Quer financiar um carro?

Receba já uma cotação com a melhor solução de crédito para você

Ao submeter os seus dados receberá a newsletter, ofertas e publicidade enviado por e-konomista.com.br e pelos nossos Parceiros e aceita os Termos e Condições e a Política de Privacidade. Os dados submetidos serão compartilhados com os nossos Parceiros.

Seguinte

5 coisas que só quem já foi dono de um Fusca sabe

Se você já foi dono de um Fusca, com certeza vai se identificar com esse artigo. O carro mais popular da história no Brasil ainda desperta a simpatia de todos. 

Se você já foi dono de um fusca, você vai se identificar.

Economize na conta do celular, faça um plano de internet móvel.
 

 

Se você já foi dono de um Fusca, com certeza também tem história para contar e provavelmente é apaixonado por ele! É tão séria a paixão por esse modelo único, que virou inclusive brincadeira ao redor do mundo. Basta ser o primeiro a avistar um Fusca azul que já pode dar um “soco” no braço do seu amigo. A brincadeira surgiu nos EUA, por volta dos anos 60, quando se tornou febre os Beetle (como é chamado por lá) nas ruas das cidades. É o famoso jogo “Punch Buggy” ou “Slug Bug”.


 

Quer comprar um carro?
Faça já uma simulação de financiamento ou de consórcio e veja qual é a melhor solução para você.

Só quem teve um fusca sabe

Brincadeiras a parte, existem algumas coisas que só quem já teve ou ainda tem o privilégio de “pilotar” um Fusca sabe:

 


 

1- Fusca tem alma e é popular

dono-de-fusca

É isto que pensa todo o dono de Fusca que sempre conversa com o carro nos momentos mais difíceis: “Por favor, não me deixe na mão”! E sabe o motivo de ser popular? Quando se tem um passa a conhecer todas as oficinas da região e o mecânico vira o seu melhor amigo!

 

2- Peças são baratas

dono-de-fusca

O modelo foi desenvolvido para ser prático e de fácil manutenção. Ou seja, peças de baixo custo, tanto para reparo e troca. Porém, quebra paradigmas! Quem disse que é um carro econômico não sabe o quanto custa a mão de obra e as peças que é preciso trocar, com regularidade!

 

3- É um carro que dá trabalho

dono-de-fusca

Você aprende a calcular, quando paga R$ 1 mil para comprar o carro, gasta mais de R$ 1 mil em reparos e, se for vendê-lo, o preço máximo que vai conseguir é R$ 500. E, se não entende de cabo de embreagem, velas, óleo de freio, vazamentos e eixos da parafuseta, com certeza passará a entender quando tiver um na garagem. Como já dizia o povo: você casa com o carro!

 

4- Empurrar se torna rotina

dono-de-fusca

Você investiu toda a grana do porquinho para comprar o primeiro carro. Um orgulho para os pais. Ou então pegou a ecônomia de anos para realizar o sonho de ter um carro antigo na garagem. Mas saiba que... para mantê-lo inteiro e rodando, terá que largar os vícios da bebida, do cigarro e até os gastos extras de final de semana para pagar a manutenção.
 

E pode ter certeza que a academia ficará em dia, pois em algum momento terá que empurrá-lo para que pegue no tranco. O incrível é que sempre acontece quando se está arrumado para sair, para buscar uma garota (ou com a esposa) e, para as meninas que também possuem um, ele sempre deixa na mão quando se está com aquele vestido e salto alto.

 

5- Orgulho de ter um Fusca

dono-de-fusca

Não é preciso pagar IPVA, apenas pagar mico, engolir sapos… e de vez enquanto escutar algumas piadinhas do tipo: “Mas que poçante!” (por causa da poça de óleo na garagem) ou “Cadê o Herbie?” (esse mesmo, do filme Se Meu Fusca Falasse).


Esses itens fazem parte de uma lista que rola na internet há alguns anos (autor desconhecido) em vários fóruns e sites que falam sobre a arte de ter e manter um Fusca.

 

Curiosidades sobre o Fusca

  • Você sabia que o Fusca foi o primeiro carro fabricado pela Volkswagen e que o seu nome original era KDF - Kraft Durch Freude, que em tradução livre significa “força através da alegria”.
 
  • O primeiro protótipo (1934) foi produzido pelo fundador da marca esportiva Porsch, Ferdinand Porsche, e teve o aval do ditador alemão Adolf Hitler. Que mais tarde solicitou o desenvolvimento de uma linha específica para a guerra da Alemanha: Schwimmwagen ou Fusca Anfíbio.
 
  • No Brasil, o modelo amado por muitos chegou em 1950 e, curiosamente, se tornou o carro fora de linha mais emplacado do mercado. Uma pena não ser mais fabricado no mundo! O último ano desse grande automóvel foi em 2003.
 
  • Outra curiosidade é que ele recebeu nomes diferentes em cada um dos países em que foi comercializado: Fusca (Brasil); Carocha (Portugal); Boble (Noruega); Volta (África do Sul); Kodok (Indonésia); Brouki (República Tcheca); Peta (Bolívia); Baratinha (Cabo Verde); Cucarachita (Guatemala e Honduras); Escarabajo (Venezuela) e Garbus (Polônia).
 
  • O Dia Nacional do Fusca é comemorado em 20 de Junho!

 

Mantenha o seu carro seguro com um seguro auto que cabe no seu bolso.


Veja também:

Gostou? Compartilhe!