Empréstimo pessoal: quando e como pedir um

Diante dos altíssimos juros do cheque especial, solicitar um empréstimo pessoal torna-se uma opção para ter dinheiro rápido e se livrar do nome sujo. Saiba mais.

Empréstimo pessoal: quando e como pedir um
Entenda quando a contratação vale a pena e quem pode aderir

O empréstimo pessoal é a alternativa de muitos brasileiros para sair de uma crise financeira momentânea ou mesmo para realizar investimentos necessários. No entanto, é importante conhecer suas condições, como juros, prazos e requisitos para que a escolha seja assertiva e haja a possibilidade de quitar esse empréstimo com facilidade.

Como funciona o empréstimo pessoal

Em muitas ocasiões, pode-se precisar do dinheiro rápido apenas para uma situação pontual, porém quando os valores não são muito elevados e é requerida agilidade no processo, o empréstimo pessoal pode ser uma boa opção. Nessa modalidade de empréstimo, as entidades bancárias e financeiras não fazem tantas exigências. Normalmente basta que o cliente seja submetido a uma análise de crédito simples, de forma a garantir que ele possua condições de quitar o empréstimo posteriormente. Caso o cliente seja aprovado, o valor solicitado é liberado diretamente em sua conta corrente.

Essa agilidade pode ser muito conveniente para quem precisa quitar alguma dívida mais cara. No caso de contrair uma dívida no cheque especial, por exemplo, pode ser vantajoso solicitar um empréstimo pessoal no mesmo banco onde se possui a dívida, isso porque se tratando do mesmo banco, os juros aplicados sobre o empréstimo são normalmente bem menores que os do cheque especial. Caso haja alguma dúvida, basta comparar o CET (Custo Efetivo Total) das duas modalidades e verificar qual apresenta o menor valor.

Outro uso comum do empréstimo é sob o surgimento de alguma emergência de valor mais alto, como quando o cliente ou algum familiar próximo adoece. Caso o custo da emergência extrapole o orçamento deste ou do próximo mês, a contratação pode ser uma boa opção por ser um processo mais ágil que empréstimos comuns e apresenta uma taxa de juros menor que o cheque especial.

Vantagens e desvantagens de solicitar um empréstimo pessoal

Não há muita dificuldade em se analisar as duas medidas da balança no caso dessa modalidade de empréstimos. Veja o comparativo.

Vantagens

A principal vantagem é a agilidade do processo; desde que haja a aprovação do crédito, o cliente poderá contar com os valores solicitados em até um dia útil. Muito bancos tem o costume de deixar uma linha de crédito para essa modalidade de forma pré-aprovada, assim o cliente pode solicitar a liberação direto pelo caixa eletrônico ou pela internet.

Outra grande vantagem é para aqueles que possuem alguma restrição no CPF - o famoso “nome sujo”. Existem muitas financeiras que liberam crédito pessoal mesmo para negativados.

Os juros, apesar de serem um pouco salgados, ainda são mais vantajosos que os encontrados no cheque especial, por exemplo. Essa vantagem pode ser ainda maior para aqueles que possuem um bom relacionamento com o banco e que não apresentem outras dívidas em seu nome.

Desvantagens

O principal problema está nas taxas de juros aplicadas que, apesar de serem menor que as do cheque especial, ainda estão entre as mais altas do mercado. A médias encontrada para as taxas de juros é de 7% ao mês de acordo com o Banco Central, mas pode subir muito dependendo da instituição financeira. O Custo Efetivo Total encontrado nas contratações realizadas em financeiras costuma ser mais alto que nos bancos. Isso significa que se o empréstimo for negado no banco é melhor repensar com mais cuidado as opções.

O problema com o controle por parte do cliente é muito comum pois, como o acesso ao credito é facilitado, muitos tendem a solicitar um montante ainda maior do que realmente precisariam. A prática, além de ser incentivada por vários atendentes de financeiras, faz com o cliente pague mais juros e aumente o custo total.

PRECISA DE CRÉDITO
para
colocar
as finanças em dia?
saiba mais

"Eu consigo fazer um empréstimo pessoal?"

Banco

Para realizar o empréstimo no banco é preciso ter mais de 18 e ser titular de uma conta corrente ativa para que o banco possa realizar uma análise de seu histórico e capacidade de pagar as parcelas.

Financeira

O empréstimo junto à financeira é muito parecido com o contratado através do banco, sendo também necessário que seja maior de 18 anos e que apresente algum comprovante de renda que assim ateste sua capacidade em quitar a dívida. O comprovante de renda pode ser declaração de imposto de renda, holerite, contracheque ou extrato bancário.

Negativados

Pessoas que estejam com alguma restrição em seu CPF também podem requerer a um empréstimo, a principal diferença é que as chances são consideravelmente menores em bancos. As financeiras oferecem muito mais facilidades na contratação de empréstimos para os que possuem alguma restrição, porém cobram o seu preço em juros mais altos e exigem alguma garantia para o pagamento como um fiador, por exemplo.

“Posso fazer mais de um empréstimo?"

Da mesma forma que pessoas negativadas, os que já possuem algum empréstimo ativo também podem solicitar um novo empréstimo. Porém, caso o cliente possua outras dívidas ativas, as chances de ter seu crédito aprovado por bancos ou financeiras diminuem a cada novo empréstimo.

Onde conseguir um empréstimo rápido e fácil no Brasil

Tipos de empréstimo pessoal

Abaixo é possível ver alguns tipos diferentes do produto financeiro.

Empréstimo pessoal online

Essa modalidade tem ficado cada vez mais popular para o brasileiro devido a vantagens, como a rapidez e a facilidade de obtenção. Na modalidade virtual, o cliente continua submetido a algumas condições, como a análise de crédito, tal qual acontece nos bancos, mas com a diferença da agilidade no processo.

Com restrição

Muitas vezes, quando se resolve recorrer ao empréstimo pessoal já é um pouco tarde e a restrição no CPF já existe. Isso não impede a contratação, mas são poucos os bancos que aceitam essa condição, o que faz com que muitos recorram às financeiras que, apesar de aprovarem com maior facilidade, cobram juros mais altos.

Com cheque

O empréstimo com cheque consiste em passar pelo processo de aprovação de crédito de maneira regular, mas assim que o valor é aprovado o cliente deve entregar um cheque pré-datado para cada parcela, com o valor correspondente a ser pago.

Onde fazer um empréstimo pessoal

A contratação de um empréstimo pessoal pode ser feita por muitas instituições financeiras e até mesmo algumas lojas de departamentos como Marisa, Renner e C&A. No entanto, as opções mais utilizadas ainda são bancos e financeiras, das quais podemos encontrar entre os destaques:

Banco do Brasil

  • Taxa de juros mensal: 4,73%
  • Número máximo de parcelas : 60
  • Condições de contratação e pagamento: é preciso ser correntista e as parcelas serão descontadas em débito automático.

Bradesco

  • Taxa de juros mensal: 6,63%
  • Número máximo de parcelas: 40
  • Condições de contratação e pagamento: é preciso ser correntista de algum banco, maior de 18 anos e as parcelas serão descontadas em débito automático.

Caixa Econômica Federal

  • Taxa de juros mensal: 4,75%
  • Número máximo de parcelas: 48
  • Condições de contratação e pagamento: é preciso apresentar depósitos ou aplicação financeira e as parcelas serão aplicadas em débito automático.

BV Financeira

  • Taxa de juros mensal: 4,04%
  • Número máximo de parcelas: 24
  • Condições de contratação e pagamento: para pedir o empréstimo pessoal da BV é preciso apresentar RG, CPF, comprovante de renda e de residência; já o pagamento será através de cheque ou débito em conta.

Crefisa

  • Taxa de juros mensal: 21,48%
  • Número máximo de parcelas: 24
  • Condições de contratação e pagamento: é preciso apresentar RG, CPF, comprovante de renda, extrato bancário e de residência, onde o pagamento será através de cheque ou débito em conta.

Ibi

  • Taxa de juros mensal: Não divulgada
  • Número máximo de parcelas: 21
  • Condições de contratação e pagamento: é preciso apresentar RG, CPF, comprovante de renda e de residência, sendo o pagamento através de cheque ou boleto bancário.

É preciso lembrar que os limites de empréstimo e as condições de contratação estão sujeitas a análise individual do cliente e podem sofrer alterações. Os valores apresentados se referem a dados divulgados no último semestre de 2015.

Conheça a solução de crédito sob medida para você.

Veja também:

Gostou? Compartilhe!
Heloísa von Ah Heloísa von Ah

Formada em Comunicação em Computação Gráfica e Design de Games, é apaixonada pela profissão que exerce. Uma aficionada por tecnologia, gatos e cinema underground.

Receba mais informações como esta!

Receba a nossa newsletter

Ao submeter os seus dados receberá a newsletter, ofertas e publicidade enviado por e-konomista.com.br e pelos nossos Parceiros e aceita os Termos e Condições e a Política de Privacidade. Os dados submetidos serão compartilhados com os nossos Parceiros.

Enviar