Como fazer um empréstimo pessoal com cheque

O empréstimo pessoal com cheque usa essa forma de pagamento para substituir os boletos e o débito em conta. Saiba como funciona.

Como fazer um empréstimo pessoal com cheque
Saiba como funciona a garantia de cheque no pagamento de prestações

Por vezes, as empresas aceitam o cheque como garantia de pagamento de um empréstimo. Afinal, como é contratar um empréstimo pessoal com cheque e quais são as empresas que oferecem essa opção no Brasil? Quais são as situações em que vale a pena fazer um empréstimo e o que observar antes de fechar o contrato? Confira aqui essa e outras respostas.

É possível fazer um empréstimo sem consulta?

Como funciona o empréstimo pessoal com cheque

O cheque é a garantia de um pagamento e tem o valor financeiro que foi preenchido pelo seu proprietário. Por isso, ao invés do pagamento com o carnê, algumas financeiras disponibilizam o crédito pessoal com cheque. Depois de ter o crédito aprovado e concordar com as condições propostas, o cliente preenche os cheques com os valores das parcelas durante todos os meses em que foram contratados os empréstimos. À medida que vencem as parcelas, a financeira deposita o cheque, que é cobrado direto na conta corrente do cliente.

PRECISA DE CRÉDITO
para
colocar
as finanças em dia?
saiba mais

Se na data de compensação não houver dinheiro suficiente na conta, então o cheque é considerado sem fundos. Depois de cerca de 10 dias, a financeira pode contatar o banco para acuasar o não-recebimento e o banco inclui o nome do cliente no cadastro negativo de cheques. E fica proibido de emitir pagamentos por este meio até que regularize a situação.

Para regularizar, no entanto, é preciso pagar uma taxa (que varia entre os bancos), além dos valores em questão. Além do banco, a financeira também pode reivindicar o valor que não foi recebido. Veja abaixo algumas instituições que ainda fazem empréstimo pessoal com cheque:

BV Financeira
IBI
Bom pra Crédito
Da Casa (apenas BA, RJ e ES)
Losango

Quando vale a pena fazer um empréstimo?

O empréstimo pessoal com cheque, via boleto ou débito em conta é um recurso que só deve ser usado em questões urgentes e com a finalidade de quitar dívidas pessoais. Para concessão de crédito para aquisições de bens, a modalidade correta é o financiamento. Jamais contrate um empréstimo para fazer compras de bens supérfluos – como roupas, por exemplo. Mais vale juntar mensalmente os valores que pagaria nas parcelas e fazer as compras aos poucos.

As situações em que vale a pena fazer um empréstimo são diversas, mas é o desemprego o maior motivo de inadimplência. De acordo com um relatório publicado pelas instituições financeiras, cerca de 50% dos inadimplentes alegaram que não pagaram a parcela por esse motivo. Com a mudança das regras para concessão de seguro desemprego e dificuldade para se recolocar no mercado, pedir um empréstimo é a única solução para tentar deixar as contas em dia.

Outros motivos são relativos à desorganização financeira: acúmulo de dívidas no cartão de crédito, inclusive pelo parcelamento de faturas, conta negativa e até a cobertura de outros empréstimos são motivos para contratar um crédito pessoal. Sempre que verificar que a sua conta está muito negativa, compare a taxa à de um crédito pessoal. Às vezes, mesmo que seja numa só parcela, vale a pena contratar um empréstimo para não ficar sujeito às taxas do cheque especial.

Conheça a solução de crédito sob medida para você.

Veja também:

Gostou? Compartilhe!
Gabriela Ventura Gabriela Ventura

Natural de São Paulo, estudante de Publicidade e Propaganda na USP. Não tem hobbies fixos nem rotina, é apaixonada pelo imprevisto. Foi fazer intercâmbio em Lisboa e... estendeu a estadia por tempo indeterminado.

Receba mais informações como esta!

Receba a nossa newsletter

Ao submeter os seus dados receberá a newsletter, ofertas e publicidade enviado por e-konomista.com.br e pelos nossos Parceiros e aceita os Termos e Condições e a Política de Privacidade. Os dados submetidos serão compartilhados com os nossos Parceiros.

Enviar