As áreas com mais empregos fora do Brasil

Diante de uma diversidade de profissões saturadas mundo afora, conheça as áreas que realmente se encontram em carência e mais oferecem empregos fora do Brasil.

As áreas com mais empregos fora do Brasil
Fuja das áreas mais saturadas e veja quais são as profissões com maior carência pelo mundo

Com a atual crise econômica no país e o mercado de trabalho em retração, a procura por empregos fora do Brasil tem aumentado exponencialmente. A busca por mais segurança é outro fator que impulsiona brasileiros a mirarem em muitos países da Europa, América do Norte e até mesmo localidades antes fora do radar da emigração, como o Alasca e Cingapura.

A boa notícia é que estes países, em muitos casos possuem alguma carência em determinados profissionais, o que pode ser uma excelente oportunidade para os que estão buscando uma vida nova no exterior. Os cargos de maior procura também são bastante diversificados, incluindo motoristas, engenheiros de software e contadores.

Como as ofertas são variadas, não existe uma qualificação especifica necessária para conquistar seu emprego fora do Brasil. Entretanto, para todas, ou ao menos a grande maioria delas, é necessário o domínio da língua nativa do país, sendo por vezes eliminatória a obrigatoriedade da língua inglesa.

Quais são as áreas com mais empregos fora do Brasil?

Algumas profissões e áreas de atuação estão em alta pelo mundo, principalmente pela dificuldade de contratação destes profissionais, oferecendo bons empregos fora do Brasil. A seguir, selecionamos algumas áreas que possuem uma maior carência em determinados países e que podem ser a porta de entrada para muitos brasileiros no exterior.

7 multinacionais para quem quer ter uma carreira internacional

Engenheiros

Engenheiros são profissionais escassos em muitos países e, de maneira global, 38% das empresas relatam dificuldades em contratar esse profissional segundo a 10º edição da Pesquisa anual sobre Escassez de Talentos do ManpowerGroup. No Japão a demanda é grande, onde cerca de 83% das empresas apresentam dificuldades na contratação de engenheiros qualificados; Hong Kong, por sua vez, mostra um índice de 65% na dificuldade em encontrar o profissional. Outros países endossam a lista de carência de engenheiros, como a Nova Zelândia com 51%, Turquia com 52% e Bulgária, com 50%.

Profissionais de TI

A área de TI tem crescido muito por todo o mundo nos últimos anos e o mercado continua ávido por absorver novos e bons profissionais, sendo uma das profissões com melhores chances de alocação no mercado internacional. Países como a Alemanha apresenta um índice de 46% de dificuldade na contratação desses profissionais, outros países como o Panamá, Canadá, Polônia, Espanha, Holanda, entre muitos outros pelo globo também carecem das mais diversas áreas de atuação da Tecnologia de Informação.

APRENDA
INGLÊS
E GANHE O MUNDO
comece já a estudar

Trabalhadores de Ofício

Conhecidos como trabalhadores de ofício, profissões como padeiros, açougueiros, chefes de cozinha, mecânicos e eletricistas também se encontram em falta no exterior. De acordo com uma média global, estes profissionais qualificados apresentam uma dificuldade de contratação de cerca de 40%. Países como Singapura, Austrália, Alemanha, Hungria, Nova Zelândia, Romênia, Israel, entre muitos outros apresentam altos índices de dificuldade em suprir a necessidade desse tipo de mão de obra qualificada.

Representantes de Vendas

Apesar de termos a impressão de um excesso desses profissionais no mercado, países como os Estados Unidos apresentam uma dificuldade de 32% em encontrar representantes de vendas qualificados; outros como a Noruega mostram índices de 30%. Países mais alternativos, como Taiwan, Grécia, México e Panamá também são alguns que apresentam carência destes profissionais.

Médicos e Profissionais da Saúde

Profissionais de saúde estão entre as áreas que apresentam maior carência no mundo de um modo geral. Entre médicos, enfermeiros e auxiliares, esses profissionais com alto grau de experiência e qualificação se encontram em falta em países como o Japão, com 83% de dificuldade de contratação; a Bulgária, com 50%; Hungria, com 47%; Alemanha, com 46%; Suécia, com 39%; e Estados Unidos, com 32%.

Contabilidade e Finanças

Os contadores e profissionais especializados em finanças, nas mais diversas áreas de atuação também se encontram em escassez e possuem grande demanda em vários países. Localidades como o Japão, a Romênia, a Índia, a Nova Zelândia, a Turquia e a Alemanha são apenas algumas das opções onde será possível encontrar empregos fora do Brasil com essa formação profissional.

Aumente as suas oportunidades profissionais com o curso certo. Confira essa oportunidade!

Veja também:

Gostou? Compartilhe!
Heloísa von Ah Heloísa von Ah

Formada em Comunicação em Computação Gráfica e Design de Games, é apaixonada pela profissão que exerce. Uma aficionada por tecnologia, gatos e cinema underground.

Receba mais informações como esta!

Receba a nossa newsletter

Ao submeter os seus dados receberá a newsletter, ofertas e publicidade enviado por e-konomista.com.br e pelos nossos Parceiros e aceita os Termos e Condições e a Política de Privacidade. Os dados submetidos serão compartilhados com os nossos Parceiros.

Enviar