As grandes empresas que são geridas por mulheres no Brasil

Quem são as líderes mais influentes do Brasil? Conheça as mulheres que ocupam cargos de CEO em grandes empresas nacionais e transnacionais.

As grandes empresas que são geridas por mulheres no Brasil
Conheça as CEO's mais influentes do Brasil

ECONOMIZE NOS SERVIÇOS DA SUA CONTA BANCÁRIA saiba como

O Brasil é o terceiro país do mundo com menos mulheres em cargos de liderança, de acordo com a pesquisa Woman in Business 2015, realizada pela Grant Thornton. Segundo o estudo, 57% das empresas no Brasil não têm mulheres em cargos de liderança. O Brasil ficou à frente apenas do Japão (66%) e da Alemanha (59%). Pelo visto, a presidência feminina do país não os põe à frente no quesito oportunidades no mercado de trabalho.

Descubra o que é empreendedorismo rosa

Mulheres que se tornaram CEO de grandes empresas no Brasil

O volume de empresas sem mulheres em cargos estratégicos cresceu nos últimos anos, de 34% para 53%. Não foi com pouca experiência profissional, com networking escasso e com pouco estudo que as mulheres listadas abaixo conquistaram os cargos de chefia e presidência em grandes empresas – e até em multinacionais no Brasil. Donas de uma grande responsabilidade, muitas conciliam também à vida familiar a um trabalho extremamente atarefado. Confira a seguir a lista.

1. Monica Herrero – CEO Brasil da Stefanini

Fundada por Marco Stefanini, a consultora brasileira que leva o seu sobrenome presta serviços na área de TI e softwares. Monica tornou-se a CEO Brasil da companhia, depois de Marco assumir a presidência global. A líder tem 20 anos de carreira na empresa e muitos desafios pela frente. Um conselho que a líder dá para ter sucesso é dar o exemplo e trabalhar em equipe.

2. Andrea Alvares – Presidente da divisão Foods da Pepsico Brasil

Nas palavras da própria CEO, ela nunca se viu “num papel de mulher versus homem” e nunca levou em conta uma possível desigualdade de gêneros na hora de competir por cargos mais desafiadores. Hoje, 14 anos depois de entrar na companhia, Andrea lidera a área de salgados da América Latina e tem sob a sua chefia 15 diretores de alto escalão. Além disso tudo, a gestora também participa de diversas atividades ambientais, culturais e sociais fora do trabalho. E ainda sobra tempo para criar os três filhos.

Dicas para se tornar uma empreendedora de sucesso

3. Deborah Vieitas – CEO da Amcham Brasil

Deborah assumiu o cargo há quase 3 meses, em 1 de outubro de 2015. Ela é mestre em Administração pela GV e pela École Nationale d’Administration, na França. Além do know how além fronteiras, Deborah também tem sólido histórico na direção de grandes instituições financeiras (Caixa Geral de Depósitos – Brasil, BNP Paribas, Unibanco e CCF Brasil) e na direção da Associação Brasileira de Bancos Estrangeiros. Deborah é a primeira CEO mulher da companhia, após 96 anos de sua fundação.

4. Luiza Helena Trajano – Presidente da Magazine Luiza

Luiza Helena não é só CEO da Magazine Luiza por ser sobrinha da dona da rede. Na verdade, foi ela que, em 1972, planejou a expansão das lojas que até então só existiam em Franca, para um patamar de tão grande porte capaz de competir com empresas como Casas Bahia e Ponto Frio. Desde então, isso concedeu à Luiza Helena Trajano o mérito de ser CEO da Magazine Luiza.

15 ideias de negócios para mulheres

5. Adriana Machado – VP América Latina General Eletrics

OPORTUNIDADE DE EMPREGO
O E-Konomista não brinca em serviço, e vai te ajudar a encontrar a oportunidade certa. Faça o cadastro gratuitamente e receba vagas no Brasil e no exterior.

Formada em Ciência Política pela UNB, Adriana começou a carreira na embaixada dos Estados Unidos em Brasília, como assistente política, onde permaneceu por 5 anos. Depois, tornou-se diretora Amcham Brasil, passando pela Intel e por diversos cargos dentro da própria GE até tornar-se efetivamente CEO Brasil em 2011. Menos de 2 anos depois e Adriana já é vice-presidente de Relações Políticas e com o Governo da América Latina.

Veja as dicas para começar um negócio, mesmo sem dinheiro

6. Paula Bellizia – CEO Microsoft Brasil

Paula trabalhou na Microsoft de 2002 a 2012, ano em que deixou o cargo para gerenciar a área do Facebook de negócios para pequenas e médias empresas. Depois, tornou-se presidente da Apple no Brasil e em 2015 foi chamada de volta à Microsoft para presidir a empresa no Brasil.

7. Rachel Maia – CEO da Pandora Brasil

Rachel formou-se em Administração na FMU, na UVIC Canadá, fez MBA na FIA/USP e em 2014 especializou-se em Negociação e Liderança, na Harvard. Foi gerente nos laboratórios Novartis e por 7 anos coordenou a área de finanças e RH na Tiffany & Co. Brasil. Rachel diz que nunca pensou em entrar no mercado de luxo, até que recebeu a proposta para ser CEO da Pandora, marca dinamarquesa de joias, no Brasil. Há 5 anos no posto, Rachel é uma das mais influentes líderes brasileiras – e tem mérito para tal.

8. Sonia Hess de Souza – Proprietária e presidente da Dudalina

Presidente da camisaria catarinense famosa entre as mulheres e fundada pela sua mãe, Dudalina. Sonia ainda ouve a frase da mãe em uma das viagens que fazia para procurar mercado para a marca: “filha, eu só volto para a casa quando vender a última camisa”. Sonia preside a empresa onde foi responsável por um crescimento de 30% ao ano desde 2009. Em 2013, foi eleita uma das mulheres mais poderosas do Brasil pela Forbes.

As características das mulheres de sucesso

9. Claudia Sender – CEO da TAM Linhas Aéreas

Formada em Engenharia Química pela USP e com MBA em Harvard, Claudia começou a carreira na Bain & Co como consultora. Sete anos depois, foi convidada à vice-presidência de Marketing na Wirlpool, onde permaneceu por mais 6 anos. Em 2011, assumiu a vice-presidência de voos domésticos da TAM e desde 2013 é CEO da companhia no Brasil.

10. Maria de Lourdes Egydio Villela – CEO do Itaú Cultural

Psicóloga, empresária e filantropa, mais conhecida por Milú Villela, é formada pela PUC-SP e atual presidente do MAM (Museu de Arte Moderna) de São Paulo e vice-presidente da ITAÚ/SA, sendo uma das maiores acionistas da companhia. Também é CEO da Fundação Itaú Cultural.

Encontre a conta bancária ideal para você. Saiba mais.


Veja também:

Gostou? Compartilhe!
Gabriela Ventura Gabriela Ventura

Natural de São Paulo, estudante de Publicidade e Propaganda na USP. Não tem hobbies fixos nem rotina, é apaixonada pelo imprevisto. Foi fazer intercâmbio em Lisboa e... estendeu a estadia por tempo indeterminado.

Receba mais informações como esta!

Receba a nossa newsletter

Ao submeter os seus dados receberá a newsletter, ofertas e publicidade enviado por e-konomista.com.br e pelos nossos Parceiros e aceita os Termos e Condições e a Política de Privacidade. Os dados submetidos serão compartilhados com os nossos Parceiros.

Enviar