Os 21 filmes de terror mais assustadores de todos os tempos

Uma lista com os filmes de terror mais assustadores de todos os tempos. Agora é só reunir os amigos em uma sessão de cinema neste Dia das Bruxas.

Os 21 filmes de terror mais assustadores de todos os tempos
Os filmes de terror mais assustadores para ver nesse Halloween e em muitos outros.

Mais um Halloween se aproxima, e com ele vem aquela vontade de fazer uma maratona com os filmes de terror mais assustadores, pra ninguém dormir à noite. Pessoas possuídas pelo demônio, assassinos desenfreados, maníacos de outro mundo, famílias inteiras de insanos e até mesmo indivíduos que retornaram do mundo dos mortos.

Não importa qual é a preferência, com certeza haverá um filme de terror ideal para você. Para facilitar a escolha, conheça 21 títulos que estão entre os mais revolucionários e assustadores de todos os tempos. Faltou algum? Comente o seu favorito.

Os filmes de terror mais assustadores: o novo terror

Produzidos após o ano 2000, os títulos a seguir compõem uma série onde os filmes de terror mais assustadores do cinema clássico foram trazidos de volta às telonas, recheados ou não de jumpscares (técnica usada para empregar sustos aliando música alta e imagens repentinas na tela) e alguns deles sem pudores para abusar do sangue e vísceras aos olhos do espectador.

filmesdeterror


1. Invocação do Mal

Após quase uma década de uma leva de filmes de terror fajutos, Invocação do Mal, lançado em 2013 surgiu para renovar nossas esperanças no gênero. Baseado em fatos, o filme retrata a história do casal de investigadores paranormais Ed e Lorraine Warren após receberem o chamado de uma família que julga estar sendo perseguida por entidades em sua nova residência. Relutantes, diante de traumas passados, o casal de especialistas resolve investigar o que realmente está acontecendo com a família assombrada.

O longa virou franquia e para alguns, esse foi considerado até mesmo o melhor filme de terror dos últimos tempos. Com o sucesso, ganhou continuações como Anabelle (sem tanto favoritismo) e também um volume 2, sob o mesmo título original e igualmente ou pouco menos favoritado que o primeiro da saga.

2. Extermínio

Excelente título de 2002, a história tem início quando um grupo de ecologistas invadem um laboratório a fim de libertar os macacos utilizados como cobaias. O que eles não esperavam, é que estes primatas carregassem um vírus chamado RAGE, que acaba infectando os ativistas.

28 dias depois do incidente, um homem acorda nu e desmemoriado em um hospital – bastante similar ao que acontece em The Walking Dead – e descobre que tudo foi abandonado e que deverá lutar sozinho pela sua sobrevivência em meio a tantos infectados. E sabe o que é pior? Ao contrário do que estamos acostumados, os zumbis de Extermínio são verdadeiros velocistas.

3. REC

Primeiro filme de uma saga, REC foi lançado em 2007 e é 100% exibido em formato handcam – para alegria ou desespero de muitos. No longa, a história começa com a repórter Ângela e seu cinegrafista gravando um programa sobre o dia a dia dos Bombeiros em Barcelona e os acompanham em uma emergência noturna. Ao chegar no local, os moradores estão apavorados, pois uma das vizinhas esteve atacando a todos.

O prédio é isolado com a ameaça de uma epidemia e os repórteres ficam impedidos de sair, dando início a uma noite aterrorizante que parece nunca ter fim. O filme ganhou três continuações, mas certamente nenhuma delas que se equipare ao primeiro da franquia.

4. Viagem Maldita

Um dos poucos remakes que se saem tão bem quanto os originais, Viagem Maldita é uma nova versão do clássico Quadrilha de Sádicos, lançado em 1977. Na história, uma família inteira resolve tirar férias para comemorar o aniversário do casal Bob e Ethel Carter. Na viagem de trailer até San Diego, eles pegam o caminho errado, caindo no deserto do Novo México e, para piorar, enfrentando um problema no veículo. Sem ter como buscar ajuda, a família Carter se dá conta que não são os únicos ali e que algo habita por trás das colinas.

5. A Casa dos 1000 Corpos

Dirigido pelo roqueiro Rob Zombie, o filme não poupa em apelos como sangue e vísceras em excesso. Baseado na década de 70, a Casa dos 1000 Corpos conta a história de quatro jovens que, por acaso, param em uma conveniência/loja dos horrores à beira da estrada e lá conhecem a história do Dr. Satã, um médico que matava suas vítimas aos poucos. O doutor foi preso, enforcado, mas nunca encontraram seu corpo. Curiosos, resolvem ir atrás da árvore em que se deu o enforcamento e encontrar o corpo do médico. A partir daí, sentir pena e dizer “eu avisei” é só o que você poderá fazer por eles.

A história continua em um longa ainda melhor sob o título de Rejeitados Pelo Diabo. Um faroeste de violência gratuita onde os marcantes vilões do filme anterior conquistam e tomam os papeis de protagonistas.

6. Sobrenatural

Protagonizado por Patrick Wilson (o Ed Warren, de Invocação do Mal), Sobrenatural se tornou uma franquia, tamanha a receptividade do público quanto ao enredo e nível de sustos que o longa proporciona.

No primeiro filme, de 2011, o filho de Josh, Dalton, entra em coma de maneira inexplicável. Aos poucos, os pais do garoto descobrem que sua alma na verdade se perdeu durante uma habilidade espiritual mal executada e, sem ela, um demônio se encontra prestes a possuir o corpo físico de Dalton.

São quase duas horas de pura tensão, muito bem administradas pelo mestre James Wan. Confira e assista também as continuações e prelúdios, todos igualmente interessantes.

Os filmes de terror que dividem opiniões

Não adianta defender que gosta ou não, os filmes a seguir, também classificados entre os filmes de terror mais assustadores de todos os tempos, dividem opiniões – e essa relação é bastante extrema. Veja quais são eles e escolha o seu lado no veredicto.



7. Babadoock

Febre recente entre o público espectador mais alternativo, Babadoock é um caso de amor e ódio, dependendo que quem o assiste. No longa, o terror psicológico e o alto teor metafórico marcam uma maior presença que as cenas de sustos, o que decepciona quem procura pelo mainstream.

O longa conta a história de Amelia, uma mãe viúva e que vive atormentada pela morte de seu marido no passado. Junto a ela vive o pequeno Samuel, um garoto extremamente ativo e que vive com um medo desproporcional de uma criatura que conheceu nos livros: o Babadoock.

Ao tentar acalma-lo, Amelia descobre que as coisas realmente não estão bem, e precisa lutar ao lado do filho contra acontecimentos estranhos em suas vidas.

8. A Bruxa

Sem dúvidas um divisor de águas quando o assunto é terror, A Bruxa foi lançado em 2015 sob um dos pretextos mais controversos das telonas.

O filme se passa na antiga Inglaterra, em meados de 1630 e conta a história de uma família extremamente religiosa que acabou sendo expulsa de seu vilarejo, passando então a viver em uma cabana isolada – William, Katherine e seus cinco filhos. Entretanto, assim que o recém-nascido do casal desaparece, a culpa acaba por recair sobre a filha mais velha, acusada de bruxaria. É então que uma série de acontecimentos estranhos começam a ocorrer entre os membros da família, principalmente quando se descobre que o verdadeiro perigo está escondido na floresta ao lado.

A película é parada e pode não agradar a todos os gostos, mas o clima sombrio e o clímax deste enredo são válidos de uma chance.

9. Corrente do Mal

Para muitos, o melhor filme de terror da atualidade, para outros, uma proposta descabida. Estamos falando de Corrente do Mal, título de 2015 onde um espectro demoníaco é transmitido entre as pessoas por meio de relações sexuais. Para se livrar dele, será preciso manter relações com outra pessoa e assim sucessivamente.

O longa, além da proposta de infecção nunca antes abordada, traz uma aura que remonta o horror dos anos 70 e 80, embalado por uma trilha sonora baseada nos suspenses de John Carpenter. Ou seja, para os fãs de Sexta-Feira 13, Hora do Pesadelo e O Massacre da Serra Elétrica, Corrente do Mal será um deleite para o seu Dia das Bruxas.

10. 31

Novamente com Rob Zombie como diretor nessa lista, 31 é a sua mais nova proposta incômoda e chocante. Financiado em sistema de crowdfunding pelos fãs do roqueiro, o filme foi intensamente criticado pelo órgão regulador de censuras, o MPAA, devido ao excesso de violência gráfica, sexualidade agressiva e imagens perturbadoras.

Protagonizado por Malcolm McDowell (Alex, de Laranja Mecânica), 31 conta a história de cinco trabalhadores que foram sequestrados e mantidos reféns até certa noite de Halloween. A partir desse momento, ambos são inseridos em um complexo sob o pretexto de participarem de um jogo, o 31. Daí em diante, são instruídos a sobreviverem durante as próximas 12 horas a um grupo de assassinos vestidos com máscaras de palhaço.

11. Martyrs

Sob o título original francês, o cinema underground ganhou visibilidade após o choque de Martys – tanto que Hollywood se esforçou em criar uma versão própria. Lançado em 2008, o filme começa com Lucie, uma criança de 10 anos que fora encontrada em uma estrada, machucada e desorientada sobre o que aconteceu com ela.

Ao ser levada para um abrigo, Lucie se afeiçoa a Anna, outra garotinha de sua idade com quem passa a maior parte do seu tempo. Quinze anos depois, Lucie busca vingança pelos responsáveis por seu sofrimento na infância, e junto de Anna, irão até as últimas consequências.

Para pessoas de estômago fraco, Martyrs não é um entretenimento recomendado, pois as cenas de violência e insanidade não dão descanso ao espectador.

Os Clássicos: os pais do horror também estão aqui

Não, nós não nos esquecemos deles. A seguir, confiram algumas das mais célebres obras dos anos 70 e 80 e que fizeram história por gerações. Passados mais de 40 anos, eles continuam atuais, causando pesadelos, inspirando produções e tornando-se referências quando falamos sobre os filmes de terror mais assustadores – e de todos os tempos.

filmesdeterror


12. O Exorcista

Um clássico do terror quando o tema é possessão demoníaca, O Exorcista, de 1974, não deve nada para os filmes atuais do gênero. O longa conta a história de Chris, uma atriz em decadência que começa a notar estranhos comportamentos em sua filha Reagan, de 12 anos. Atitudes impróprias e relatos absurdos por parte da garota fazem a mãe recorrer à diversos especialistas da medicina, mas, sem resultado, ela se convence que o comportamento se trata de uma possessão demoníaca e que deverá encontrar a salvação de Reagan em outro lugar.

13. O Iluminado

O Iluminado, lançado em 1980 sob direção de Stanley Kubrick, é outro título que não poderia ficar de fora da lista. No longa, Jack é um escritor e alcoólatra em recuperação recém contratado para trabalhar como vigia num hotel, numa época de baixa temporada. Com ele, também vão viver no local sua mulher e seu filho Danny, com habilidades de ver o passado e o futuro. Porém, utilizando deste dom, o garoto percebe que o hotel é amaldiçoado e, aliado ao comportamento estranho do pai, prevê o que está à espera de sua família.

14. O Bebê de Rosemary

Outra prova de que os filmes de terror mais antigos são realmente os melhores é o Bebê de Rosemary, de 1968 e dirigido por Roman Polanski. O filme não se trata propriamente de uma possessão, mas sim da própria concepção do demônio. No enredo, Rosemary e seu marido se mudam para um novo apartamento em Nova York, mas logo começam a se incomodar com seus novos vizinhos, que estão sempre se intrometendo e invadindo a privacidade do casal. Rosemary, grávida de seu primeiro bebê, começa a desconfiar de algo e tenta se proteger do pior.

15. O Massacre da Serra Elétrica

O número um quando se tratam de famílias de psicopatas, o Massacre da Serra Elétrica, de 1974 é o clássico que levou à fama o “pobre” Leatherface. A história se dá início quando dois irmãos resolvem visitar o túmulo do avô de um deles, acompanhados de mais 3 amigos, apenas para certificar-se que a sepultura não foi violada após uma série de atos de vandalismo pela área.

Na volta, ficam sem gasolina e aí fica a lição pra nunca mais andar só na reserva. Em busca de combustível, o grupo se dirige à antiga casa dos Hardesty e terá como única preocupação agora, escapar de uma família de psicopatas canibais. O longa é levemente baseado na história do serial killer Ed Gein.

filmesdeterror


16. Sexta Feira 13

Indispensável nessa relação, Jason Voorhees surge para aterrorizar todos os jovens no acampamento Crystal Lake. Dono de uma força sobre-humana e filho da cozinheira do acampamento em questão, Jason teve sua primeira aparição em 1980, em Sexta Feira 13.

No enredo, Pamela Voorhees, mãe de Jason, pede para que dois instrutores do acampamento cuidem do garoto enquanto ela cozinha. Porém, os instrutores se afastam para terem relações sexuais e Jason acaba afogado no lago Crystal.

Um ano depois, Pamela começa uma série de assassinatos e sabotagens para efetivar o fechamento do acampamento e vingar seu filho. Se houver tempo e paciência por parte dos integrantes desta sessão de Dia das Bruxas, assistir uma maratona de Sexta Feira 13 – ou ao menos as duas primeiras partes - é uma boa ideia!

17. A Hora do Pesadelo

Outro mestre dos assassinatos é nada menos que Freddy Krueger. Enquanto vivo, Krueger teve uma infância cercada por abusos e violência, chegando a vida adulta como pedófilo e assassino de crianças. Por fim, foi queimado vivo por pais em busca de vingança.

Renascido do fogo, ele passa a atacar jovens em seus sonhos, matando-as também na vida real. Sua primeira aparição foi em 1984, em A Hora do Pesadelo. Neste primeiro filme, um grupo de adolescentes tem pesadelos onde são atacados por um homem deformado com garras de aço.

Ele apenas aparece durante o sono e, para escapar, é preciso acordar. Mas aos poucos, as informações sobre o assassino vêm à tona e os moradores da rua Elm (local onde Freddy foi morto) estão em perigo.

18. Halloween

Halloween - a Noite do Terror, de 1978, conta a história do psicopata Michael Myers em sua sede de matar.

Preso em uma instituição psiquiátrica durante quinze anos após ter assassinado sua irmã (aos seis anos de idade), Michael consegue escapar e tem como principal objetivo voltar à sua cidade natal e encontrar Laurie Strode, uma garota que tem algo em comum com Myers. Para isso, Michael está disposto a matar qualquer um que cruze seu caminho.

Uma nova versão de Halloween foi lançada em 2007 sob a direção de Rob Zombie e foi uma refilmagem bastante elogiada pelos fãs da franquia. Vale a pena assistir também.

19. IT – Uma Obra Prima do Medo

Ter medo de palhaço é algo cada vez mais comum e IT - Uma Obra Prima do Medo é definitivamente um teste para saber se você é um portador da coulrofobia.

Baseado no livro de Stephen King, o longa de 1990 se passa na pacata cidade de Derry que, há 30 anos atrás, havia sido aterrorizada por um assassino de crianças, o palhaço Pennywise. Passados estes anos, uma das crianças na época – já um adulto – sente que a criatura está de volta e entra em contato com seus antigos colegas da cidade para eliminar de uma vez por todas o palhaço assassino.

E estejam preparados, pois Pennywise já tem data para voltar. Em 8 de Setembro de 2017, o filme ganhará um remake, dividido em duas partes. Aguardem!

20. A Noite dos Mortos Vivos

Disponível em duas versões, uma de 1968 - em preto e branco - e outra de 1990, a Noite dos Mortos Vivos tem início quando, após um teste radioativo no espaço, os mortos começam a se levantar de suas sepulturas. Com isso, sete pessoas desconhecidas procuram abrigo em uma casa de fazenda isolada e fazem o que podem para se manterem vivos enquanto os mortos estão a trás de carne fresca.

Os efeitos especiais, obviamente, são compatíveis com seus respectivos anos de produção, porém, a atmosfera de terror sempre será atual.

21. Cemitério Maldito

Ainda nesta mesma aura de “A Noite dos Mortos Vivos”, Cemitério Maldito, de 1989 conta a história da família Creed, que recentemente se mudou para uma casa à beira da estrada. Tudo parece perfeito, exceto pelo barulho que os caminhões provocam durante todo o dia e por um sinistro cemitério que existe no bosque próximo à residência.

Quando o gato dos Creed morre atropelado, eles resolvem enterra-lo neste cemitério mas não fazem a menor ideia do que aquelas terras são capazes de fazer. Com os efeitos especiais antigos, algumas cenas podem até arrancar gargalhadas, mas num geral, Cemitério Maldito cumpre muito bem o seu papel de assustador.

Veja também:

Gostou? Compartilhe!
Heloísa von Ah Heloísa von Ah

Formada em Comunicação em Computação Gráfica e Design de Games, é apaixonada pela profissão que exerce. Uma aficionada por tecnologia, gatos e cinema underground.

Receba mais informações como esta!

Receba a nossa newsletter

Ao submeter os seus dados receberá a newsletter, ofertas e publicidade enviado por e-konomista.com.br e pelos nossos Parceiros e aceita os Termos e Condições e a Política de Privacidade. Os dados submetidos serão compartilhados com os nossos Parceiros.

Enviar