7 erros que você comete ao tomar banho

Sendo ele o momento mais revitalizante do seu dia, certamente pouco de notam erros durante o banho. Saiba como evitar fungos e ressecamentos com simples dicas.

7 erros que você comete ao tomar banho
Fungos e ressecamentos podem ser evitados com bons hábitos no banho.

Certamente, a hora do banho é um dos momentos mais revitalizantes do dia. Afinal, tomar um banho quente e demorado após um longo e exaustivo dia de trabalho ou aquela ducha de despertar pela manhã fazem toda a diferença, seja para dormir bem ou encontrar disposição.

O que poucos sabem sobre essa prática indispensável é que muitos hábitos adotados durante o banho estão errados, e passamos a vida toda persistindo neles.

Você tomou banho errado esse tempo todo

Possivelmente dicas como evitar banhos excessivamente quentes e demorados já chegaram aos seus ouvidos. Mas alguns outros erros certamente ainda devem fazer parte da rotina, ocasionando fungos, bactérias e até mesmo contribuindo para um desgaste prematura da pele e cabelos.

1. Lave bem entre os dedos

Mais comum do que se imagina, muitas pessoas acreditam que apenas a água que cai sobre os pés durante o banho é suficiente para mantê-los limpos. Entretanto, para higienizá-los corretamente e evitar uma proliferação de fungos, é preciso utilizar um sabonete suave e lavar inclusive entre os dedos, secando-os muito bem após o banho.

2. Não lave seus cabelos todos os dias

É provável que também já se tenha escutado tal alerta mas, principalmente entre pessoas de cabelos curtos ou que praticam esportes diariamente, torna-se mais difícil obedecer essa regra.

Basicamente, a frequência ideal para a lavagem dos fios depende da espessura dos mesmos. Quem possui cabelos mais finos e delicados devem ao menos evitar o uso frequente de shampoo, efetuando a lavagem completa apenas durante duas vezes por semana para manter a produção natural de óleo e ainda proporcionar um maior equilíbrio na hidratação.

Já os que possuem cabelos grossos, ondulados ou cacheados, o uso do shampoo fica restrito a apenas uma vez por semana. Pode-se utilizar técnicas não detergentes para realizar a higiene dos fios.

3. Hidratante é logo após o banho

Muitos nem sequer têm essa hábito mas, mesmo os que adotam o ritual de hidratar o corpo com um creme após o banho caem no erro. E o problema está no tempo em que demoram para passar o hidratante.

Segundo conselhos de dermatologistas, o ideal é passar o creme enquanto a pele ainda está úmida. Seque levemente o seu corpo com uma toalha e, imediatamente, aplique o hidratante.

4. Seque sua pele gentilmente

Suas toalhas não são lixas, muito menos panos de chão para que sejam friccionadas sobre alguma superfície. Por isso, após o banho, utilize uma toalha fofa e passe-a de maneira suave sobre o corpo, apenas com a finalidade de secar a água.

5. Seja breve no banho

Pensar na vida, no dia de trabalho, no que precisa fazer amanhã, naquele momento constrangedor há 15 anos. Quem nunca tirou um tempo no banho para ponderar sobre erros e acertos da vida?

Ainda que essa prática seja bastante comum, saiba que passar tempo demasiado no banho pode resultar no ressecamento da pele, especialmente sob água quente. Por isso, atente-se para a duração: os banhos recomendados ficam entre 5 e 10 minutos, onde quanto mais rápido, melhor.

6. Ducha fria ao final

Desde que moderado, nada te impede de um banho quente. Mas já pensou em finalizar esse banho com uma ducha fria?

Segundo portal Self.com, o ideal é abrir total e somente a torneira fria e ficar sob ela durante 30 segundos. Essa técnica visa proporcionar ao indivíduo uma maior tolerância ao stress, aumento da imunidade, queima de gorduras e ainda produz efeitos antidepressivos.

7. Não deixe a esponja no chuveiro

Por último, e não menos importante, a esponja com a qual se ensaboa também precisa de cuidados para não ser um foco interminável de fungos e bactérias. Segundo o dermatologista Sejal Shah, ao utilizar uma esponja, nela ficam depositadas células mortas, as quais permanecem alojadas em seus espaços mais inacessíveis, proliferando-se.

Portanto, lave bem a esponja e torça-a sempre para que não permaneça qualquer excesso de água. Tire-a da umidade do banheiro e deixa-a guardada em um local seco até o próximo banho.

Veja também:

Gostou? Compartilhe!
Heloísa von Ah Heloísa von Ah

Formada em Comunicação em Computação Gráfica e Design de Games, é apaixonada pela profissão que exerce. Uma aficionada por tecnologia, gatos e cinema underground.

Receba mais informações como esta!

Receba a nossa newsletter

Ao submeter os seus dados receberá a newsletter, ofertas e publicidade enviado por e-konomista.com.br e pelos nossos Parceiros e aceita os Termos e Condições e a Política de Privacidade. Os dados submetidos serão compartilhados com os nossos Parceiros.

Enviar