7 piores coisas que você pode fazer durante o intercâmbio

Se você vai fazer um intercâmbio, preste muita atenção nestes erros. Se você já fez, veja se se identifica com alguns deles. 

7 piores coisas que você pode fazer durante o intercâmbio
Preste atenção neste artigo, os erros no intercâmbio podem

Independente de qual seja o tipo de intercâmbio, como estudo de uma nova língua, trabalho ou parte dos estudos da graduação, mestrado e até mesmo doutorado e se é de um mês ou dois anos, lembre-se que os erros no intercâmbio podem custar caro!

Erros no intercâmbio

Apesar de ser uma oportunidade única e incrível, muitos brasileiros se esquecem do porque estão ali e acabam desperdiçando o investimento que fizeram para o intercâmbio! Confira quais são as mancadas mais comuns e que podem prejudicar:

7- Pouco informação sobre o lugar

Não confunda sair da zona de conforto com ter informações suficientes sobre o local escolhido para estudar ou trabalhar. Muitos intercambistas se entregam na aventura do novo país e acabam não gostando da experiência. Já pensou morar durante seis meses (ou mais) em um local muito frio em que você não se adapta e querer a todo momento voltar para a casa? Esses erros no intercâmbio também valem para os costumes e a comida local. Quando estiver na cidade, procure conhecê-la, desde os pontos mais badalados àqueles mais escondidos, enraizados na cultura local.

6- Passar muitas horas falando com amigos e família por Skype

erros no intercâmbio

A saudade aperta e ficar longe de casa pode ser algo que custe bastante. Mas nem por isso você deve ficar 24 horas por dia ligado no Skype para falar com os pais, amigos e namorado (a). Lembre-se que tem uma vida lá fora e você tem muito o que aprender. O que também não significa que você irá sumir do mapa e deixar de mandar notícias. Controle-se.

Veja mais: Cidades para aprender inglês e fugir de brasileiros.
 

5- Fechar as portas

Negar que a sua origem é brasileira ou não querer conhecer e aceitar os costumes de outros estrangeiros não vai fazer com que o seu intercâmbio seja totalmente aproveitado. Intercâmbio deve ser realmente uma troca. Você deve abrir as portas para a nova cultura e tentar absorver o que há de melhor, tanto para o seu crescimento pessoal, quanto profissional. Considere esse como um dos erros no intercâmbio que podem influenciar, não diretamente no seu currículo, mas no amadurecimento como profissional, a partir das experiências vividas.

Viajar fazendo counchsurfing. Será uma boa?
 

4- Economia de dinheiro

erros no intercâmbio

A realidade da maior parte dos intercambistas é a de economizar dinheiro! Não vamos falar que você deve gastar em viagens e passeios. Mas também não dá para ficar trancado dentro de casa, apenas focado nos estudos! Existem muitas atividades gratuitas e oportunidades para se integrar àquela cultura, principalmente nos finais de semana, independente do país em que você se encontra. Procure grupos no Facebook, por exemplo, e descubra o que dá para ser feito na sua cidade, gastando pouco ou até mesmo nada!

Leia mais: Cidades menos populares para fazer intercâmbio.

3- Falar em português

Esse é um erro clássico que a maior parte dos estudantes comente ao realizar um intercâmbio. Mesmo para aqueles que vão para um país de língua portuguesa. Aproveite o seu tempo para aprender uma nova língua. Se você for morar com outros estudantes, procure a casa que não haja brasileiros, em último caso, estabeleça uma pequena regra interessante: aqui só falamos em outra língua! Uma ótima oportunidade para treinar o vocabulário (e não sinta vergonha em errar, é assim que se aprende).

2- Festas e bebidas

erros no intercâmbio

A tentação é imensa e as festas incontáveis, geralmente de segunda a segunda. Quando não é na rua, bares e boates, na casa de outros estudantes. Você pode aproveitá-las! Mas coloque um limite e lembre-se das suas aulas e testes no dia seguinte. De nada adianta fazer um investimento (caro) e jogá-lo no lixo, pois acordou atrasado com aquela ressaca que não dá para sair da cama. A oportunidade é única.

Veja também: Síndrome do regresso - o drama da volta do intercâmbio.
 

1- Turma de brazucas

A ideia não é que você se feche e não faça amigos brasileiros. Mas pode evitá-los e procurar conhecer pessoas de outros países, aprender sobre essa nova cultura. Amizades que te ensinem uma língua diferente, até mesmo do país que você está no momento, pode ser divertido e muito proveitoso. Pelo menos o básico você saberá falar.

Agora que você já sabe, não cometa esses erros no intercâmbio e aproveite cada momento dessa experiência para retornar com uma grande bagagem cultural e profissional. É certo que um intercâmbio fora do Brasil não significa garantia de emprego . Mas pode contribuir (e muito) na hora de se destacar e concorrer a uma vaga.
 

Ganhe um tablet para aprender inglês onde quiser.


Veja também:

Gostou? Compartilhe!
Redação E-konomista Redação E-konomista

O E-konomista é um portal on-line que busca fornecer dicas sobre economia em diversos aspectos da vida. Caso queira contactar a nossa redação, envie um e-mail para o info@e-konomista.com.br.

Receba mais informações como esta!

Receba a nossa newsletter

Ao submeter os seus dados receberá a newsletter, ofertas e publicidade enviado por e-konomista.com.br e pelos nossos Parceiros e aceita os Termos e Condições e a Política de Privacidade. Os dados submetidos serão compartilhados com os nossos Parceiros.

Enviar