15 perguntas decisivas nas entrevistas de emprego em inglês

As entrevistas de emprego em inglês são cada vez mais comuns. Com preparação, calma e confiança elas não serão certamente um bicho de sete cabeças para você. Veja algumas dicas.

15 perguntas decisivas nas entrevistas de emprego em inglês
Entrevistas de emprego em inglês testam a fluência do candidato

Ter fluência ou algum conhecimento em pelo menos uma língua estrangeira torna-se cada vez mandatório no mercado de trabalho. Por esse motivo, as entrevistas de emprego em inglês não são uma raridade. E engana-se quem pensa que valem apenas para vagas no exterior! Muitas multinacionais com sede no Brasil adotaram a prática e mesmo empresas nacionais com contatos ou clientes fora do país fazem uso desse método na seleção.

Muitos candidatos que enfrentarão entrevistas de emprego em inglês temem o momento e sofrem até lá sem saber sobre o que serão questionados. As perguntas são muito similares às feitas nas entrevistas em português, com ênfase em diferentes tempos e modos verbais para por à prova os níveis de atenção e fluência do entrevistado.

Para ajudar na preparação, o E-konomista elaborou uma lista com as 15 perguntas mais comuns feitas nas entrevistas de emprego em inglês. Use-as para treinar antes do grande dia e verificar se seu vocabulário e pronúncia estão bem.

Ganhe um tablet para aprender inglês oferta limitada

Perguntas e respostas


1. Tell me about yourself (Fale-me sobre você)

Seja muito objetivo com essa questão e limite-se a falar da vida profissional, que é a que interessa de fato para a ocasião. Por mais que tenha ensaiado em casa, seja o mais natural possível.

2. Why do you want to work with us? (Por que você quer trabalhar conosco?)

Relacione a sua resposta com os seus planos para a carreira e seja inteligente na colocação. Um pesquisa profunda sobre a empresa te dará as ferramentas para uma boa argumentação.

3. Why should we hire you? (Por que deveríamos contratá-lo?)

Marketing pessoal sem exageros! Seja honesto e fale como, com as suas habilidades, você pode contribuir para a empresa. Nada de soar prepotente!

4. Why did you leave your last job? (Por que você saiu do último emprego?)

Mesmo que tenha sido demitido, tente repassar isso de forma positiva ao possível novo empregador, como uma oportunidade de crescimento. Não vá pelo caminho das mentiras e nem use a pergunta como pretexto para esculachar o chefe anterior.

5. What were your responsabilities in your previous job? (Quais eram as suas responsabiliades no emprego anterior?)

Relate, resumidamente, as suas funções. Mais uma vez, recorra a objetividade, mas certifique-se de dar importância ao trabalho que realizava.

6. What did you like or dislike about your previous job? (O que você gostava ou desgostava no trabalho anterior?)

Cuidado com a pegadinha! Não perca muito tempo respondendo a essa questão para não ficar atrapalhado. Evite usá-la como oportunidade para fazer queixas.

7. What do you know about this organization? (O que você sabe sobre esta empresa?)

Agora é hora de mostrar que você estudou direitinho! Fale sobre os dados mais importantes da empresa que conseguiu encontrar, use números, possíveis prêmios recebidos, destaques. Mostre que sabe muito bem sobre o seu possível futuro local de trabalho.

8. What are your strengths and weaknesses? (Quais são os seus pontos fortes e fracos?)

Mais uma pergunta meio armadilha. Concentre-se nos seus pontos fortes no meio profissional. Nunca fale sobre os fracos de forma a parecerem incorrigíveis. Mostre-se sempre disponível à melhoria e ao aprimoramento pessoal.

9. Are you satisfied with your career to date? (Você está satisfeito com a sua carreira até agora?)

Seja conciso e fale sobre a sua intenção de crescer ainda mais no trabalho, de chegar mais longe. Só tenha cuidado para não soar ambicioso no sentido negativo.

10. Tell me about your ability to work under pressure  (Fale-me sobre a sua capacidade de trabalhar sob pressão)

Lembre-se que existem diferentes níveis de pressão. Pode utilizar-se de exemplos práticos em que esteve sob pressão, como reagiu e o resultado final.

Faça o cadastro no E-Konomista e receba diariamente, de graça, informações com vagas e oportunidades de emprego. Vamos te ajudar na sua trajetória profissional! 

11. What are your key skills? (Quais são as suas principais competências?)

Mais uma oportunidade de autopromoção. Cuidado com os exageros. O melhor é não se alongar muito e sempre reverter essas qualidades para o campo profissional.

12. Have you ever had relationship problems at work? (Você alguma vez já teve problemas de relacionamento no trabalho?)

Essa é mais uma tentativa de saber como anda a sua questão ética. O empregador está à espera para saber se você falará mal ou não de algum dos seus empregos do passado.

13. How would your former boss and co-workers describe you? (Como o seu antigo patrão e colegas descreveriam você?)

Seja mais uma vez objetivo e esqueça expressões genéricas como “hard worker” (trabalhador árduo). Pode mesmo citar nomes de ex-colegas e chefes e o que disseram sobre o seu trabalho alguma vez.

14. What kind of behaviors you don’t agree with ate the work place? (Com que tipo de comportamentos você não concorda no local de trabalho?)

Pense bem nessa e seja esperto. Vale perceber o tipo de política adotada pela empresa e observar como os funcionários se relacionam. Uma resposta “mais do mesmo” certamente não será a ideal.

15. Do you have any questions for me? (Você tem alguma pergunta a fazer?)

Tenha sempre! Sempre! Prepare-se para isto. O ideal é focar na função para qual está a se candidatar, o tipo de projetos em que poderá estar envolvido.

Dicas para se dar bem

Com as perguntas em mãos, é hora de se preparar adequadamente para as próximas entrevistas de emprego em inglês. Afinal, não adianta apenas escrever no currículo que é fluente, é preciso de demonstrar e, além disso, adequar a língua ao contexto laboral.

  • Leia muitas notícias em inglês. Isso ajudará a ter uma visão ampla sobre as atualidades em um outro idioma.
  • Familiarize-se com o vocabulário da sua área. Ser fluente não significa assistir filmes sem legenda! É preciso adaptar o inglês ao ambiente de trabalho também.
  • Na hora de elaborar as respostas, pense em inglês. Se fizer tudo em português e for traduzir depois, levará muito mais tempo e o risco de errar ou atrapalhar-se é mil vezes maior.
  • Ensaie, mas não decore as respostas. Naturalidade e confiança são um “plus”.
  • Nada de dar voltas e voltas na conversa. Objetividade sempre, até para evitar repetições e erros.
  • ​Esqueça as gírias. Deixe o “yep” do seu “slang” para momentos que não envolvam uma possibilidade de trabalho.

Ganhe um tablet para aprender inglês onde quiser.


Veja também:

Gostou? Compartilhe!
Receba mais informações como esta!

Receba a nossa newsletter

Ao submeter os seus dados receberá a newsletter, ofertas e publicidade enviado por e-konomista.com.br e pelos nossos Parceiros e aceita os Termos e Condições e a Política de Privacidade. Os dados submetidos serão compartilhados com os nossos Parceiros.

Enviar