Encostar carro na guia: estraga ou não?

Encostar carro na guia causa diversos problemas e alguns deles são estruturais. Veja quais são os componentes mais afetados. 

Encostar carro na guia: estraga ou não?
Faça com que o mito não se torne real, evite estacionar muito próximo à guia

Um vício de direção bastante comum é o de encostar carro na guia da calçada. Há, inclusive, os que acreditam que os pneus devam permanecer em total contato com a calçada; erro gravíssimo e que pode acarretar conseqüências custosas ao bolso do motorista equivocado.

Se o motorista tem dificuldade em estacionar é necessário ajuda profissional especializada. A técnica correta é ensinada nas autoescolas, e, inclusive existem escolas especializadas em treinamento para habilitados que podem ajudar nesta questão. No entanto, se a técnica já foi aprendida e os problemas na hora de estacionar permanecem, é hora de entender os danos causados por tal prática.

É mito que encostar carro na guia estraga a roda?

Encostar o carro na guia traz problemas superficiais, como a má aparência de pneus, rodas e calotas e até o desalinho de componentes de segurança como a suspensão e cubo de roda. Em relação à aparência, uma calota, roda ou pneu “ralado” por um motorista descuidado é um péssimo sinal e fator de desvalorização do veículo na hora de revender.

confira
uma solução de seguro sob medida para você

Na escala de problemas causados por encostar carro na guia, o esvaziamento pneu atingido vem em seguida. Ao pressionar a banda lateral, o motorista garante a perda de pressão, causando impacto direto na segurança e conforto da direção. Pneus mal calibrados podem aumentar o consumo de combustível e até causar acidentes, além, claro, de aumentar o risco de furos e rasgos.

Consequências mais graves

Se o motorista mantém este costume de encostar carro na guia, pode estar preparando o terreno para um dor de cabeça duradoura. Isso porque ao exercer pressão num sentido antinatural, provocam problemas nos rolamentos da roda, que perdem a precisão com que são montados, prejudicando todo o conjunto – suspensão – dos pneus.

5 peças do carro que podem causar acidentes graves

A longo prazo, poderá acontecer o travamento das rodas, desalinhamento e incongruências na suspensão e amortecedores, sentidos principalmente nas rodas dianteiras.

Para evitar tantos problemas, a solução é simples. O carro deverá ser estacionado a uma distância de cinco centímetros da guia, o que será mais que suficiente para evitar, por exemplo, que outros motoristas colidam lateralmente ou que o retrovisor exposto ao lado da rua seja atingido. As boas práticas de direção farão com que encostar os pneus na guia da calçada permaneça um mito. O bolso e o carro agradecem.

Encontre o seguro auto com melhor custo benefício. Confira!

Veja também:

Gostou? Compartilhe!
Receba mais informações como esta!

Receba a nossa newsletter

Ao submeter os seus dados receberá a newsletter, ofertas e publicidade enviado por e-konomista.com.br e pelos nossos Parceiros e aceita os Termos e Condições e a Política de Privacidade. Os dados submetidos serão compartilhados com os nossos Parceiros.

Enviar