por ano
Dependendo do modelo, o índice de depreciação pode ser alto

Faça um teste drive sem custo e sem compromisso: agende já o seu.






Você demorou anos juntando dinheiro para comprar o carro dos sonhos. Foi um investimento elevado e a sua ideia é revender o possante daqui um tempo e trocar por um modelo mais atual. Uma boa parte dos proprietários tem essa linha de pensamento, mas esquecem que o índice de depreciação desempenha um papel importante na hora de fazer negócio. 

Assim que sai da concecionária e começa a rodar, o veículo vai gradativamente perdendo valor. Por vários motivos, o índice de depreciação varia, podendo ser muito maior em carros esportivos, por exemplo. Modelo, marca, quilometragem, acessórios e preço da manutenção são fatores que influenciam diretamente na desvalorização dos automóveis. Saiba como isso acontece.

QUAL O CARRO COMBINA COM VOCÊ?
A procura do carro ideal? Faça o cadastro no E-konomista e encontre a melhor solução financeira para adquirir o seu carro.

Índice de depreciação: quanto desvaloriza?

O índice de depreciação dos veículos é muito mais incisivo nos primeiros anos. Nos 24 meses a seguir à compra, o valor do carro pode cair de 20% a 30%. Isso se estivermos falando de um automóvel básico, compacto ou sedã. Em picapes, SUV’s e esportivos a desvalorização nesse mesmo período pode chegar a 50%.

Nessa conta entram ainda fatores como o estado de conservação geral do veículo, a cor e acidentes anteriores. Carros com muitos acessórios e personalização não são vistos com bons olhos no mercado e repassá-los pode ser uma tarefa árdua. Para o bem ou para o mal, o mercado automobilístico vai no sentido oposto do imobiliário: enquanto nas casas, o tempo e os extras acrescentam valor, nos carros, esses dois fatores não contam tantos pontos a favor. 

Como calcular o índice de depreciação

Apesar de cada veículo ter a sua desvalorização particular, é possível fazer um cálculo médio e ter uma base da perda de valor anual. E nem é preciso ser uma grande expert com a calculadora: pegue o preço do carro novo e divida por 5, essa parcela corresponde aos anos em que a depreciação é mais agressiva. Com essa conta simples você terá uma ideia de quanto o seu zero quilômetro desvalorizará nos próximos tempos.

Vale ressaltar que o cálculo é apenas uma orientação. Levando em conta os fatores citados anteriormente, o índice de depreciação pode ser superior ou inferior ao resultado apresentado. Convém o proprietário estar ciente ainda se o seu veículo está entre os carros que mais desvalorizam no Brasil.

Por que desvalorizam? 

Veículos importados e de luxo desvalorizam rapidamente por conta do custo elevado das manutenções e das peças. Para que o prejuízo não seja sempre avultado, especialistas recomendam a troca anual desse tipo de carro. Ou seja, aquele seu vizinho que aparece sempre com um coupé novo pode estar, na verdade, economizando e não esbanjando. 

Os carros maiores ou com designs específicos, como picapes, além de serem grandes consumidores de combustível, atendem a uma parcela pequena da população. Os brasileiros preferem os hatch ou veículos familiares, enquanto as picapes são eleitas de apenas 10% dos motoristas. Com um mercado tão específico, é natural que os preços entrem em queda livre mais facilmente.
 

Você sabia que também é possível fazer test drive em carros de luxo? Agende o seu sem custo!


Veja também:

Gostou? Compartilhe!
Receba mais informações como esta!

Receba a nossa newsletter

Ao submeter os seus dados receberá a newsletter, ofertas e publicidade enviado por e-konomista.com.br e pelos nossos Parceiros e aceita os Termos e Condições e a Política de Privacidade. Os dados submetidos serão compartilhados com os nossos Parceiros.

Enviar