Como identificar que há algo errado com o carro através do escapamento

Coxim, pistões, carburador, radiador, queima de óleo. O que está por trás do sistema de escapamento e como identificar os problemas.

Como identificar que há algo errado com o carro através do escapamento
Entenda como funciona o escapamento e como descobrir se há algo errado com o seu carro

Agende o seu test drive gratuito

O sistema de escapamento do carro serve para liberar os gases produzidos na combustão do motor. O escapamento é composto por quatro partes: catalisador, abafador de ruídos, intermediários e o coletor de escape que, juntas, servem para liberar a fumaça produzida na combustão, auxiliar a vida útil do motor, controlar o combustível e reduzir os ruídos provenientes da combustão, além de reduzir os gases poluentes, função específica do catalisador.

Escapamento: que problemas podem causar

escapamento


Um problema no escapamento do carro pode gerar alguns transtornos, como ruídos incômodos, trepidações, aumento no consumo de combustível e até mesmo a perda de potência do motor ou o empenamento do cabeçote. Aprenda a identificar os problemas relacionados ao sistema de escapamento e os motivos que podem desencadeá-los.

Sinais que indicam a hora de fazer manutenção do carro

Trepidação

O sistema de escapamento é preso por coxins, que têm borrachas para evitar o atrito e o consequente barulho e trepidação do carro. Quando algum coxim está folgado ou falta alguma borracha, o motorista começa a sentir uma trepidação anormal no veículo. Se esse for o seu caso, não precisa se preocupar. A troca dos coxins e borrachas não é muito cara e compensa.

Barulho

Dentro do sistema de escapamento, existem dois silenciadores – o abafador de ruídos e os intermediários. Quando o motorista percebe que os barulhos do carro aumentaram, a causa pode ser o furo de um desses tubos que atravessa o veículo. Nesse caso, é recomendável que seja feita a troca da peça inteira ao invés de remendá-la.

Conserto de carro: pequenos reparos que você mesmo pode fazer

Assoalho quente

Se você sente o chão do seu carro aquecer, a origem do problema pode estar no escapamento. O sistema passa por baixo da estrutura do carro e, dependendo da proximidade dos canos com o chão do veículo, o assoalho pode esquentar. Também pode haver alguma falha ou irregularidade no ducto condutor de fumaça.

Detectar problemas pela fumaça

Examinar os possíveis problemas de um carro requer um pouquinho de prática e hábito. No geral, os carros fabricados após meados dos anos 90 no Brasil não devem emitir fumaça em excesso porque foi obrigatória a inclusão de catalisadores no sistema de escapamento. Tirando os dias frios, em que o carro pode produzir uma fumaça à partida por conta do choque térmico com o ar externo, é preciso estar atento à cor da fumaça emitida:

7 carros no Brasil que mais dão dor de cabeças

Azul

A liberação da fumaça azul é motivo de maior preocupação do proprietário. Os pistões movimentam-se ao redor do motor, produzindo a força necessária para manter a combustão e precisam de óleo para que o atrito não queime as juntas. Quando estão desregulados, a fumaça azul pode indicar que está ocorrendo a queima de óleo na câmara de combustão. Sem lubrificação, o que acontece geralmente com o motor nesses casos é a queima das juntas. Um sintoma adicional ao problema é a redução drástica dos níveis do óleo no veículo.

Branca

escapamento


Fumaça branca em excesso é indício de algum problema no sistema de combustão do veículo, mais especificamente relacionado ao radiador e às juntas do cabeçote do motor. Isso porque o radiador tem a função de arrefecer o veículo e o líquido passa pelo bloco do motor para resfriar o carro. Quando o líquido é queimado na câmara de combustão, o que não deveria acontecer, a fumaça branca é produzida. Geralmente isso indica que alguma das juntas do cabeçote do motor está rompida ou avariada.

Check List para fazer a revisão do carro

Preta

Se o carro consome mais combustível do que o habitual e elimina uma fumaça preta em excesso, o proprietário deve verificar a possibilidade de uma desregulagem no carburador. O carburador serve para distribuir o combustível e, quando está desajustado, libera mais combustível para o motor do que devia. Quando esse excesso de combustível entra em contato com o calor dos escapamentos do veículo, ocorre a queima e a fumaça preta é liberada.

 

Gostou? Compartilhe!
Gabriela Ventura Gabriela Ventura

Natural de São Paulo, estudante de Publicidade e Propaganda na USP. Não tem hobbies fixos nem rotina, é apaixonada pelo imprevisto. Foi fazer intercâmbio em Lisboa e... estendeu a estadia por tempo indeterminado.

Na Web:

Receba mais informações como esta!

Receba a nossa newsletter

Ao submeter os seus dados receberá a newsletter, ofertas e publicidade enviado por e-konomista.com.br e pelos nossos Parceiros e aceita os Termos e Condições e a Política de Privacidade. Os dados submetidos serão compartilhados com os nossos Parceiros.

Enviar