7 passos decisivos para encontrar empregos pelo mundo

Sonha em ter uma experiência profissional no exterior e mudar de vida? Saiba o que é preciso para se preparar e encontrar empregos pelo mundo.

7 passos decisivos para encontrar empregos pelo mundo
O primeiro passo é saber como encontrar as oportunidades

Todo mundo precisa respirar novos ares às vezes. A renovação é necessária para tornar a vida mais dinâmica e interessante. Esse é um dos motivos que faz muita gente procurar empregos pelo mundo. Recomeçar do zero em outro lugar é uma oferta tentadora para quem acha que esgotou as possibilidades por aqui ou mesmo para quem só quer dar um tempo.

 

MONITORE AS OPORTUNIDADES
Querer agarrar uma oportunidade fora do país é muito diferente de concretizar realmente esse sonho. Para encontrar o momento e a oportunidade certa é preciso ficar atento na movimentação do mercado. Cadastre-se gratuitamente no E-Konomista e receba vagas diariamente!

Entretanto, ir atrás de empregos pelo mundo com a cara e coragem, sem planejamento, é muito mais arriscado e instável. A realidade lá fora é diferente da brasileira, o mercado de trabalho funciona de outra forma e até a etiqueta é outra. Por isso, quem não está disposto a correr grandes riscos, deve ter estratégias. Lembre-se que o sucesso muito raramente vem por acaso. Pronto para preparar o embarque em uma nova aventura? Confira estes passos que, se seguidos, tornarão o percurso muito mais fácil.

 

Passos decisivos

 

1- Decidir o destino

Chegou a hora de ir. Ok, mas para onde? Parece óbvio, mas há quem demore meses e até mesmo anos a tomar essa decisão. É um passo muito importante porque definirá o que vem a seguir. Considere o seu perfil pessoal, profissional e as características dos países para onde pretende ir. Muitas vezes, seguir o fluxo ou ir pela cabeça de terceiros não é o melhor. Descubra o país que combina com você e siga em frente.

 

2- Analisar condições de vida

Uma vez ultrapassada a primeira etapa, é hora de ser bastante racional (ainda mais). Pesquise, faça comparações, recolha depoimentos de quem morou na cidade para onde você pretende ir. Pensar em empregos pelo mundo é também pensar sobre a qualidade de vida do lugar. Investigue custos com transportes, aluguel, alimentação, salários médios. Além disso, esteja atento a questões como segurança pública e saúde, cruciais para o bem estar.

 

3- Procurar vagas

E o trabalho começa antes mesmo de sair do país. Dedique um tempo para pesquisar vagas de empregos pelo mundo. Não é raro conseguir participar de um processo seletivo mesmo à distância. Ainda que não garanta o seu lugar, pode ir percebendo como funcionam as seleções, quem são os maiores empregadores e valores de salários praticados no mercado. Se receber uma proposta, avalie algumas questões antes de aceitar de primeira.


Alguns sites que podem ajudar na busca são:

 

 

Fique de olho também nas redes sociais, o Linkedin tornou-se uma excelente ferramenta de procura por emprego. Faça também o cadastro no E-Konomista. É totalmente gratuito e você receberá diariamente vagas e oportunidades de emprego no Brasil e no exterior. 

 

4- Preparar documentação

Ter os documentos em ordem é fundamental para ir a qualquer lugar e arranjar empregos pelo mundo. Antes de tudo, deve ter um passaporte dentro da validade, ele será a sua principal identificação no exterior. Atenção também aos vistos! Com um visto de turista, não pode exercer qualquer atividade profissional. Ao conseguir uma vaga, certifique-se de que a entidade patronal fornece todas as informações para o seu visto de trabalho. Não arrisque trabalhar na ilegalidade. As políticas de coação são pesadas.

 

5- Otimizar suas habilidades

Invista em si e nos seus conhecimentos. Se vai para um país de língua estrangeira, é primordial saber se comunicar bem nela, até porque a esmagadora maioria dos empregadores dá prioridade a esse quesito. Além do idioma, dê um upgrade também a outras competências, faça cursos, aprenda a trabalhar com novos programas. Verifique quais as demandas da sua área (ou da que ambiciona) no país de destino e esteja mais do que à altura. Essa é uma dica que, aliás, vale mesmo para quem nem pensa em sair do país. Adquirir novos conhecimentos é oxigenar a carreira.

 

6- Networking

Se você ainda não sabe, fazer contatos é uma das coisas mais importantes no mundo do trabalho. Isso vale tanto aqui no Brasil como nos empregos pelo mundo. Procure por pessoas que vivam e trabalhem no país para onde você quer ir. Mesmo que não possam “mexer os pauzinhos” para que você consiga uma colocação, podem ensinar o caminho das pedras, as melhores táticas e tornar tudo mais acessível.

 

7- Perceber a sua capacidade de adaptação

Por último, esteja preparado para enfrentar condições com as quais não está habituado no seu país de origem. Muito frio ou muito calor, dependendo do local escolhido, outra língua, cultura diferente e até saudade de casa. Parece ser tudo muito ultrapassável e suportável, mas são fatores que podem exercer uma pressão inesperada. Não subestime o impacto que o seu lado emocional pode ter na sua vida quando decidir atravessar as fronteiras.

 

Veja também:

Gostou? Compartilhe!
Receba mais informações como esta!

Receba a nossa newsletter

Ao submeter os seus dados receberá a newsletter, ofertas e publicidade enviado por e-konomista.com.br e pelos nossos Parceiros e aceita os Termos e Condições e a Política de Privacidade. Os dados submetidos serão compartilhados com os nossos Parceiros.

Enviar