Hackear a webcam é fácil! Saiba como proteger seus dispositivos

Proteja sua privacidade contra invasores digitais e defenda-se de tentativas para hackear a webcam. Saiba como garantir a segurança de seus dispositivos.

Hackear a webcam é fácil! Saiba como proteger seus dispositivos
Proteja sua privacidade e seus dados virtuais. Saiba como evitar invasores

Hackear a webcam ainda não é uma trapaça tão presente no mundo digital como hackear um e-mail ou invadir contas em redes sociais, porém a prática têm se tornado cada vez mais comum e pior, ainda mais fácil Alguns dados divulgados recentemente mostram que um grupo de hackers chamado Ghostnet já invadiu cerca de 2 mil câmeras em 103 países e outras 73 mil webcams já foram atacadas ainda em 2013.

Os motivos são variados mas o principal é que hackear a webcam vai muito além da diversão, garantindo dinheiro aos criminosos. Muitos invasores vendem as imagens obtidas ilegalmente ou ainda comercializam o acesso a esses computadores diretamente, principalmente se o dispositivo invadido pertencer a uma mulher.

Como é possível hackearem a minha webcam?

A verdade é que hackear a webcam de alguém é mais fácil do que parece e existem muitos sites que ensinam como fazer. A internet é repleta de tutoriais e até mesmo manuais para iniciantes que desejem aprender sobre essas invasões, os quais ensinam a mascarar vírus e os chamados trojans em arquivos e anexos que aparentam ser inocentes, instalando então softwares que permitem tomar o controle remotamente do computador alheio, e da câmera.

PAGUE
MENOS NA SUA
CONTA DE
CELULAR
mude já o seu plano!

Normalmente isso acontece quando acessamos sites não confiáveis, fazemos um download suspeito de filmes em torrent – onde o arquivo aparece corrompido, ou mesmo através de e-mails que são abertos com anexos aparentemente inofensivos, mas somos vítimas de nossa própria curiosidade.

As câmeras mais vulneráveis são aquelas que não se conectam fisicamente com o computador, utilizando redes wi-fi para tal, por exemplo. Essas câmeras possuem um endereço eletrônico próprio, ou seja, um IP individual dentro da rede, assim como uma senha individual de acesso; a qual a grande maioria dos usuários se esquece de trocar a senha padrão de fábrica por uma chave pessoal. Sem uma senha forte, fica relativamente fácil para um hacker ter acesso às imagens da câmera.

Como proteger computadores e smart TVs

A primeira e mais importante advertência para não ter sua webcam invadida é não clicar em links suspeitos ou abrir qualquer anexo de remetentes desconhecidos ou assuntos duvidosos. Certifique-se também de que o antivírus está instalado e atualizado em seu dispositivo.

Outra tática que não requer qualquer tipo de tecnologia avançada ou conhecimento técnico, é simplesmente cobrir sua webcam quando ela não estiver sendo usada. Aponta-la para o teto ou uma parede vazia também são boas estratégias; aqueles que utilizem laptops podem fechar a tampa sempre que não estiver em uso ou cobrir a câmera com uma fita adesiva.

Xiaomi: conheça a Apple Chinesa e seus principais produtos

O que fazer se descobrir que minha câmera foi invadida?

Como hackear a webcam é uma realidade que pode estar acontecendo com qualquer pessoa sem deixar qualquer vestígio. Caso desconfie que está sendo invadido - como por exemplo ao notar que o led presente em sua webcam acende aleatoriamente sem que ela esteja sendo acionada -, a medida imediata a ser tomada é desconectar todo o aparelho da internet e executar uma varredura completa do sistema com um bom antivírus.

Computadores que utilizam o sistema Windows permitem essa verificação ao acessar o Gerenciador de Tarefas. Dentro da janela, clique na aba Processos e observe se o título “winlogon.exe” aparece em duplicidade; se isso acontecer é muito provável que seu sistema esteja sendo controlado.

Encontre a solução mais barata de telefonia móvel.

Veja também:

Gostou? Compartilhe!
Heloísa von Ah Heloísa von Ah

Formada em Comunicação em Computação Gráfica e Design de Games, é apaixonada pela profissão que exerce. Uma aficionada por tecnologia, gatos e cinema underground.

Receba mais informações como esta!

Receba a nossa newsletter

Ao submeter os seus dados receberá a newsletter, ofertas e publicidade enviado por e-konomista.com.br e pelos nossos Parceiros e aceita os Termos e Condições e a Política de Privacidade. Os dados submetidos serão compartilhados com os nossos Parceiros.

Enviar