Como passar um feedback negativo sem gerar frustração no funcionário

Confira dicas e ideias para passar um feedback negativo a um funcionário ou uma equipe sem que eles fiquem desmotivados.

Como passar um feedback negativo sem gerar frustração no funcionário
Com cuidado é possível repassar os problemas sem desanimar a equipe

Nem sempre é fácil cobrar um funcionário ou avisá-lo de que seu rendimento não está muito bom. Por isso, passar um feedback negativo é sempre uma tarefa complicada para muitos chefes, gestores e líderes. É possível deixar esse momento menos desconfortável tanto para quem recebe quanto para quem vai executá-lo. A revista Harvard Business Review Brasil compilou algumas dicas que ajudam a garantir bons resultados em uma reunião de feedback negativo, seja pessoal ou para equipes. Prestar atenção no tom de voz e nas palavras utilizadas é o básico para garantir uma boa conversa, por exemplo. Confira outras orientações:

Como iniciar um feedback negativo

Pode não parecer, mas se preparar antes de encontrar o funcionário ou a equipe que receberá o feedback negativo faz toda a diferença. A dica é simples: tenha preparado o como será exposta a situação, que precisa ser melhorada, ao colaborador. É muito mais fácil de evitar situações embaraçosas quando você já tem planejado o que e como falar. Quando avisar o funcionário sobre a reunião, não cause nenhum tipo de ansiedade nele, evitando dizer que será para abordar problemas ou erros.

E o principal: jamais dê um feedback negativo publicamente. Chame cada colaborador individualmente e converse. No caso de pontos que precisam ser discutidos de forma geral com a equipe, separe um lugar privado para isso, nunca em frente outros grupos ou setores.

ECONOMIZE NOS SERVIÇOS DA SUA CONTA BANCÁRIAsaiba como

Aposte

  • Feedback regular. Tanto o feedback negativo quanto o positivo devem ser feitos com frequência. No caso dos negativos, esperar muito tempo só faz com que o funcionário continue com as práticas erradas.

  • Calma e serenidade ao falar. Uma postura agressiva, com certeza, só vai assustar o colaborador.

  • Seja específico ao falar das adversidades a serem tratadas. Dar voltas no assunto pode fazer com que a outra pessoa não entenda os reais problemas abordados.

  • Termine o feedback negativo demonstrando otimismo. Dizer que melhorando tais pontos o funcionário conseguirá se destacar, por exemplo, vai ajudá-lo a manter uma perspectiva positiva de que a empresa gosta do seu trabalho e se preocupa com sua evolução.

5 mandamentos para pedir demissão sem fechar as portas

Evite

  • Comparação entre funcionários. Citar outros colaboradores como exemplo não é uma boa ideia. Pode deixar quem está ouvindo com a sensação de inferioridade e ainda causar mal-entendidos entre funcionários.

  • Não use termos que mostram julgamentos pessoais, como “descomprometido” ou “sem motivação”.

  • Se emocionar demais é um problema. Ficar com pena do funcionário e transparecer isso com desequilíbrio emocional pode gerar a perda de autoridade.

  • Pedir que outra pessoa dê o feedback. Se essa é a sua função, não delegue a ninguém.O colaborador dará mais atenção quando a conversa for com seu líder direto.

Encontre a conta bancária ideal para você. Saiba mais.

Veja também:

Gostou? Compartilhe!
Receba mais informações como esta!

Receba a nossa newsletter

Ao submeter os seus dados receberá a newsletter, ofertas e publicidade enviado por e-konomista.com.br e pelos nossos Parceiros e aceita os Termos e Condições e a Política de Privacidade. Os dados submetidos serão compartilhados com os nossos Parceiros.

Enviar