Fazer mochilão emagrece ou engorda?

Quando você vai fazer mochilão, você emagrece ou engorda? Conheça 7 hábitos que fazem os mochileiros ganhar ou perder peso durante a viagem.

Fazer mochilão emagrece ou engorda?
7 hábitos que podem nos emagrecer ou engordar ao fazer mochilão

qual seu nível de inglês?faça um teste online e descubra









Colocar a mochila nas costas e ir conhecer países pelo mundo! Esse é o desejo de muitas pessoas que querem ter experiências culturais e pessoais ricas ao viajar. Mas como é que fica o corpo com essa rotina de viajante? Fazer exercício físico e comer nos horários certos fica muito complicado. Afinal, fazer mochilão emagrece ou engorda?

 

ECONOMIZE NA SUA PRÓXIMA VIAGEM
Cadastre-se no E-konomista e receba as melhores dicas, informações e oportunidades em viagens no Brasil e no mundo. É gratuito e as informações são enviadas por email.

Hábitos que influenciam no seu peso ao fazer mochilão

Há uma série de fatores que contribuem para que a balança altere durante o período do mochilão. É claro que cada pessoa tem resposta diferentes, pois há quem tenha tendência a engordar ou a emagrecer. Confira os hábitos dos viajantes que contribuem para deixar as roupas mais apertadas ou mais folgadas no fim da aventura!
 

A alimentação que vai escolher

fazermochilao


Normalmente quem está viajando no estilo mochilão pretende economizar dinheiro em primeiro lugar. Então, o mais comum é ver os mochileiros frequentarem fast foods, pois são baratos, rápidos e encontra-se em qualquer esquina. O problema é que refrigente, hambúrguer e batatas fritas não fazem nada bem para a saúde e engordam mesmo os mais magrinhos. Se sua opção for comer basicamente em fast foods, leve umas calças mais folgadinhas para o fim da viagem.

Mas dá pra fazer mochilão gastando pouco com a alimentação, sem ter de recorrer (sempre) aos fast foods. É comer como um nativo. Procure saber nos hostels em que você for hospedar onde há restaurantes de comida local, onde os nativos se alimentam. Com certeza o preço não vai ser muito alto e a comida será mais saudável. Outro bom hábito para a saúde e para o bolso é: aposte nos supermercados. Comprar comida em supermercados é mais barato do que comer fora em qualquer lugar do mundo. Faça sanduiches para levar na bolsa ou mochila, compre biscoitos leves, sucos de caixinha e leve com você para todo lado, inclusive pro hostel, que em sua maioria, deixam os hóspedes utilizarem a cozinha. Assim, dá pra economizar mais e ganhar menos peso.

O país que você vai visitar

Há países que parecem que os visitantes engordam só de chegar lá. É o caso dos países que engordam qualquer viajante, como os Estados Unidos. Quando a comida típica do lugar é altamente calórica, fica difícil não ganhar peso ao visitar o país. Por exemplo: como ir à Itália e não se deliciar com as massas, pães, vinhos e sorvetes do país? É praticamente um desperdício. Então, se no seu roteiro há países onde a comida é irresistivelmente calórica, provavelmente, você vai engordar durante o mochilão.

O quanto você vai andar

fazermochilao


Sabe o que mais emagrece os viajantes durante o mochilão? Andar. Anda-se muito! Para conhecer todos os pontos turísticos, para passear pelos bairros, anda-se para apanhar o transporte, anda-se para tudo. É preciso muita disposição, pois normalmente os mochileiros acordam cedo para começar as visitas e dormem tarde (e exaustos) após um dia passeios intensos. É tanta coisa para visitar, conhecer e aproveitar que muita gente até esquece de comer. É nesses passos a pé que muita gente volta do mochilão mais magro.

A vida noturna

Aproveitar a vida noturna das cidades emagrece. Não sabia? É verdade! Normalmente quando no seu roteiro de mochilão está incluído cidades que têm vida noturna agitada e você adora aproveitá-la, acaba deixando por lá também alguns quilos. Isso porque quando se sai para baladas e pubs, bebe-se mais do que come. Muitas vezes, nem se come nada ou no máximo uns petiscos. O gasto calórico está no fato de dançar muito, conversar muito e caminhar para ir e voltar do lugar do agito é muito alto, e quando chega o fim da noite estamos tão cansados que só queremos pensar em dormir e não em comer. Tem interesse em baladas e aproveitar a vida noturna? Então provavelmente a balança vai descer!

As melhores ofertas relâmpagos de passagens aéreas nacionais e internacionais.




Se o seu estômago e intestinos funcionam bem

Esse é um ponto crucial: muitas pessoas não estão acostumadas com o ritmo do mochilão. Dormir pouco (e dependendo da hospedagem que você vai ficar, não dorme muito bem), levantar cedo, comer fora dos horários e a cada dia uma comida diferente, além de dormir tarde. Na verdade você nem dorme, você capota na cama de tão cansado. Quem tem o estômago mais sensível, costuma ficar um pouco enjoado ao fim de alguns dias de mochilão. Além de enfrentar muito tempo de transporte entre um lugar e outro – o que muita gente sente desconforto – é comum não querer comer muito porque o estômago não está legal, e lá se vão uns quilinhos embora. Com os intestinos é a mesma coisa. Quem está habituado a só ir no banheiro em casa, vai ter que se desabituar. Cada dia você está num lugar diferente então é preciso acostumar-se com a ideia de ir ao banheiro em vários lugares. Caso contrário você andará de barriga estufada por aí. No fim dos primeiros dias, o corpo costuma habituar-se.

O peso e o tipo da sua bagagem

fazermochilao


Se você vai levar o mundo nas costas, prepare-se para carregá-lo. Levar muito peso na mochila nunca é muito indicado pois todo mundo sabe que é complicado carregar muito peso e a gente nunca consegue manter a mochila tão organizada quanto no primeiro dia de viagem, e ela tende a ficar mais complicada de fechar. Por outro lado, o eterno “tirae põe” da mochila nas costas e o carregar para todo lado ajuda a queimar uns quilinhos. Mas se você vai preferir viajar com malas de rodinha: você vai salvar as suas costas, ótimo! Menos peso, maior conforto. Mas além de caber menos coisas, você acaba não queimando calorias ao carregar a bagagem.

O número de dias do seu mochilão

Quem já mochilou por aí sabe: quanto mais dias durar o seu mochilão, mais peso você vai perder. Isso porque todos os fatores ditos acima são multiplicados: mais dias a andar, mais dias a comer comidas diferentes (o que te deixa mais enjoado e faz querer buscar coisas leves no supermercado), mais dias a carregar bagagens. Se o seu mochilão dura poucos dias você nem se importa de ficar comendo bobagens e dormindo pouco, porque logo acaba. Mas se dura mais dias, você se prepara melhor para não acabar o pique logo no início da viagem.

Então, tudo depende dos hábitos que você adotar durante o seu mochilão! Muitos viajantes voltam com quilos a mais e outros perdem um monte durante o passeio. É só decidir qual é a melhor opção para você e curtir o momento!
 

Quer fazer intercâmbio? Fique de olho nas oportunidades e promoções para estudar no exterior.

Veja também: 
 

Gostou? Compartilhe!
Ana Luiza Fernandes Ana Luiza Fernandes

Ana Luiza Fernandes é brasileira, natural de Minas Gerais, formada em Comunicação Social com ênfase em Jornalismo e hoje cursa Mestrado em Ciências da Comunicação pela Universidade do Porto, Portugal. Possui trabalhos na área de Jornalismo Cultural, Fotografia, Documentário e Assessoria de Imprensa e é apaixonada pela profissão desde criança.

Receba mais informações como esta!

Receba a nossa newsletter

Ao submeter os seus dados receberá a newsletter, ofertas e publicidade enviado por e-konomista.com.br e pelos nossos Parceiros e aceita os Termos e Condições e a Política de Privacidade. Os dados submetidos serão compartilhados com os nossos Parceiros.

Enviar