7 sinais de que você virou especialista em bebidas durante o intercâmbio

Um intercambista normalmente volta ao Brasil como um verdadeiro especialista em bebidas. Duvida? Veja os sinais de que você tornou-se expert em bebidas no intercâmbio.

7 sinais de que você virou especialista em bebidas durante o intercâmbio
Saiba os indícios que provam que você se tornou um especialista em bebidas no intercâmbio

veja quanto custa fazer intercâmbioe planeje o seu

Conhecer nativos, outros estrangeiros e participar de festas de confraternização são ações que fazem parte da adaptação ao novo país e do aprendizado do intercâmbio. E quem vem acompanhando todas essas ações? As bebidas! A maioria dos estudantes que partem em intercâmbio concordam: bebiam mais durante esse período no exterior do que tinham costume aqui no Brasil. Além de querer experimentar as bebidas típicas do país destino, as festinhas são sempre regadas a álcool, e afinal, todo mundo quer se divertir!  

Especialista em bebidas: tornando-se um expert durante o intercâmbio

Veja os sinais de que você se tornou um "especialista em bebidas" durante o seu intercâmbio. E se você está se preparando para um, confira as "experiências" que te esperam:

1. Na sexta é dada a largada! Mas também na segunda, às vezes na quinta...

Quando você está em período de intercâmbio, bebe todo fim de semana, certo? Para alguns a resposta é sim! Para outros é: também! É normalmente no fim de semana que a maioria dos intercambistas saem, vão para festas, jantares, almoços, churrascos e outras "desculpas" para encontrar os amigos e beber. Mas sempre tem aquele lugar com as melhores festas na quarta-feira. Ou aquele bar que "bomba" na terça. Ou aquele aniversário em plena segunda-feira que não pode passar em branco, certo? Você passou a beber não só nos fins de semana mas também nos dias de semana? Sinal de especialista em bebidas de intercâmbio.

2. Você sabe o preço da bebida em todos os bares e supermercados

especialistaembebidas


Você começa a frequentar os lugares de acordo com o dinheiro que você quer gastar com bebidas naquele dia! Se está no início do mês e o dinheiro acabou de chegar, vamos a um lugar onde a bebida é boa e mais cara (e você sabe o preço de todas). Chega o fim do mês e você já começa a fazer as contas: “um drink em tal lugar custa $ 3,00, mas no outro custa $ 1,50, então vamos no segundo e bebemos o dobro!”.

Se a intenção é comprar bebida no supermercado, já começa o relatório: “Naquele mercado a vodka (ou cerveja, ou vinho, ou a bebida da ocasião) é mais barata, vamos dar um pulo até lá que economizamos uns bons trocados e ainda dá pra comprar um tira-gosto”. Afinal de contas, quem nunca comprou muita bebida para beber em casa no esquenta (as festinhas antes da festa, feitas em casa) e gastar pouco na noite, que atire a primeira pedra! Participou de esquentas e sabia os preços de todas as bebidas? Especialista em bebidas de intercâmbio!

Ainda não sabe onde ficar nos seus primeiros dias de intercâmbio? Descubra as melhores opções de hospedagem barata aqui!


3. Você sabe a composição e/ou a graduação alcoólica das bebidas locais

Cada país tem suas bebidas típicas, muitos shots diferentes e todo intercambista quer provar. Se você morou em Portugal, sabe que lá eles têm vinhos maravilhosos (sabe a graduação alcóolica, qual é bom, qual combina com comida, etc) e sabe também que eles fazem umas misturas engraçadas com cerveja que aqui no Brasil não fazemos, como: Cerveja + groselha = tango, Cerveja + refrigerante de limão = Panaché, Cerveja + vinho = receita, e etc.

TUDO SOBRE O SEU INTERCÂMBIO
Cadastre-se e receba as melhores dicas, informações e promoções sobre estudar no exterior. Comece já a planejar o seu intercâmbio.

Se você morou na Espanha sabe que lá eles têm o hábito de beber deliciosas sangrias (que nada tem a ver com o conceito de sangria aqui do Brasil). É uma mistura de vinho ou rum com frutas e sucos de frutas que combinam muito bem! Cada lugar tem uma sangria diferente, se você morou em terras espanholas sabe bem em qual lugar da cidade tem as melhores (e mais baratas), é claro.

Se morou na Irlanda já provou muitos shots e sabe onde vende a Guinness num precinho especial. Se morou na Inglaterra, bebeu muitos pints nos pubs e sabe onde estão os melhores. Se morou na Itália, já bebeu muito Limoncello e sabe a delícia (e o perigo!) que ele é, e etc. Conhecer as bebidas locais e saber as suas características é “missão” de um especialista em bebidas de intercâmbio.

4. Se ainda não dormi, posso beber de manhã

Quem nunca tomou "a última" depois que o sol nasceu é porque ainda não é um especialista em bebidas de intercâmbio digno de 5 estrelas. Beber álcool no café da manhã não é algo que nós brasileiros tenhamos o costume de fazer, mas você ainda não dormiu e dá tempo de tomar mais um pouquinho antes de ir pra cama, correto? Se você já fez esse discurso... já sabe!

5. Tudo vira desculpa para beber

especialistaembebidas


Estou triste: vou beber para esquecer. Estou alegre: vou beber para celebrar! Se você já faz uso dessas "desculpas" para beber aqui no Brasil, prepare-se para intensificar o uso delas durante o intercâmbio! A bebida é, muitas vezes, uma companheira. Ajuda a desinibir e a falar muito (e se você está aprendendo o idioma local é ótimo para derrubar barreiras e vergonha em falar – mais uma desculpa). Então, começa a saga: não passei na matéria da faculdade – beber para afogas as mágoas. Estou com saudades do Brasil/família/amigos – beber para amenizar. Tirei boa nota naquela disciplina – arrasei, eu mereço, vou comemorar. É aniversário de um amigo – quantas garrafas vamos comprar para cada um? Se você exercitou sua criatividade na criação de desculpas para beber: merece troféu especialista em bebidas de intercâmbio.

6. Rebater a bebedeira

 A sexta foi de arrasar: bebi muito e foi muito divertido. Mas no sábado tem uma festa imperdível e a ressaca me pegou... e agora? “Bebe por cima que rebate!”. Quem nunca teve um amigo de intercâmbio que te fez sair de casa mesmo de ressaca? Todo mundo teve! E na maioria das vezes, vocês irão concordar: valeu a pena! A ressaca do domingo pode ter sido maior, mas que valeu a pena rebater e ir curtir um dia a mais com os amigos, isso valeu!

7. Você sente falta das bebidas (e do ritmo de beber) quando volta ao Brasil

especialistaembebidas


Esse sinal é fatídico: se você sente falta do sabor das bebidas (que muitas vezes não conseguimos achar igual no Brasil – ou achamos a um preço salgado) e da quantidade que você bebia durante o seu intercâmbio, isso te dá o selo: especialista em bebidas no intercâmbio. Se os seus amigos do país destino te mandam foto das suas bebidas favoritas na época de intercâmbio só para te fazer vontade: selo silver garantido. Se você já deu uma volta na internet procurando onde vende suas bebidas favoritas mais barato ou pediu para alguém que veio de fora trazer uma bebida que você não encontra no Brasil: selo gold. Você foi um especialista em bebidas de intercâmbio e vai sempre ter saudades dessa época da sua vida!

Faça amigos do mundo todo durante o seu intercâmbio. Aprimore o seu inglês já!


Veja também: 

Gostou? Compartilhe!
Ana Luiza Fernandes Ana Luiza Fernandes

Ana Luiza Fernandes é brasileira, natural de Minas Gerais, formada em Comunicação Social com ênfase em Jornalismo e hoje cursa Mestrado em Ciências da Comunicação pela Universidade do Porto, Portugal. Possui trabalhos na área de Jornalismo Cultural, Fotografia, Documentário e Assessoria de Imprensa e é apaixonada pela profissão desde criança.

Receba mais informações como esta!

Receba a nossa newsletter

Ao submeter os seus dados receberá a newsletter, ofertas e publicidade enviado por e-konomista.com.br e pelos nossos Parceiros e aceita os Termos e Condições e a Política de Privacidade. Os dados submetidos serão compartilhados com os nossos Parceiros.

Enviar