9 fatores inusitados que podem determinar a sua contratação

Na hora da entrevista, todo mundo quer passar uma boa impressão para o recrutador. Saiba como ganhar pontos e determinar a sua contratação.

9 fatores inusitados que podem determinar a sua contratação
Saiba fatores que ninguém imagina que são importantes para determinar a sua contratação

Quem está à procura de um emprego já sabe bem que além de construir um bom currículo é preciso fazer uma excelente entrevista para se destacar dos demais candidatos. Os concorrentes à vaga costumam estar atentos para se apresentarem bem vestidos, estudar a empresa em que estão tentando a contratação e responder às perguntas com verdade e perspicácia. Esses pontos são determinantes? Sim, são. Mas todos os candidatos costumam investir neles para se sair bem. Saiba quais fatores (surpreendentes) podem impressionar positivamente o recrutador durante a sua entrevista e determinar a sua contratação.

 9 Pequenos detalhes que podem determinar a sua contratação

O site americano Business Insider realizou uma pesquisa com recrutadores e anotou fatores em que eles, consciente ou inconscientemente, eram influenciados para determinar a boa ou má impressão de candidatos.

1. A hora em que você chega para a entrevista

Chegar adiantado é sempre bom, mas depende do quão adiantado você vai chegar. O ideal é chegar 10 minutos antes do horário agendado para a entrevista. Chegar muito cedo pode demonstrar que você está ansioso ou que quer pressionar o recrutador a começar logo. É claro que é bem melhor chegar adiantado do que atrasado, quanto a isso não há dúvidas. Mas se você, por ventura, se adiantar, prefira ficar um tempinho no seu carro ou na porta do prédio, relaxe, respire fundo e só apareça no local da entrevista com a antecedência indicada.

Entrevista de emprego: as 10 perguntas e respostas mais decisivas

2. Como você trata o(a) recepcionista

Achou que isso era um mero detalhe? É um detalhe sim, mas que faz toda a diferença na hora de desempatar a escolha de um candidato por outro. Os recrutadores gostam de pessoas que se relacionam bem e que interagem com os colegas ao redor, portanto podem perguntar para a recepcionista ou para o porteiro, por exemplo, como foi o comportamento do candidato com eles, se deu bom dia, se deu um sorriso, se passou direto, etc. Se o recrutador está na dúvida entre dois candidatos e um deles é apontado pelos funcionários como grosseiro ou indiferente, e o outro como simpático ou agradável, o segundo com certeza sai na frente.

Não cometa os mesmos erros: os 10 pecados em uma entrevista de emprego

3. A condição metereológica do dia

Foi constatado pela pesquisa que os candidatos entrevistados em dias de sol tiveram uma melhor qualificação registrada pelos recrutadores do que aqueles que foram entrevistados em dias chuvosos e nublados. E isso foi percebido tanto para recrutadores jovens, quanto para os mais velhos, as notas dos candidatos de dias ensolarados foi 1% mais alta que os demais – e para quem procura emprego, 1% é muito, e pode ser determinante. O sol afeta o humor das pessoas e os dias chuvosos e nublados costumam gerar uma certa preguiça de ir trabalhar, portanto os recrutadores se sentiam menos dispostos e avaliavam os candidatos de forma menos positiva. Normalmente são as empresas que determinam o dia da entrevista, e o que se pode fazer é torcer para que o dia esteja ensolarado. Mas se por acaso a empresa lhe perguntar quando você tem disponibilidade, vale a pena consultar a metereologia para os próximos dias e escolher aquele ensolarado com temperaturas amenas (nada de muito calor!).

4. O horário da sua entrevista

Segundo a pesquisa, o melhor dia e horário para ser entrevistado é: às terças-feiras às 10h30 da manhã. Ninguém gosta de segunda feira, salvo raras exceções, na terça feita as energias já estão refeitas. E o horário de 10h30 é ideal pois o recrutador já teve tempo de tomar o seu café da manhã, checar seus e-mails, conversar com os colegas de escritório e se preparar para a sua entrevista com calma. Assim, ele estará mais disposto a te receber e isso poderá determinar sua contratação. Quando a entrevista é próxima ao horário de almoço, o recrutador já está com fome – o que pode o tornar mal humorado – e está com pressa para ir almoçar, portanto pode fazer a sua entrevista correndo, sem prestar muita atenção nem valorizar os seus diferenciais. No fim do dia também não é uma boa opção, pois além de já estar cansado, seu recrutador pode estar com o pensamento nas ações que terá que fazer logo mais, como: pegar as crianças na escola, preparar o jantar,  ansioso por um banho, etc. Portanto, se você puder escolher um horário, escolha sempre às 10h30.

Garanta a sua vaga: 7 dicas importantes para a entrevista de emprego

5. Se outros candidatos forem entrevistados no mesmo dia que você

Esse é um outro fator que os candidatos não podem controlar, e as empresas normalmente agendam várias entrevistas para um dia só. Isso não é bom para o candidato, pois o recrutador escuta uma série de informações todas de uma vez e pode ao fim do dia embaralhar as impressões, não prestar a atenção a detalhes importantes e o pior dos fatores: comparar candidatos. Se você for entrevistado em um dia em que seus concorrentes eram de alto nível, você pode ser descartado. Se ao contrário, for o candidato melhor depois de uma série de más entrevistas, pode ganhar destaque. Portanto, se você chegar ao lobby da sessão de entrevistas e não houver nenhum candidato à espera e também não sair mais nenhum de dentro da sala – pode comemorar. É melhor que não haja comparações e que o recrutador lembre das suas características e qualificações com clareza.

6. O aperto de mão

O aperto de mão pode dizer muito sobre o candidato. Se o seu aperto de mão é fraco e temeroso isso vai demonstrar insegurança, falta de confiança. O seu recrutador quer candidatos que acreditem em si mesmo e tenham segurança das suas habilidades, portanto dê um aperto de mão firme e um sorriso sincero. Nada de apertar a mão do recrutador com força, só uma leve pressão para demonstrar confiança. E você pode sim se adiantar e oferecer o aperto de mão, não tenha medo, você pode tomar a iniciativa, isso é bem visto pelas equipes de recrutamento e pode ser um dos fatores a determinar sua contratação.

Cuidado: as 5 mentiras mais contadas em uma entrevista de emprego

7. A cor da sua roupa

Que você deve ser vestir adequadamente ao perfil do trabalho que irá se candidatar, sem exagerar na informalidade ou na formalidade excessiva, todo candidato já deve saber. Mas saiba que a cor da sua roupa também é um fator que pode determinar a sua contratação. As cores escuras saem na frente, com destaque para o preto e o azul. As cores neutras mostram seriedade e segurança, enquanto cores muito alegres e chamativas não causam boa impressão, como o laranja e o amarelo. O vermelho é uma excessão, é uma cor atrativa para os olhos humanos, poderosa, e que demonstra confiança. Se quiser usar o vermelho, aposte nos detalhes: na gravata, para os homens, na blusa social de dentro do blazer para as mulheres.

8. O que você faz com as mãos durante a entrevista

As mãos podem ser vilãs como podem ser suas escudeiras para determinar a sua contratação. A linguagem corporal é sempre avaliada pelos recrutadores: a postura, se o candidato mexe muito nos cabelos, como ele encara o recrutador, etc. Mas as mãos dizem muito e é onde eles mais reparam. Portanto: as mãos entrelaçadas em cima da mesa, próxima ao corpo é um sinal de domínio e equilíbrio. Pode mantê-la, mas não por todo o tempo para não parecer “congelado”. Se não souber o que fazer com as mãos, alterne entre deixá-las no seu colo e pousá-las entrelaçadas sobre a mesa. Um bom movimento também é o de unir as pontas dos dedos das duas mãos quando estiver explicando algo.

Já colocar as mãos no bolso não transmite um bom sinal, parece que você está escondendo algo. Bater a ponta dos dedos na mesa é um sinal de impaciência. Cruzar os braços junto ao peito é um sinal de defensiva, pode indicar indecisão ou discordância. Abanar demais as mãos e gesticular muito distraem o recrutador e pode significar ansiedade. Deixe suas mãos calmas, alterne entre um movimento e outro e procure deixá-las em posição neutra ou de emponderamento.  

Qual o seu maior defeito? Como responder a essa pergunta durante uma entrevista de emprego

9. Se você aceita ou não um café

Muitas pessoas acham que aceitar o café é um sinal de educação. Mas segundo a pesquisa, é melhor recusar, mesmo que você seja um amante da bebida. O recrutador irá perder tempo ao preparar o café, e isso pode fazer com que ele corra com a sua entrevista. Isso pode também te distrair, na pausa para um gole, e deixar a entrevista menos profissional. E um outro ponto: por menor que seja, você está gerando um custo para a empresa ao aceitar o café. Portanto, mesmo que o recrutador ofereça e também vá beber, diga: Não, eu estou bem, muito obrigado(a).

Veja também:

Gostou? Compartilhe!
Ana Luiza Fernandes Ana Luiza Fernandes

Ana Luiza Fernandes é brasileira, natural de Minas Gerais, formada em Comunicação Social com ênfase em Jornalismo e hoje cursa Mestrado em Ciências da Comunicação pela Universidade do Porto, Portugal. Possui trabalhos na área de Jornalismo Cultural, Fotografia, Documentário e Assessoria de Imprensa e é apaixonada pela profissão desde criança.

Receba mais informações como esta!

Receba a nossa newsletter

Ao submeter os seus dados receberá a newsletter, ofertas e publicidade enviado por e-konomista.com.br e pelos nossos Parceiros e aceita os Termos e Condições e a Política de Privacidade. Os dados submetidos serão compartilhados com os nossos Parceiros.

Enviar