Financiar carro antigo vale a pena?

Na hora de fazer um financiamento, os juros para comprar carro usado são mais altos. E financiar carro antigo é ainda mais caro. Por isso, se você está em busca de uma relíquia para financiar, é melhor pensar três vezes.

Financiar carro antigo vale a pena?
Financiar carro antigo e único pode sair muito caro

Você é um apaixonado por carros do passado e quer financiar carro antigo? Atenção, os juros a serem pagos são bastante elevados. As instituições financeiras estabelecem uma margem de juros para determinados veículos, de acordo com o ano de fabricação, por exemplo. Não se assuste se no final das contas, um carro novo sair pelo mesmo preço de um seminovo por causa dos juros.

 

Sabia que:

  • Os carros mais novos têm as melhores condições de financiamento.
  • Nem todas as financiadoras fazem contrato para financiar carros antigos.
  • Em média, as taxas de juros para financiar carro antigo chegam a ser 54% mais caras do que as de carros novos e seminovos.

 

Aprenda a fazer a simulação de financiamento de veículo corretamente.


Afinal, é possível financiar carro antigo?

A ausência de crédito nesse setor é grande devido às instabilidades e, oficialmente, não existe financiamento para veículos fabricados há mais de 15 anos. Mas com algum empenho, é possível encontrar fincanceiras especializadas na compra e venda de carros antigos, e que acabam oferecendo linhas próprias de financiamento. Contudo, tenha atenção. Pesquise a procedência da empresa e dos carros à venda.

Em todo caso, a melhor opção para comprar carros antigos é realmente o pagamento à vista, ou tentar um pequeno parcelamento sem juros com o proprietário.


O que é preciso para financiar um carro?

Os pré-requisitos podem variar de acordo com a administradora financeira. Porém, de uma forma geral, são três os mais comuns:

  • Nome limpo

Para ter o crédito aprovado, as administradoras consultam se há restrições no CPF, de forma a garantir, junto aos órgão de proteção a crédito, que o cliente não possui restrições.

 

Saiba como fazer uma consulta ao SPC.

 

  • Renda mensal

Também é preciso comprovar que há a capacidade de arcar com parcelas do contrato. Lembre-se que o valor da sua prestação não deve comprometer mais que 25% da sua renda. Isto evitará dores de cabeça.


  • Conta bancária

Se você possui uma conta no banco e mantem um bom relacionamento com a instituição, confira as condições do financiamento, para ter certeza se vale a pena ou não. Para aqueles que possuem contas salários associadas, há algumas vantagens.

 

Gostou? Compartilhe!
Na Web:

Receba mais informações como esta!

Receba a nossa newsletter

Ao submeter os seus dados receberá a newsletter, ofertas e publicidade enviado por e-konomista.com.br e pelos nossos Parceiros e aceita os Termos e Condições e a Política de Privacidade. Os dados submetidos serão compartilhados com os nossos Parceiros.

Enviar