Farol baixo e alto: entenda a diferença e a nova lei

Farol baixo, agora, precisa estar sempre ligado, mesmo durante o dia. 

Farol baixo e alto: entenda a diferença e a nova lei
Entenda as diferenças entre farol baixo e alto e, como está sendo aplicada a nova lei em vigor

O uso diurno do farol baixo, anteriormente obrigatório durante o dia apenas em túneis, para ônibus em faixas exclusivas e motociclistas, agora passa a ser compulsório também para veículso de passeio em vias públicas. De acordo com o Denatran - Departamento Nacional de Trânsito -, a luz diurna reduz o risco de colisões em até 10%. Dessa forma, a expectativa é que diminuam os acidentes em que os veículos colidam frontalmente. A Polícia Rodoviária Federal reforça a importância da medida no sentido que, luzes ligadas mesmo sob a luz do dia aumentam a visibilidade do veículo, permitindo que seja visto a uma distância de até três quilômetros.

Diferença do farol baixo e alto

O farol baixo diferencia-se do farol alto não apenas em relação ao alcance de sua luz. Isso porque o farol alto tem como função prover iluminação ambiente, à frente do veículo, em locais sem iluminação viária. Já o farol baixo deve ser utilizado como luz de segurança e para visualização do veículo, em vias iluminadas à noite e, agora com a nova lei, durante o dia também.

confira
uma solução de seguro sob medida para você

Existe ainda um outro tipo de luz veicular, que não é a mesma coisa que farol baixo, embora possa confundir. É a luz de posição, acionada naquela primeira clicada no botão que liga as luzes do carro, mais fraca que todas as outras. Sua função é sinalizar a posição de um carro estacionado à noite - sem riscos de arriar a bateria - ou no caso de embarque, desembarque, carga ou descarga. A confusão entre luz de posição e farol baixo pode inclusive gerar multa para quem for flagrado circulando com a primeira ligada.

Ainda sobre o farol alto, a recomendação é, ao acioná-lo, diminuir sua intensidade quando um outro veículo vier em sua direção, para não prejudicar a visão do outro condutor.

Posso dirigir com a CNH vencida?

Nova lei

A nova lei, nº 13.290/2016 passou a vigorar no dia 8 de julho, depois da sanção presidencial e prevê multa no valor de R$ 85,13 para quem a desrespeitar. Além da penalidade, o motorista perde 4 pontos na CNH por cometer infração tipificada como média. Após novembro, mês em que haverá reajuste nos valores de todas as infrações de trânsito, a multa por circular sem o farol ligado passará ser de R$ 130,16.

Encontre o seguro auto com melhor custo benefício. Confira!

Veja também:

Gostou? Compartilhe!
Julio Benck Julio Benck

Jornalista em permanente formação, entende que toda profissão tem sua arte e uma beleza característica, é só saber encontrar.

Receba mais informações como esta!

Receba a nossa newsletter

Ao submeter os seus dados receberá a newsletter, ofertas e publicidade enviado por e-konomista.com.br e pelos nossos Parceiros e aceita os Termos e Condições e a Política de Privacidade. Os dados submetidos serão compartilhados com os nossos Parceiros.

Enviar