Hostel no Brasil: lugares para se hospedar de graça

Dá para viajar sem pagar hospedagem? Dá sim, basta escolher um hostel no Brasil que aceite fazer work exchange e fazer as malas, veja 7 indicações no artigo.

Hostel no Brasil: lugares para se hospedar de graça
Saiba onde você pode se hospedar em troca de trabalho

Quer viajar o Brasil mas a grana está curta? Você pode trocar trabalho por hospedagem e viajar gastando muito pouco. Há diversos hostels no Brasil que trocam mão de obra por estadias em suas instalações, assim você viaja de forma sustentável, se diverte, conhece muitas pessoas diferentes e gasta pouco. Escolha um hostel no brasil que oferece hospedagem de graça, entre em contato e boa viagem!

Hostel no Brasil – trabalhando e viajando na maior economia

Se você quer economizar na estadia na sua próxima viagem, pode procurar um hostel onde você possa trabalhar em troca de estadia e aproveitar as folgas para curtir o destino. Muitos hostels brasileiros já adotam essa prática comum em albergues do mundo todo, chamada de Work Exchange,  assim os hóspedes trabalham um certo número de horas por dia e podem cutir o destino gastando muito pouco.

Os pontos turísticos que mais geram frustração nos turistas

Confira abaixo alguns hostels do Brasil bem recomendados pelo Turismo Ig e pelo site Nômades digitais para se hospedar em troca de trabalho.

GANHE
UMA VIAGEM
veja como concorrer

1. Floripa Surf Hostel – Florianópolis

Então o destino que você está sonhando é capital catarinense? Tem hostel que oferece work exchange por lá, e o ambiente e localização são privilegiados. A 200 metros da praia do Campeche, o Floripa Surf Hostel tem todo o ambiente praieiro e oferece uma série de mordomias: almoço grátis 6 vezes por semana, lavanderia e empresta bikes e pranchas de surf gratuitamente. Os donos são amigáveis e negociam as horas de serviço por semana. Consulte as condições no site oficial do Floripa Surf Hostel.

2. Piratas da Praia Hostel - Recife

Então o destino é Recife? Então entre em contato com o Hostel Piratas da Praia e garanta sua estadia com trabalhos que eles precisam por lá, os mais comuns são de: garçom, limpeza, cozinha, recepção, reparos, e também trabalhos específicos como social media, produção de fotografias e vídeos instituicionais. A estadia mínima de work exchange exigida pelo Piratas da Praia é de duas semanas – um bom tempo para aproveitar as maravilhas de Recife, com 30 horas de trabalho e 3 dias de folga por semana. Saiba mais sobre a hospedagem aqui.

3. Pousada Jacarandá – Trancoso

Uma das praias mais disputadas do Brasil também tem hospedagem com oferta de work exchange. Não é um hostel, mas sim uma pousada super charmosa que aceita viajantes que ofereçam serviços úteis como reparos, aulas de yoga, massagens, recepção e outros serviços. As condições oferecidas pela pousada variam, normalmente eles pedem 4 horas de trabalho diário com 2 folgas semanais, ou 1 hora de trabalho diário com uma folga semanal, e para quem for ficar na recepção 5 horas por dia com 2 dias de folga na semana.  Saiba o que eles precisam que você pode oferecer e reserve a sua hospedagem aqui.

4. Alma de Santa – Rio de Janeiro

Está caro alugar hospedagem na Cidade Maravilhosa? E se você pudesse ficar hospedado em Santa Teresa de graça? É o que o hostel Alma de Santa oferece: a demanda é por viajantes que falem inglês e português para trabalhar 5 horas por dia na recepção e ter dois dias de folga para curtir o Rio. Nada mal hein? O Alma Santa oferece cama, uma refeição diária e livre acesso à lavanderia. Reserve sua vaga de work exchange aqui.

5. Arawak Jungle Hostel – Amazonas

Acha que visitar o Amazonas é um sonho distante? Sem pagar hospedagem pode ser uma viagem possível. O Arawak Jungle é um hostel incrível que fica nas proximidades do Rio Negro, dentro da floresta tropical. Ideal para relaxar e... trabalhar! Com 5 horas de mão na massa por dia nas mais diferentes funções (arrumação, limpeza, cultivo ou jardinagem) é possível aproveitar as instalações do hostel e ainda ter 2 dias de folga para curtir como quiser. Entre em contato e saiba como se candidatar.

6. Cidade Baixa Hostel – Porto Alegre

Se o seu próximo destino é Porto Alegre, você já tem lugar para ficar. No Cidade Baixa Hostel você fica no coração do quarteirão mais boêmio da cidade e se hospeda em troca de trabalho. O hostel é comandado por uma família e eles estão sempre em busca de viajantes que possam dar uma força em diversos serviços como recepção, limpeza, alguém para o turno da noite na administração e também por habilidades específicas como social media, fotógrafo, videomaker e desenvolvedor web. Saiba como se candidatar aqui.

7. Ô de Casa – São Paulo

Este hostel, localizado na Vila Madalena na capital paulista oferece estadia gratuita e uma refeição por dia para os hóspedes que se disponham a trabalhar na cozinha, na recepção, em áreas administrativas e até mesmo com fotografia e design do local. O Ô de Casa estabelece regime de trabalho de 30 horas semanais com 3 dias de folga para que o trabalhador/hóspede aproveite a visita à cidade. Ficou interessado? Entre em contato através do site.

Fique por dentro de dicas para economizar nas suas viagens nacionais e internacionais.

Veja também:

Gostou? Compartilhe!
Ana Luiza Fernandes Ana Luiza Fernandes

Ana Luiza Fernandes é brasileira, natural de Minas Gerais, formada em Comunicação Social com ênfase em Jornalismo e hoje cursa Mestrado em Ciências da Comunicação pela Universidade do Porto, Portugal. Possui trabalhos na área de Jornalismo Cultural, Fotografia, Documentário e Assessoria de Imprensa e é apaixonada pela profissão desde criança.

Receba mais informações como esta!

Receba a nossa newsletter

Ao submeter os seus dados receberá a newsletter, ofertas e publicidade enviado por e-konomista.com.br e pelos nossos Parceiros e aceita os Termos e Condições e a Política de Privacidade. Os dados submetidos serão compartilhados com os nossos Parceiros.

Enviar