Financiar casa: o que se deve pensar antes de contratar um serviço

Saiba quais são os principais pontos a serem avaliados ao financiar casa, apartamento ou imóveis na planta, sem comprometer sua renda e planos futuros.

Financiar casa: o que se deve pensar antes de contratar um serviço
Saiba o que ponderar em suas necessidades, limitações e planos para o futuro.

Com possibilidades de financiar casa em até 100% do valor do imóvel, a procura pela liberação de crédito imobiliário vem tomando enormes proporções. No entanto, diante da promessa de taxas de juros acessíveis e facilidade na obtenção do financiamento é preciso avaliar alguns pontos do presente e futuro antes de contratar o serviço. Veja por onde começar.

O que avaliar antes de decidir por financiar casa

Morar bem é um desejo unânime mas, quais são os requisitos para comprometer-se a financiar casa ou apartamento sem que isso afete sua renda e muito menos seu direito ao lazer e aos demais planejamentos futuros? Saiba o que é preciso avaliar antes e durante a contratação do serviço de crédito imobiliário.

Entenda as Necessidades

Casa ou apartamento? Com filhos? Animais? Quais são os seus planos para daqui 10, 20 ou 30 anos? Estas são apenas algumas questões a serem respondidas antes de tomar a decisão de assumir um financiamento. Além destas variáveis a respeito de questões futuras, avaliar sua renda e quais limitações com lazer está disposto a ter para arcar com esse compromisso também são alguns fatores a serem ponderados.

Tome nota sobre o valor que tem disponível em caixa para dar entrada no imóvel, com base na faixa de preço que estipulou para compra. Lembre-se que, quanto maior a entrada, menores são os juros e tempo de financiamento, representando sempre vantagem.

Avalie suas Finanças

Para conseguir um financiamento, os bancos e demais instituições de crédito costumam aplicar certa rigidez nos requisitos para a liberação do montante, garantindo que o cliente possui plenas possibilidades de arcar com a dívida.

Tal cuidado também deve ser avaliado com antecedência pelo próprio comprador, tendo em mente o valor de sua renda, planos futuros, mobiliário e instalações necessárias para o novo imóvel e se realmente está apto a se comprometer com uma boa porcentagem de seus ganhos com o pagamento das parcelas e custos iniciais para adquiri-lo (gastos com ITBI, cartório, avaliação do imóvel e dos documentos, entre outros), os quais podem significar até 4% do valor do bem.

Ainda que para dar início a um financiamento imobiliário o comprador não possa exceder 30% de sua renda com o pagamento de parcelas, especialistas alertam que essa margem deve ser reduzida a 25%; evitando de maneira mais eficaz o endividamento, uma vez que a renda do comprador pode já estar comprometida com outras despesas.

Quanto custa montar um quarto de casal completo?

Pesquise, negocie, analise

Estipule o valor do imóvel, se deseja financiar casa, apartamento, imóvel na planta, entre outras possibilidades. Enquanto realiza sua busca pelo valor real da compra e no que melhor se encaixa em seus sonhos e necessidades, compare as vantagens e desvantagens das mais variadas linhas de crédito imobiliário, negociando e observando, além da taxa de juros, o Custo Efetivo Total do financiamento.

Ao fechar negócio com determinada instituição de crédito, fique atento ao contrato, evitando assim pagar por taxas ilegais ou desnecessárias. Se possível, procure um especialista para fazer essa análise, pois o gasto com o profissional pode compensar um compromisso de décadas que um contrato abusivo poderá acarretar. Lembre-se que, embutidos ao Custo Efetivo Total do imóvel apenas dois seguros são obrigatórios: o seguro de morte ou invalidez e o de danos físicos ao imóvel. Qualquer outro adicional que não estes pode ser questionado.

Veja também:

Gostou? Compartilhe!
Heloísa von Ah Heloísa von Ah

Formada em Comunicação em Computação Gráfica e Design de Games, é apaixonada pela profissão que exerce. Uma aficionada por tecnologia, gatos e cinema underground.

Receba mais informações como esta!

Receba a nossa newsletter

Ao submeter os seus dados receberá a newsletter, ofertas e publicidade enviado por e-konomista.com.br e pelos nossos Parceiros e aceita os Termos e Condições e a Política de Privacidade. Os dados submetidos serão compartilhados com os nossos Parceiros.

Enviar