Guardar dinheiro em dólar é uma boa ideia?

A valorização da moeda norte-americana parece uma alternativa tentadora de investimento. Descubra se comprar e guardar dinheiro em dólar é uma boa ideia.

Guardar dinheiro em dólar é uma boa ideia?
Está pensando em aproveitar as altas do dólar e investir na moeda? Cuidado!

Em tempos onde a desvalorização do real é uma constante, agravada diante de uma crise financeira e incertezas na economia, muitos são os brasileiros que tendem ou cogitam aplicar seus rendimentos na moeda americana – por vezes até mesmo comprar e guardar dinheiro em dólar. Seriam esses impulsos levados pelas altas do dólar realmente uma boa ideia?

A verdade sobre guardar dinheiro em dólar

A primeira dica sobre quem pondera possibilidades é bastante clara e alerta sonhadores: investir em moeda é assunto para profissionais. Mas e quando faz-se a compra para guardar dinheiro em dólar? É uma boa ideia?

De acordo com especialistas em finanças, comprar moeda é um investimento de um claro e alto risco, principalmente devido à oscilação da mesma, permitindo vantagens somente a curto prazo. Basicamente, essa manobra não se sustenta em um longo período de tempo, refletindo-se apenas em movimentos especulativos.

Dinheiro mofa? 6 coisas que acontecem quando suas economias ficam na poupança

Um exemplo muito claro sobre essa condição está entre os que compraram dólar por volta do final do ano de 2002 e início de 2003, onde pagaram em torno de R$ 4 pela moeda. Hoje, quase 14 anos depois, estes mesmos indivíduos não vão conseguir vendê-la a esse mesmo preço, mesmo com a alta que tivemos recentemente.

Mesmo para quem apostou no dólar em 2015 e viu rendimentos extraordinários enquanto os demais fundos não ultrapassavam a inflação, a moeda americana ainda assim é incapaz de bater as demais aplicações quando comparamos os rendimentos em um prazo de dez anos.

Portanto, para quem quer jogar pelo seguro, o Brasil ainda é a melhor alternativa para quem busca pela renda fixa, devendo então apostar na taxa de juros. Seja por meio das aplicações em fundos, através do Tesouro Direto ou em papéis onde há isenção de IR, como é o caso das LCIs e LCAs, há uma infinidade de alternativas para se obter maiores rendimentos que os depósitos convencionais na caderneta de poupança, ou em investimentos de alto risco, como no caso do dólar.

Entretanto, se mesmo assim quiser guardar dinheiro em dólar e arriscar nesse mercado, procure um gestor profissional para coordenar suas decisões. Entre fundos multimercados também há uma grande diversidade em carteiras que operam câmbio e despontam com grandes resultados em momentos de alta do dólar.

Ao contrário do simples fato de guardar dinheiro em dólar, essa é uma alternativa mais eficiente para quem busca por ganhos através de moedas estrangeiras, ainda que continue representando riscos aos investidores.

Veja também:

Gostou? Compartilhe!
Heloísa von Ah Heloísa von Ah

Formada em Comunicação em Computação Gráfica e Design de Games, é apaixonada pela profissão que exerce. Uma aficionada por tecnologia, gatos e cinema underground.

Receba mais informações como esta!

Receba a nossa newsletter

Ao submeter os seus dados receberá a newsletter, ofertas e publicidade enviado por e-konomista.com.br e pelos nossos Parceiros e aceita os Termos e Condições e a Política de Privacidade. Os dados submetidos serão compartilhados com os nossos Parceiros.

Enviar